NOSSAS REDES

Tecnologia

TIM investe em programas e ações para colaboradores com deficiência

Editorial do Acre.com.br - Da Amazônia para o Mundo!

PUBLICADO

em

Criação do Comitê Interno Elo Diversidade faz parte das iniciativas e busca o aperfeiçoamento da acessibilidade na companhia.

Cerca de um quarto da população brasileira é composta por pessoas com algum tipo de deficiência.  Por isso, é importante chamar atenção para assuntos como inclusão social, acessibilidade e novas oportunidades no mercado de trabalho voltadas para este público. A TIM busca sempre inovar para se tonar uma empresa cada vez mais inclusiva e investe em ações voltadas para os colaboradores com deficiência.

Há 18 anos Gabriela Paiva é uma das colaboradoras da operadora. Após uma caxumba, a profissional perdeu 100% da audição do ouvido esquerdo. Ela é gerente executiva da área comercial da TIM e divide sua experiência entre os colegas. A deficiência não foi um impedimento para a evolução em sua carreira.

O início da trajetória de Gabriela na TIM foi em Minas Gerais, na cidade de Sete Lagoas, como vendedora de uma loja. Após o fechamento do estabelecimento, ela recebeu a indicação para um processo para área de atendimento ao cliente. A vaga não foi preenchida por Gabriela, mas a oportunidade rendeu uma oferta para trabalhar em Belo Horizonte, também em uma loja.

“Costumo dizer que é mais uma questão de adaptação e transparência. Trato o assunto de forma muito aberta e sempre contei com a compreensão dos meus colegas. Se estou em uma reunião ou treinamento, busco me posicionar para ouvir melhor e, caso não entenda, peço que a pessoa repita a frase. O mais bacana é que, ao longo desses meus 18 anos na TIM, percebo a boa vontade das pessoas em ajudar”, conta a gerente executiva.

Gabriela, que hoje trabalha na sede da companhia, no Rio de Janeiro, revela que em sua equipe há mais dois colaboradores com deficiência.

“Certas características não são barreiras à deficiência, como a proatividade, a dedicação, a inovação e a liderança. As limitações não impedem o ser humano de ter habilidades que o torne um profissional capacitado para o mercado de trabalho. A TIM faz o esforço de buscar essas pessoas e trazê-las para junto da empresa e potencializar esses talentos, que podem estar escondidos. Existe um sentimento de inferioridade por parte de algumas pessoas com deficiência e estamos aqui para mostrá-las que são capazes. Acreditamos no potencial de cada uma delas”, salienta Gabriela.

O Comitê Interno Elo Diversidade, formado em julho deste ano pela operadora, tem por objetivo propor ações, desenvolver novas ideias, aperfeiçoar a acessibilidade e, além disso, fomentar novas fontes de captação de profissionais com algum tipo de limitação. Um dos frutos do comitê foi o treinamento para a capacitação dos profissionais que realizam o recrutamento das vagas, bem como o estreitamento das parcerias com as prefeituras, de forma a dar capilaridade e visibilidade às oportunidades de trabalho na TIM.

“Muito além de oferecer oportunidades, o objetivo da TIM é contribuir com o desenvolvimento e apoiar as pessoas na construção de uma carreira. Destaco um dos principais diferenciais da empresa, que é a abertura de vagas sem determinar quais são específicas para pessoas com deficiência. Qualquer oportunidade em aberto, inclusive para cargos gerenciais, pode ser preenchida por candidatos com deficiência. Basta ter a capacitação exigida para a função”, salienta Régia Barbosa, Diretora de HR Management da TIM Brasil.

Os interessados podem fazer a inscrição pelo site da operadora (www.tim.com.br | Sobre a TIM | Carreira). Não há vagas específicas para pessoas com deficiência, que podem concorrer em qualquer oportunidade, desde que tenha a capacitação e o perfil exigido.

Sobre a TIM

A TIM segue com sua missão de conectar e cuidar de cada um, para que todos possam fazer mais. Para isso, atua focada nos pilares estratégicos de oferta, infraestrutura, eficiência e experiência do cliente, com base em uma cultura interna de “accountability” e na mudança de processos e plataformas que permitam a transformação digital. A nova assinatura da marca –  “A evolução não para” – reforça o compromisso da companhia com seu Plano de Investimentos e com o objetivo de se tornar a melhor operadora de telecomunicações do Brasil.

A empresa é, desde 2015, líder em cobertura 4G no País e referência como player de ultra banda larga móvel e fixa. É ainda a única empresa do setor de telecomunicações no Novo Mercado da B3, reconhecido como nível máximo de governança corporativa, além de ser a operadora de telecomunicações há mais tempo consecutivo no Índice de Sustentabilidade Empresarial (ISE). Para mais informações, acesse www.tim.com.br. Assessoria.

Mariana Areias

Associate

M 55 61 981007879

E mareias@webershandwick.com

W www.webershandwick.com.br

Weber Shandwick Brasil

SHN Quadra 2 Térreo do Kubitschek Plaza sala 164/167 Cep 70.702-904 Brasília/DF

Advertisement
Comentários

Comente aqui

CURIOSIDADES

O Bitfoliex adquire uma nova renovação de imagem para suportar sua visão 2020

Assessoria, via Acre.com.br - Da Amazônia para o Mundo!

