NOSSAS REDES

ACRE

VÍDEO: Tarauacaense aventureiro, Josenir Melo, faz expedição até Juruá pelos céus do Acre

Editorial do Acre.com.br - Da Amazônia para o Mundo!

PUBLICADO

em

O Acre.com.br acompanhou online a aventura pelos ares de Josenir Melo, e fizemos um resumo para você se encantar com as belas paisagens registradas.

Josenir e sua Equipe viajaram através de Paramotor,  também conhecido como Parafly, que é considerado uma adaptação do parapente. Com veículo para apoio terrestre, Melo enfrentou dificuldades, mas concluiu a expedição.

Josenir Melo, acreano, natural de Tarauacá, trabalha como Repórter Cinematográfico, publicou seu seu perfil na rede social, detalhes super interessantes de sua aventura pelos céus do Acre.

Melo, que fez aniversário recentemente (11/04), não mediu esforços e sua expedição foi coroado de amplo êxito, apesar dos percalços, contratempos e desafios.

A EXPEDIÇÃO PELOS ARES

O Acre.com.br apurou que Josenir Melo registrou todos os momentos de sua expedição pelos céus acreanos. O propósito de sua expedição foi alcançar o município de Cruzeiro do Sul, no extremo ocidente da Amazônia, dentro do território acreano.

Segundo Josenir, ´Foram cinco dias de muita emoção, aventura, companheirismo e trabalho em equipe. Durante esse período tivemos atrasos devido às condições climáticas (muita chuva). Infelizmente parte da equipe não pode concluir por motivo de força maior´.

´O veículo de apoio e resgate que conduzia nossos equipamentos, bateu em um enorme buraco na BR 364 causando danos greves ao funcionamento do mesmo, forçando a equipe a abortar a expedição no município de Feijó. Foi então que decidi seguir viajem com o apoio em terra do amigo Luis Carlos Sampaio Figueiredo, concluindo assim a expedição Cruzeiro do Sul´, destacou Josenir.

´Louvo ao meu Deus pela oportunidade de mais uma vez me proporcionar momentos inesquecíveis e únicos, contemplando do alto as maravilhas de Sua criação. E pelos livramentos que sei que não foram poucos. Agradecimentos a Fernando Zamora, Deise Figueiredo, Adriano França Debora França, Sueli Melo Vale,Sirney Vale Cunha Luiz Carlos Sampaio de Figueiredo, prefeito de Cruzeiro do Sul Ilderlei Cordeiro. E aos pilotos de Paramotor Júnior Carneiro (Carneiro auto pecas) e Izaque´ – registrou o aventureiro tarauacaense.

OS DESAFIOS: DIA APÓS DIA

PRIMEIRO DIA DA EXPEDIÇÃO

O primeiro dia da expedição iniciou dia 13 de abril (sábado), por volta das 06 horas da manhã. Partindo de Rio Branco/AC. Da capital acreana, até o município de Sena Madureira o voo durou entre 2/3 horas, conta Josenir. Durante a viagem ocorreram contratempos, e a expedição durou 5 dias.

No Primeiro Dia da Expedição, Josenir e Equipe pararam para almoçar, descansar e reabastecer, após 147 km percorridos. ´Após 4 horas de voo, uma pausa para o almoço e reabastecimento na Fazenda Brasil´, conta Josenir.

Melo enfrentou além do sol a pino, dos céus da Amazônia, muita chuva, o que dificultava as pausas para manutenção, reabastecimento e revisão dos motores. Com as vibrações do motor, peças são danificadas, o que exige paradas e revisões.

Em razão do clima, Josenir e equipe pernoitaram no município de Sena Madureira.

SEGUNDO DIA DE VIAGEM

A viagem atrasou 1 dia devido problemas em um dos motores. O que exigiu um parada forçada em Sena Madureira. A equipe iniciou a viagem no sábado, e durante o domingo permaneceu em Sena Madureira. Retomando a viagem na segunda-feira, dia 15.

TERCEIRO DIA DE VIAGEM

Josenir explica que a viagem atrasou 1 dia em razão dos problemas em um dos motores. Fez uma parada forçada em Sena Madureira, e retomou o percurso na manhã do dia 15.

CHEGANDO EM MANOEL URBANO

Josenir conta que fizeram também uma pausa em Manoel Urbano, para o almoço.

