NOSSAS REDES

BRASIL

Você é motorista de app? Confira dicas para reorganizar sua renda familiar!

O transporte de passageiros foi um dos setores mais afetados com a pandemia do novo coronavírus. Para os motoristas de aplicativo especificamente, as corridas diminuíram em 80% em algumas regiões do país.

Nas cidades que decretaram o lockdown, essa queda foi ainda mais brusca, deixando a situação dos motoristas de app mais complicada. Isso aconteceu com você?

Se a reposta é sim, é provável que esteja enfrentando desafios para reorganizar a renda familiar e a vida financeira como um todo, não é verdade?

Pensando nisso, nas dificuldades deste contexto complicado, eu e minha equipe de especialistas desenvolvemos um material gratuito para ajudar motoristas de aplicativo.

Neste artigo, te conto mais sobre esse material e também respondo algumas dúvidas, tais como: O que fazer com as multas de trânsito na pandemia? Motorista de app tem direito ao auxílio emergencial? Como parcelar dividas do veículo sem sair de casa?

Boa leitura!

Impactos da pandemia na renda dos motoristas de app

É fato que a pandemia do novo coronavírus é a maior emergência sanitária dos últimos anos. Tanto é assim que, além dos impactos na saúde, há também efeitos econômicos e sociais.

No Brasil, praticamente todos os setores foram afetados pela pandemia. Contudo, quem trabalha como autônomo e/ou informal sofreu ainda mais as consequências financeiras da pandemia e, especificamente, do isolamento social.

Para você ter uma ideia, segundo a Associação Brasileira das Locadoras de Automóveis, cerca de 80% dos veículos alugados por motoristas de aplicativos foram levados de volta às locadoras.

A dificuldade em cobrir o valor do aluguel e, além disso, obter uma margem de lucro é o que levou, em grande parte, a essas devoluções. Os motivos? Mesmo com a diminuição das corridas, os motoristas continuam com gastos significativos.

Siga a leitura do próximo tópico e confira algumas dicas de como reorganizar a sua renda!

Como reorganizar sua renda – 5 dicas essenciais

O ponto chave para lidar com esse período de incertezas é a organização: rever gastos, distribuir a renda que você tem disponível e pensar em alternativas para gerar lucros.

Nesse sentido, 5 passos são eficientes. Veja quais são:

1. Parcele suas dívidas

Você tem débitos junto ao DETRAN? Ou está pagando as parcelas do financiamento do seu veículo?

Então, uma boa estratégia é verificar a possibilidade de parcelar essas dívidas. Ao fazer isso, você reorganiza a aplicação da sua renda, direcionando os ganhos para gastos mais urgentes e impossíveis de serem parcelados.

Para ajudá-lo nisso, fiz uma parceria com o pessoal da Zapay, uma plataforma muito eficiente para quem quer uma ajuda para parcelas dívidas de maneira online. Acesse esse link e confira!

2. Recorra às medidas emergenciais do governo

O governo federal implementou uma série de medidas para tentar amenizar os impactos econômicos da pandemia. Uma dessas medidas é o Auxílio Emergencial – também chamado de coronavoucher.

Os motoristas de aplicativo têm direito ao auxílio emergencial? Caso se enquadrem nas exigências para aceder ao programa, sim.

Essas exigências são, por exemplo: não ser um trabalhador formal (com carteira assinada), não ser aposentado, não estar recebendo seguro-desemprego e, ainda, ter renda familiar total de até três salários mínimos.

3. Recorra de multas de trânsito

As multas de trânsito podem ser bem caras e pesar ainda mais o seu bolso. Por isso mesmo, é importante exercer o seu direito de recorrer e tentar reverter a aplicação dessa penalidade.

A medida 185 do Conselho Nacional de Trânsito (CONTRAN) suspendeu os prazos para recorrer das autuações referentes a infrações cometidas a partir do dia 20 de março. Isso significa que você não precisa pagar essas multas agora.

Quando os prazos voltarem ao normal, não deixe de recorrer. Se precisar de ajuda nisso, minha equipe de especialistas pode auxiliar a montar um bom recurso de acordo com o seu caso específico.

4. Calcule seus gastos e ganhos

Em períodos de crise, é de suma importância pensar se a sua atividade como motorista de aplicativo é mesmo rentável. Se não for, fazer as mudanças necessárias – seja aumentando o número de horas ou, mesmo, trocando o veículo, por exemplo.

