NOSSAS REDES

CRIME

Polícia continua investigando desaparecimento de homem decapitado em vídeo no Acre

G1AC, via Acre.com.br - Da Amazônia para o Mundo!

PUBLICADO

em

A Polícia Civil continua investigando o desaparecimento de Raimundo Lacerda do Nascimento que aparece em um vídeo sendo decapitado em Rio Branco. Desde o dia 18 maio, a polícia acompanha o caso após a divulgação das imagens nas redes sociais.

De acordo com o delegado Cristiano Bastos, que comanda as investigações, o corpo ainda não foi localizado e o inquérito aguarda a conclusão de alguns laudos para que seja encerrado.

“Não surgiram novidades na investigação. Somente a conversão da prisão dos suspeitos Alys e Adriana de temporária para preventiva”, informou o delegado.

Ao todo, três pessoas foram presas suspeitas pelo crime e um menor apreendido. São eles: Arlys Almeida, mais conhecido como Pepe; Emerson Saraiva, chamado de italiano e Adriana Silveira.

De acordo com a polícia, Nascimento foi visto pela última vez no dia 15 de maio, quando conversava por meio de áudio com uma mulher que teria atraído ele ao local onde teria sido executado. Ainda conforme informações da polícia, a família fez o boletim de ocorrência no dia 17 de maio.

Além disso, logo no início das investigações, o delegado tinha informado que a vítima foi mantida em cárcere privado e em seguida torturada psicológica e física até confessar ser de uma facção criminosa rival a dos autores do crime.

Na época, a divulgação do vídeo mobilizou as forças de Segurança em Rio Branco. As imagens do homem sendo degolado de forma brutal foram gravadas no Segundo Distrito de Rio Branco e acabaram viralizando. A suspeita da polícia é que o corpo da vítima tenha sido jogado no Rio Acre.

As buscas realizadas pelo Corpo de Bombeiros foram suspensas após 30 horas de atividades de mergulho no Rio Acre. As buscas da polícia continuaram através das investigações.

Advertisement
Comentários

Comente aqui

ACRE

Morador de rua é morto a golpes de tijolo na cabeça no dia do seu aniversário em Rio Branco

Ac24horas, via Acre.com.br - Da Amazônia para o Mundo!

PUBLICADO

em

Um morador de rua identificado como Darcy da Costa Coelho, de 61 anos, mais conhecido por populares como ‘Didi’, foi agredido até a morte a golpes de tijolo no dia do seu aniversário, neste sábado, 12. O crime aconteceu por volta das 5h da manhã em uma pizzaria abandonada localizada na travessa Martiniano Prado, nas proximidades do Canal da Maternidade, no bairro Capoeira, em Rio Branco.

De acordo com informações da polícia, Darcy atualmente morava em um quarto cedido pelo proprietário da pizzaria abandonada, mas ao chegar no local para dormir encontrou um outro morador de rua identificado como Gago. A vítima e o agressor entraram em discussão e o criminoso em posse de um tijolo desferiu vários golpes que atingiu a cabeça de Darcy. Mesmo ferido, o homem ainda andou pouco metros e caiu ao lado do muro da pizzaria. Após a ação, o autor do crime fugiu do local.

Pela manhã populares que passavam pelo local encontraram ‘Didi’ caído e quando se aproximaram o encontraram morto.

A Polícia Militar foi acionada até ao local e isolou a área para os trabalhos do Perito em criminalística, que constatou que Darcy estava com um afundamento no crânio sofrido pela agressão.

A polícia colheu o nome e as características do agressor e durante patrulhamento na região não conseguiu prendê-lo.

O corpo de Darcy foi removido e encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML) para os exames cadavérico.

O caso segue sob investigação dos Agentes de Polícia Civil da Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP).

Continue lendo

ACRE

Criminoso troca tiros com a PM e morre no Pronto-Socorro

Ac24horas, via Acre.com.br - Da Amazônia para o Mundo!

PUBLICADO

em

Uma troca de tiros entre a polícia e bandidos resultou em um criminoso identificado como Rubens Mateus Barbosa Furtado, vulgo ‘Pena’, ferido com um tiro na cabeça na tarde deste sábado, 12, no residencial Calafate I, localizado na rua José Domingos, no bairro Calafate, em Rio Branco, e em sua morte ao dar entrada no Pronto-Socorro.

De acordo com informações da Polícia, ao fazer um patrulhamento de rotina na região, o criminoso ‘Pena’ e um comparsa foram avistados em uma motocicleta modelo Honda XRE. A dupla, ao perceber a aproximação da guarnição policial, efetuou vários tiros vindo a acertar a viatura. Houve uma perseguição e troca de tiros e ‘Pena’ e seu comparsa conseguiram fugir na motocicleta.

Várias viaturas da Polícia Militar foram acionadas e durante patrulhamento na região receberam informações que o bandido ‘Pena’ estava no residencial Calafate I. Foi feito um cerco policial no residencial e quando os policiais adentraram até ao apartamento de Rubens, o criminoso reagiu apontando uma arma para guarnição e foi ferido com um tiro na cabeça.

A ambulância do suporte avançado do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) foi acionada, os paramédicos prestaram os primeiros atendimentos e conduziram o ferido ao Pronto Socorro de Rio Branco. Segundo o Médico do SAMU, o paciente perdeu muita massa encefálica.

A área foi isolada pela Polícia Militar para os trabalhos do Perito em criminalística. O caso segue sob investigação dos Agentes de Polícia Civil da Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP). Segundo informações da Polícia, Rubens Mateus, após dar entrada no Pronto Socorro foi encaminhado a sala de cirurgia, mas não resistiu aos ferimentos e morreu.

Continue lendo

TOP MAIS LIDAS

    Feedback
    WhatsApp Fale conosco