SEGUINDO PARA FEIJÓ

FIM DO TERCEIRO DIA E POUSO NA ESTRADA

QUARTO DIA DA EXPEDIÇÃO

Início do quarto dia sobrevoando o município de Feijó

ENTRE OS MUNICÍPIOS DE FEIJÓ E TARAUACÁ

CHEGANDO EM TARAUACÁ

 

CHEGANDO EM RODRIGUES ALVES

CRUZEIRO DO SUL

Veja o vídeo de sua chegada à Cruzeiro do Sul

Após pousar em Cruzeiro do Sul, e concluir com êxito sua expedição, Josenir Melo visitou uma aldeia indígena, e registrou o momento. Por amigos, foi chamado de ´Cacique dos ares´, e ´Ashaninka legítimo´. Veja a publicação.

Por Acre.com.br

Advertisement
Comentários

Comente aqui

ACRE

Balneários de Brasiléia são fechados por falta de segurança

Ac24horas, via Acre.com.br - Da Amazônia para o Mundo!

PUBLICADO

em

Os balneários Kumarurana e Jarinal, localizados na zona rural do município de Brasiléia, foram fechados no último fim de semana, pelo 5º Batalhão do Corpo de Bombeiros, sediado naquele município, por não estarem cumprindo as normas de segurança.

Bastante frequentados pela população da região da fronteira e de outros municípios do estado, os espaços de lazer foram notificados a reabrir somente depois que se adequarem às exigências legais, principalmente contratando o serviço de salva-vidas.

“O local oferece esses banhos e cobram entrada das pessoas. Os municípios de Brasiléia e Epitaciolândia tem esses profissionais devidamente treinados e qualificados que deveriam estar oferecendo segurança aos banhistas”, explicou o sargento Vivian.

A ida do Corpo de Bombeiros aos balneários, com o apoio da Polícia Militar, se deu após denúncia de irregularidades. Nos locais, foi confirmada a falta do Atestado de Funcionamento e os banhistas tiveram que deixar a água por medida de segurança.

Em um dos casos, os militares foram desacatados por um frequentador em visível estado de embriaguez. O homem recebeu voz de prisão foi detido por desacato, sendo levado à delegacia onde foi ouvido e liberado.

Os estabelecimentos poderão responder jurídica e administrativamente caso reabram sem tomar as medidas de segurança exigidas para o seu funcionamento. Entre as possíveis sanções estão multa e perda do alvará de funcionamento.

Com colaboração e fotos do jornalista Alexandre Lima.

Continue lendo

ACRE

Taxa de ocupação em leitos de UTI para a Covid-19 é de 30% no Acre

Ac24horas, via Acre.com.br - Da Amazônia para o Mundo!

PUBLICADO

em

A taxa geral de ocupação de leitos de Unidade Tratamento Intensivo (UTI) exclusivos para pacientes com a Covid-19 no Acre está em torno de 30% nesta segunda-feira (14).

Os dados são do Boletim de Assistência ao Enfrentamento da Covid-19, emitido pela Secretaria de Estado de Saúde (Sesacre). O boletim mostra a ocupação de leitos do Sistema Único de Saúde (SUS), por especialidade do leito e por regional.

Segundo dados oficiais, das 126 internações em leitos do SUS, 80 testaram positivo para Covid-19, ou seja, a maioria das pessoas que buscam atendimento médico foram infectadas pelo vírus.

Na região do Baixo Acre, que engloba as cidades de Rio Branco, Sena Madureira, Plácido de Castro e Acrelândia, das 70 Unidades de Tratamento Intensivo (UTI), 27 estão ocupadas registrando uma taxa de ocupação de 38,6%.

A menor taxa de ocupação está na região do Juruá, que engloba Cruzeiro do Sul, Tarauacá e Marechal Thaumaturgo, dos 20 leitos de UTI existentes, nenhum está ocupado, registrando 0% de ocupação. Os leitos clínicos somam 95 e 23 estão ocupados, registrando 24,2% de ocupação.

Já regional do Alto Acre, que engloba as cidades de Brasileia e Epitaciolândia, não há registro de uma ocupação de leitos de enfermaria num total de 19 leitos disponíveis. A regional do Alto Acre é a única que não tem leitos de UTI para a Covid-19.

Continue lendo

TOP MAIS LIDAS

    Feedback
    WhatsApp Fale conosco