NOSSAS REDES

ACRE

PT do Acre diz que Acre está sem direção com Gladson no governo, critica Ney Amorim e cita suposta perseguição a servidores públicos

Redação do Acre.com.br - Da Amazônia para o Mundo!

PUBLICADO

em

Dirigentes do PT do Acre se reuniram nesta quinta-feira, 28, na sede do partido, no Bairro Morada do Sol, em Rio Branco, para definir algumas das pautas prioritárias da legenda após as eleições de 2018 e reafirmar a linha de oposição ao governo de Gladson Cameli.

A resolução política do diretório do partido expõe críticas ácidas à gestão de Gladson Cameli ao afirmar que há uma “sensação de que o Acre está sem direção”.

“Tal a incapacidade de gestão demonstrada até aqui. Os municípios do interior são os mais afetados, faltando desde água nas torneiras até responsáveis nas repartições, passando pela carência de médicos, desmonte das estratégias de atendimento no PS e o retorno das filas de matrículas na educação.”

De acordo com o PT, há 
uma guerra interna pela divisão dos espaços do governo Gladson inviabilizando o pleno funcionamento do Estado”.

O partido dos irmãos Jorge e Tião Viana acusa o atual governo de perseguir servidores. “Há perseguição cega aos servidores públicos de carreira, alegando que os mesmos são “petistas” e contribuíram nas gestões anteriores, esquecendo-se por completo que, no exercício de suas funções publicas, estes prestam serviços ao Estado e para o povo, independente de qual grupo politico está no governo.”

“A crise econômica que asseverávamos durante o pleito, sob a qual vivia o Acre, foi ignorada de forma irresponsável pela aliança vitoriosa. Para ganhar votos do povo, a oposição valeu-se de promessas inexequíveis, acompanhadas do bordão “Dinheiro tem, o que falta é Gestão””, afirma a resolução.

O PT vê total equívoco do atual governo na aposta da soja como um dos pilares para a economia rural local.

“Pela falta de conhecimento ou pela simples omissão, não falam ao povo que essa monocultura só pode ser implementada em uma pequena faixa de terra acreana localizada na região do Vale do Alto Acre, que possui condições de solo e relevo que possibilitam o plantio em escala, necessário para a obtenção de lucro.”

 No texto da resolução política, o Partido dos Trabalhadores cita também o ex-deputado petista Ney Amorim como um oportunista: “Aproveitamos para repudiar as atitudes oportunistas do ex-deputado Ney Amorim, que depois de ter todas as oportunidades dadas pelo PT durante sua vida política, nos traiu no processo eleitoral, constituindo alianças espúrias na briga cega pelo poder”.

 Crítica a Bolsonaro

 Para o PT do Acre, o cenário do país comandado por Jair Bolsonaro “é muito preocupante”.

“A onda conservadora que elegeu Bolsonaro presidente do Brasil trouxe consigo uma agenda de retirada de direitos da classe trabalhadora, como a reforma da previdência, inviabilizou a continuidade de programas sociais fundamentais para a garantia de dignidade aos mais pobres, como o “Mais Médicos” e o “Minha Casa, Minha Vida”, acentuou o ataque às minorias étnicas e expôs uma disposição da elite nacional de ajoelhar-se perante os interesses do mercado e do poderio econômico e militar norte-americano.”

A resolução cita ainda os escândalos envolvendo a família Bolsonaro, desde o uso de laranjas à suposta aliança com milícias do Rio de Janeiro.

Fonte/Site: Notícias da Hora.

ACRE

Balneários de Brasiléia são fechados por falta de segurança

Ac24horas, via Acre.com.br - Da Amazônia para o Mundo!

PUBLICADO

em

Os balneários Kumarurana e Jarinal, localizados na zona rural do município de Brasiléia, foram fechados no último fim de semana, pelo 5º Batalhão do Corpo de Bombeiros, sediado naquele município, por não estarem cumprindo as normas de segurança.

Bastante frequentados pela população da região da fronteira e de outros municípios do estado, os espaços de lazer foram notificados a reabrir somente depois que se adequarem às exigências legais, principalmente contratando o serviço de salva-vidas.

“O local oferece esses banhos e cobram entrada das pessoas. Os municípios de Brasiléia e Epitaciolândia tem esses profissionais devidamente treinados e qualificados que deveriam estar oferecendo segurança aos banhistas”, explicou o sargento Vivian.

A ida do Corpo de Bombeiros aos balneários, com o apoio da Polícia Militar, se deu após denúncia de irregularidades. Nos locais, foi confirmada a falta do Atestado de Funcionamento e os banhistas tiveram que deixar a água por medida de segurança.

Em um dos casos, os militares foram desacatados por um frequentador em visível estado de embriaguez. O homem recebeu voz de prisão foi detido por desacato, sendo levado à delegacia onde foi ouvido e liberado.

Os estabelecimentos poderão responder jurídica e administrativamente caso reabram sem tomar as medidas de segurança exigidas para o seu funcionamento. Entre as possíveis sanções estão multa e perda do alvará de funcionamento.

Com colaboração e fotos do jornalista Alexandre Lima.

Continue lendo

ACRE

Taxa de ocupação em leitos de UTI para a Covid-19 é de 30% no Acre

Ac24horas, via Acre.com.br - Da Amazônia para o Mundo!

PUBLICADO

em

A taxa geral de ocupação de leitos de Unidade Tratamento Intensivo (UTI) exclusivos para pacientes com a Covid-19 no Acre está em torno de 30% nesta segunda-feira (14).

Os dados são do Boletim de Assistência ao Enfrentamento da Covid-19, emitido pela Secretaria de Estado de Saúde (Sesacre). O boletim mostra a ocupação de leitos do Sistema Único de Saúde (SUS), por especialidade do leito e por regional.

Segundo dados oficiais, das 126 internações em leitos do SUS, 80 testaram positivo para Covid-19, ou seja, a maioria das pessoas que buscam atendimento médico foram infectadas pelo vírus.

Na região do Baixo Acre, que engloba as cidades de Rio Branco, Sena Madureira, Plácido de Castro e Acrelândia, das 70 Unidades de Tratamento Intensivo (UTI), 27 estão ocupadas registrando uma taxa de ocupação de 38,6%.

A menor taxa de ocupação está na região do Juruá, que engloba Cruzeiro do Sul, Tarauacá e Marechal Thaumaturgo, dos 20 leitos de UTI existentes, nenhum está ocupado, registrando 0% de ocupação. Os leitos clínicos somam 95 e 23 estão ocupados, registrando 24,2% de ocupação.

Já regional do Alto Acre, que engloba as cidades de Brasileia e Epitaciolândia, não há registro de uma ocupação de leitos de enfermaria num total de 19 leitos disponíveis. A regional do Alto Acre é a única que não tem leitos de UTI para a Covid-19.

Continue lendo

TOP MAIS LIDAS

    Feedback
    WhatsApp Fale conosco