PUBLICADO

em

O Bitfoliex, uma solução criptoativa acaba de revelar sua plataforma intuitiva renovada no 11 de junho 2020. A plataforma tem sido popular entre os entusiastas da criptografia porque cumpre todos os requisitos básicos do complexo mercado de criptografia. A plataforma renovada tem introduzido um conjunto de novas funcionalidades focadas na segurança e se destaca nas áreas de privacidade; Segurança; Controle; Criptografia; Segurança e velocidade do usuário.

Dentro do ecossistema Bitfoliex você encontra-se uma carteira criptográfica integral, um motor de correspondência de pedidos e múltiplas funções para facilitar diferentes criptomoedas. A plataforma Bitfoliex leva a experiência da carteira criptográfica a um nível totalmente novo ao integrar criptografia de primeira classe em uma única carteira abrangente. A partir de hoje, suporta Bitcoin (BTC), Ethereum (ETH), Bitcoin Cash (BCH), Stellar (XLM) e Traxalt Tokens (TXT).

Com sua profunda equipe técnica, suporte global de diferentes comunidades, o Bitfoliex continua atraindo o interesse da indústria. Em maio de 2020, a equipe Bitfoliex propôs um roteiro de soluções de criptografia tudo em um que integra todas as necessidades diárias dos usuários de criptografia; o principal objetivo deste plano é unir toda a indústria blockchain, conectando todos os principais atores da indústria e pequenos fornecedores. Enquanto isso, o Bitfoliex tem sido muito eficaz no desenvolvimento de seu mercado na Ásia-Pacífico. A equipe Bitfoliex tem uma visão de uma indústria criptográfica aberta, ou seja, igual para todos; onde os líderes da indústria cooperam livremente uns com os outros de forma ecológica para que as indústrias líderes mundiais sejam integradas a partir de recursos de criptografia como um todo.

Um súbito boom no meio do confinamento

Como esperado pelos analistas financeiros, o atual período de fechamento, que foi imposto em meados de maio-abril, proporcionou uma estrada para o crescimento da indústria de criptografia. O Bitcoin ganhou 106% nos últimos 3 meses e com o bitcoin, muitas plataformas de soluções criptográficas relataram um aumento no número de base de clientes. De acordo com o último relatório apresentado pela equipe do Bitfoliex, a plataforma tem agora mais de 1,3 milhões de contas e diz-se que os números estão crescendo a cada dia.

A carteira Bitfoliex existe há quase dois anos e 2020 ter provado ser o ano mais produtivo para o projeto. Está fazendo o melhor para ser amigável e implementar soluções de alto nível para fazer a carteira se destacar em 2020. A proteção de ponta a ponta oferece aos usuários maior segurança e controle sobre suas moedas digitais, acima de qualquer outra solução de carteira disponível no mercado.

Continue lendo

CRIME

ATOS DE VANDALISMO PREJUDICAM SERVIÇOS DA OI OFERECIDOS AOS CLIENTES NO ACRE

Assessoria, via Acre.com.br - Da Amazônia para o Mundo!

PUBLICADO

em

Rede de cabos da Operação OI, que liga a cidade de Cruzeiro do Sul à capital Rio Branco sofre constantes atos de vandalismo. Somente nos três primeiros meses do ano os cabos já foram cortados sete vezes – a última neste final de semana – interrompendo os serviços de telefonia móvel e internet de milhares de pessoas, inclusive da população de Cruzeiro do Sul e Tarauacá.

O vandalismo praticado contra a rede da Oi no Acre, principalmente na rota entre o município de Cruzeiro do Sul e a capital, Rio Branco, tem afetado de maneira significativa os serviços de telefonia móvel e banda larga prestados pela companhia à população do estado. Nos três primeiros meses deste ano já foram registrados nessa rota sete casos. Os atos de vandalismo que ocorrem na rede que liga Cruzeiro do Sul a Rio Branco são especialmente preocupantes porque ela atende um terço do Acre, área onde estão situados os municípios de Cruzeiro do Sul e Tarauacá, que abrigam 15% da população do estado.

A companhia adota medidas preventivas que visam dificultar a depredação ou o furto de seus equipamentos telefônicos e tem investido na criação de novas equipes de manutenção, que auxiliam no monitoramento e reparo dos danos à sua rede causados por vandalismo. No Acre, o trabalho dessas equipes muitas vezes é dificultado pelo fato dos cortes dos cabos ocorrerem em locais de difícil acesso, como trechos de floresta.

A Oi colabora com os órgãos de segurança pública, fornecendo informações que possam auxiliar as investigações sobre os autores de vandalismo. A população também pode ajudar a reduzir esses atos de vandalismo, informando qualquer ocorrência através do telefone 0800 282 5531. A ligação é gratuita.

Continue lendo

TOP MAIS LIDAS

    Feedback
    WhatsApp Fale conosco