NOSSAS REDES

Rio Branco

Vereador Juruna e Prefeita de Rio Branco Socorro Neri fazem as pazes

Editorial do Acre.com.br - Da Amazônia para o Mundo!

PUBLICADO

em

Prefeita Socorro Neri (PSB) acompanhou reconstrução de boxes no Aziz Abucater, ao lado do Vereador Juruna (PHS), o qual havia reclamado publicamente da Prefeita

.

Entenda o caso

Com a ausência da prefeita Socorro Neri (PSB) e do presidente da Câmara Municipal, Manoel Marcos (PRB), a Prefeitura de Rio Branco ficaria na terça-feira (08.05.18) sob a tutela do vereador Carlos Juruna (PHS). Entretanto, o mesmo foi boicotado, e não assumiu.

O caso rendeu polêmica e a relação institucional entre Câmara de Vereadores de Rio Branco e Prefeitura de Rio Branco, ficou estremecida.

Entretanto, mesmo revoltado por ser impedido de assumir a prefeitura de Rio Branco na terça-feira, 08, o vereador José Carlos Juruna (PHS) não guardou mágoas da prefeita Socorro Neri.

É o que parece. 48 horas depois de ter dito, durante discurso na Câmara, que a prefeitura de Rio Branco fez “sacanagem” com ele, Juruna acompanhou a prefeita socialista na entrega de 42 boxes reformados do Mercado Aziz Abucater nesta sexta-feira, 11.

O vereador, que é vice-presidente do Sindicato dos Camelôs, registrou a agenda que fez com Socorro no mercado público. Ele aparece sorridente, feliz da vida ao lado da prefeita, bem diferente do irritado Juruna da quarta passada.

“A agenda marcou a entrega da obra de reforma dos boxes dos 42 permissionários que vendem alimentação no local.  Acompanhada pelo vereador José Carlos Silva, o Juruna e pela equipe da Secretaria de Agricultura e Floresta (SAFRA), a prefeita conferiu a qualidade do trabalho realizado e ouviu os permissionários”, informa a página oficial da prefeitura de Rio Branco no Facebook. Com informações do Ac24horas

A visita à reconstrução dos boxes do Centro Comercial e Mercado Aziz Abucater
 
A reconstrução dos boxes do Centro Comercial e Mercado Aziz Abucater seguem em ritmo acelerado. Nesta sexta-feira, 11, a prefeita Socorro Neri foi ao local vistoriar o trabalho das equipes responsáveis pela obra. Acompanhada pelo diretor do Departamento Comercial da Secretaria de Agricultura e Floresta (SAFRA), José Augusto Pinheiro, pelo vereador José Carlos Silva, o Juruna, e pela presidente da Associação do Centro Comercial Aziz Abucater, Maria do Carmo Almeida, Socorro Neri conversou com os permissionário e conferiu o prazo de conclusão do trabalho.  
 .
 
 .
Na última segunda-feira, os permissionários do Centro Comercial foram surpreendidos por um incêndio de pequena proporção mas suficiente para danificar seis boxes. Dois deles ficaram totalmente queimados.
 
 “A prefeitura atuou imediatamente. Três minutos após o início do incêndio o corpo de bombeiros já estava aqui realizando seu trabalho, o que foi providencial para que o estrago não fosse ainda maior. Estamos agora apoiando a reconstrução dos boxes para que os permissionários que aqui trabalham possam retomar suas atividades o quanto antes”, esclareceu Socorro Neri.
 .
 .
Localizado na área central Rio Branco, o Centro Comercial e Mercado Aziz Abucater é um dos mais movimentados da cidade. Pelo local circulam diariamente mais de 50 mil pessoas.  Nos 145 boxes do centro comercial o consumidor encontra grande variedade de produtos e serviços.
 
  “A prefeitura está fazendo bem a sua parte, trabalhando rápido na reconstrução dos espaços, o que é muito importante, mas além do espaçõs, os comerciantes precisarão também renovar seus estoques. Neste sentido estaremos também atuando junto à Prefeitura na intermediação para que esses comerciantes tenham acesso à linha crédito para que possam repor suas mercadorias”, informou o vereador Juruna.
 
Homenagem às mães
 
Durante a visita ao Aziz Abucater, Socorro Neri foi convidada a participar de um programa de entrevista na Rádio do Calçadão. Na oportunidade, a prefeita de Rio Branco falou aos ouvintes sobre o andamento da obra de recuperação dos boxes danificados pelo fogo e fez sua homenagem a todas às mães. “Na pessoa de dona Maria do Carmo Almeida quero parabenizar todas as mães, as que estão em casa nos ouvindo, as que todos os dias fazem seu trabalho dentro ou fora de casa, que tenhamos um domingo bem feliz”, disse a prefeita. Com informações da Assessoria (Fotos: Fagner Delgado/Asscom)

ACRE

Incêndio destrói casa após criança de 3 anos brincar com isqueiro no Acre

G1AC, via Acre.com.br - Da Amazônia para o Mundo!