Faça uma tabela com os gastos que tem com seu veículo (incluindo uma margem para os gastos extras, que sempre acabam aparecendo). Precisa de ajuda? Use a Calculadora veicular do Doutor Multas, disponível no material do qual falarei adiante.

5. Considere trabalhar como delivery

Durante esse período no qual a demanda por transporte de passageiros diminuiu, pode ser interessante buscar outras fontes de renda. Uma delas é trabalhar com delivery.

A procura por entregadores – veiculados a aplicativos ou não – cresceu muito durante a pandemia. Afinal, as pessoas têm usado mais os aplicativos de entrega de produtos e/ou comida a domicílio.

Se essa for uma opção viável para você, programe-se com antecedência para garantir que realmente haja uma margem de lucro. No PDF com o material, há uma ferramenta que ajuda a programar entregas e se organizar. Saiba mais a seguir.

Baixe o livro digital e tenha acesso às nossas ferramentas

O material digital que eu e minha equipe planejamos tem o propósito de ajudar os motoristas de aplicativos, como você, a superarem esse período complicado. Por isso, disponibilizamos o PDF gratuitamente.

Nesse material, você encontrará mais dicas para reorganizar sua vida financeira e evitar ficar no vermelho. Além disso, poderá usar as ferramentas – como a calculadora de gastos da qual já falei aqui.

Tanto as dicas quanto as ferramentas são maneiras práticas para auxilia-lo a fazer essa adaptação e reorganização. Desse modo, poderá minimizar os impactos da crise causada pela pandemia.

Mais de 14 mil pessoas de todo o país já fizeram o download! Acesse aqui, complete o formulário e confira as dicas dos nossos especialistas!

 

Fonte:

https://www.youtube.com/watch?v=r16z0WzEZtk

https://conteudo.doutormultas.com.br/como-reorganizar-sua-renda-familiar

https://usezapay.com.br/doutormultas

Advertisement
Comentários

Comente aqui

ACRE

Brasileiros querem volta das aulas apenas após vacina da Covid-19

Ac24horas, via Acre.com.br - Da Amazônia para o Mundo!

PUBLICADO

em

Para 72% dos brasileiros das classes A, B e C, os estudantes só devem voltar a ter aulas presenciais depois que uma vacina para o novo coronavírus estiver disponível, segundo pesquisa Ibope divulgada pelo jornal “O Globo” nesta segunda-feira (7).

O levantamento foi feito entre os dias 21 e 31 de agosto, pela internet, com 2.626 pessoas com mais de 18 anos e das classes A, B e C. O nível de confiança é de 95% dentro da margem de erro de 2 pontos percentuais para mais ou para menos.

Continue lendo

BRASIL

Aborto Realizado: Médicos interrompem gravidez da menina de 10 anos que foi abusada pelo próprio tio

Assessoria, via Acre.com.br - Da Amazônia para o Mundo!

PUBLICADO

em

De acordo com o portal A Gazeta, a equipe médica do Centro Integrado de Saúde Amaury de Medeiros, para onde foi levada a menina de 10 anos que ficou grávida após ser abusada pelo tio, já terminou a primeira etapa do aborto.

O médico Olimpio Barbosa de Morais Filho foi o responsável pelo procedimento e segundo ele, a menina poderá voltar para o Espírito Santo nesta quarta-feira (19), mas ainda não foi confirmado oficialmente quando ela receberá alta hospitalar.

O aborto foi autorizado pela Justiça do Espírito Santo, com um procedimento onde é ministrada uma injeção com medicamentos que resulta no óbito do feto e isto já foi feito.

Na madrugada de hoje começou a segunda etapa do procedimento, que é retirar o feto já sem vida e isto será realizado através de medicamentos.

O processo é concluído quando for realizada a limpeza total do útero da menina, que primeiramente foi internada no Hospital das Clínicas, em Vitória, só que a equipe médica de lá não quis fazer o aborto, alegando que a legislação vigente não poderia ser aplicada neste caso devido a idade gestacional.

A princípio foi dito que a menina estava no terceiro mês de gestação, mas exames posteriores revelaram que era o quinto mês. A criança foi levada para um hospital em Recife, onde o aborto então foi realizado e está sendo concluído hoje.

Ainda de acordo com o portal A Gazeta, familiares se mostraram favoráveis à interrupção da gravidez da menina. Um grupo de religiosos chegou a ir até a entrada do hospital protestar contra o aborto na noite de ontem.

VIA: PortalR7notícias

Continue lendo

TOP MAIS LIDAS

    Feedback
    WhatsApp Fale conosco