PUBLICADO

em

Uma casa de madeira da Vila Custódio Freire, em Rio Branco, foi consumida pelo fogo após uma criança de três anos brincar com um isqueiro dentro do quarto. O incêndio ocorreu nesta terça-feira (8) e ninguém ficou ferido.

O Corpo de Bombeiros do Acre informou que ao chegar ao local encontrou três crianças de 3, 5 e 11 anos sozinhas na casa. Os vizinhos acionaram os bombeiros.

A criança mais velha, de 11 anos, falou para os bombeiros que estava na cozinha quando o irmão caçula brincava com um isqueiro no quarto e começou o fogo. Ao perceber as chamas, a criança retirou os irmãos mais novos e pediu socorro.

A mãe das crianças estava trabalhando e foi para o local após ser avisada do incêndio.

“O combate durou cerca de 30 minutos Fomos acionados por volta das 10 horas. Era uma residência de madeira medindo cerca de dez por cinco metros”, destacou a cadete Laiza Mendonça.

Continue lendo

CRIME

No AC, pai suspeito de matar filho de 6 anos com corte no pescoço tem pedido de soltura negado pela justiça

Editorial do Acre.com.br - Da Amazônia para o Mundo!

PUBLICADO

em

Prisão foi mantida pela juíza da 1ª Vara do Júri, Luana Campos, nessa quinta-feira (3).

Capa: Pai teria matado o filho na madrugada do dia 13 de agosto e voltou a dormir — Foto: Lidson Almeida/Rede Amazônica Acre.

O pai suspeito de matar o filho de 6 anos com um corte no pescoço teve a prisão preventiva mantida pela juíza da 1ª Vara do Júri, Luana Campos, nessa quinta-feira (3). Ele foi preso em flagrante no dia 13 de agosto após o crime, no bairro Bahia Nova, na capital acreana.

A informação foi confirmada pelo Tribunal de Justiça, mas a juíza informou que não vai comentar o caso.

O crime ocorreu durante a madrugada, mas a mãe só percebeu que o filho estava morto pela manhã quando foi no quarto das crianças. Após ser preso em flagrante, o pai encaminhado para o presídio de Rio Branco no dia 14, após a juíza Andrea Brito, da Vara de Execução Penal e Medidas Alternativas, decretar a prisão dele.

Após ser descoberto, o homem tentou fugir mas foi contido, preso e levado para a Delegacia de Flagrantes por policiais civis da 1ª Regional da capital. O suspeito chegou rindo à delegacia.

Além do menino de 6 anos, o outro filho do casal, um bebê de 5 meses, dormia no berço ao lado do irmão.

Em depoimento, o servente de pedreiro falou que teve um surto pela abstinência de drogas, foi na cozinha pegar uma faca e seguiu para o quarto dos filhos.

Após degolar o filho mais velho, o suspeito voltou para a cama, deitou ao lado da mulher e dormiu até de manhã. As informações foram repassadas ao G1 pelo delegado responsável pelo caso, Frederico Tostes.

Sem arrependimentos

Além do suspeito, a polícia ouviu também a mãe das crianças e um pastor, para quem o suspeito estava trabalhando. No depoimento, o homem não demonstrou arrependimento, segundo a polícia.

“Falou que há três semanas deixou de usar drogas, na abstinência teve uma perturbação mental e fez isso. Não ficou muito claro no depoimento, não falou muito. Disse que de madrugada pegou a faca e cortou o pescoço da criança. Perguntei se ele se arrependeu e disse: ‘não é tão simples assim’. Não quis falar que estava arrependido. Sem arrependimentos”, explicou o delegado.

O suspeito teria ainda ligado para um pastor, mas não falou nada e desligou o telefone.

“Ele deitou para dormir, levantou de manhã como se nada tivesse acontecido. Ele estava indo para a igreja para sair do vício, fazendo um trabalho voluntário”, complementou Tostes.

Além do suspeito, a polícia também ouviu a mãe das crianças e o pastor como testemunhas. A mulher afirmou que o marido sempre foi cuidadoso com os filhos e nunca agrediu eles.

“Ela falou bem dele, disse que sempre foi uma pessoa boa, nunca agrediu, na hora de educar não agredia. Ela estava dormindo, não ouviu nada. Acordou de manhã com ele abrindo a porta e quando estava saindo viu a criança morta e gritou”, lamentou o delegado.

A Polícia Civil informou também que o suspeito vai ser indiciado por homicídio qualificado por motivo torpe. Por G1AC. 

Continue lendo

TOP MAIS LIDAS

    Feedback
    WhatsApp Fale conosco