NOSSAS REDES

CORONAVÍRUS

No Acre, evangélicos pedem a volta de cultos com apenas 30% dos fiéis, durante pandemia de Covid-19

G1AC, via Acre.com.br - Da Amazônia para o Mundo!

PUBLICADO

em

Cultos estão suspensos desde decreto governamental que proíbe aglomerações. Ameacre diz que encontros religiosos são essenciais neste momento; governo avalia.

Capa: Durante pandemia de Covid-19, evangélicos propõem volta de cultos com apenas 30% dos fiéis no AC — Foto: Divulgação/IBB.

As igrejas evangélicas do Acre já estão ensaiando retomar as atividades religiosas em meio à pandemia do coronavírus. Para evitar aglomeração e manter o distanciamento, a Associação dos Ministros Evangélicos do Acre (Ameacre) estuda fazer escalas de cultos e reduzir em 30% a quantidade de fiéis nas igrejas.

As atividades religiosas, incluindo cultos, missas, procissões e qualquer outra, estão suspensas desde o dia 20 de março, quando o governo determinou a suspensão dos serviços não essenciais como combate à Covid-19.

No último dia 17, o governador Gladson Cameli prorrogou, até o dia 4 de maio, o decreto que suspende as atividades não essenciais. Porém, a abertura de bares, boates e igrejas só deve ocorrer a partir do dia 30 de maio.

Com isso, a presidência da Ameacre está em tratativa com o governo do Estado para que os encontros religiosos voltem a acontecer.

Porém, a porta-voz do governo, Mirla Miranda, disse que ainda não há nada confirmado e nem definido sobre o possível retorno.

“Estamos tentando verificar se nossa ajuda nesta situação traz resultados positivos. A princípio, entendemos toda preocupação do governo e somos parceiros nesse sentido. Todo mundo foi pego de surpresa e precisávamos que o povo fosse educado na prevenção e passamos a produzir cultos on-line”, explicou o pastor e presidente da Ameacre, Paulo Machado.

O pastor frisou que os cultos e celebrações religiosas são necessidades humanas sociais que ajudam tanto no psicológico como no bem estar espiritual das pessoas.

“Tem que ter a preocupação psicológica e espiritual. Se não tiver harmonia nessas coisas não tem uma sociedade próspera. A igreja exerce esse papel de manutenção, portanto, esse serviço precisa ser intensificado à medida que se prolongue a quarentena, evitamos um problema e damos oportunidade para outros”, argumentou.

Na segunda-feira (27), o Acre ultrapassou o número de 300 infectados pela Covid-19. A quantidade de mortos pela doença subiu de 11 para 14 no estado.

Retorno de cultos

Para esse possível retorno, Machado garantiu que todos os cuidados com o distanciamento, higienização, uso de máscaras e os demais para evitar a proliferação do coronavírus serão tomados.

A sugestão também inclui as igrejas realizarem mais de um culto por dia para atender todos os fiéis.

“Nossa ideia seria culto com número de pessoas reduzido, com apenas 30% da capacidade do espaço, onde tinha 100 cadeiras deixa só 30 respeitando o espaçamento, evitando que o grupo de risco participe; ter circulação de ar; higienização e fiscalização do pessoal que vai entrar. A direção da igreja faz dois cultos, aquele pessoal que não conseguiu entrar no primeiro culto volta no segundo. Com isso, vai revezando dentro e não vai ficar lotado”, destacou.

Mesmo com as sugestões, Machado diz que aguarda o posicionamento do governo e que não há pressão para reaberturas. Ele ressaltou que tudo deve ocorrer com segurança e cuidados para priorizar a saúde das pessoas

“Estamos solidário com o governo para observar a escala de aumento de casos. Precisamos de segurança para isso. Queremos fazer do serviço, mas precisa de segurança. Estamos conseguindo controlar e o número de contaminação está dentro do esperado? Estamos esperando os relatórios. A decisão é do governo e não existe pressão nesse sentido, mas muita consciência e o desejo de a gente vencer isso junto”, concluiu.

Advertisement
Comentários

Comente aqui

ACRE

Acre chega a 25.408 pessoas infectadas pelo novo coronavírus e tem 624 mortes confirmadas

Editorial do Acre.com.br - Da Amazônia para o Mundo!

PUBLICADO

em

Mais uma morte foi divulgada no boletim deste sábado (5) sendo a vítima do sexo masculino.

O Acre tem 159 novos casos de Covid-19, de acordo com o boletim da Secretaria Estadual de Saúde (Sesacre) deste sábado (5). No total, são 25.408 infectados pela doença. O último boletim contabilizava 25.249. Mais uma pessoa foi a óbito fazendo o número de mortes subir de 623 para 624 vítimas.

Há ainda 44 amostras em análise pelo Laboratório Charles Mérieux e pelo Laboratório Central de Saúde Pública do Acre, o Lacen-AC. O número de pessoas que tiveram alta da doença é de 20.105.

O estado está em contaminação comunitária desde o dia 9 de abril, com uma taxa de incidência é de 2.905,8 casos para cada 100 mil habitantes e a de mortalidade é de 71,4 para o mesmo grupo.

Neste sábado, a taxa de ocupação é de 45,5%, uma vez que dos 90 leitos de UTI específicos para casos graves de pacientes com Covid-19, 41 estão ocupados. Os leitos de UTI estão concentrados em Rio Branco, com 70 vagas, e Cruzeiro do Sul, com 20.

Mortes por cidades

Cidades com óbitosÓbitos totaisNovos registros
Acrelândia90
Assis Brasil90
Brasileia190
Bujari60
Capixaba70
Cruzeiro do Sul570
Epitaciolândia130
Feijó180
Jordão10
Mâncio Lima101
Marechal Thaumaturgo10
Plácido de Castro80
Porto Acre150
Porto Walter20
Rio Branco3880
Rodrigues Alves70
Santa Rosa do Purus20
Sena Madureira110
Tarauacá140
Xapuri130
Senador Guiomard120
Manoel Urbano20
Total6241

Continue lendo

CORONAVÍRUS

Acre tem 25.249 pessoas infectadas pelo novo coronavírus e 623 mortes confirmadas, diz Sesacre

Editorial do Acre.com.br - Da Amazônia para o Mundo!

PUBLICADO

em

Mais uma morte foi divulgada no boletim desta sexta-feira (4) sendo a vítima do sexo feminino.

O Acre tem 114 novos casos de Covid-19, de acordo com o boletim da Secretaria Estadual de Saúde (Sesacre) desta sexta-feira (4). No total, são 25.249 infectados pela doença. O último boletim contabilizava 25.135. Mais uma pessoa foi a óbito fazendo o número de mortes subir de 622 para 623 vítimas.

Há ainda 52 amostras em análise pelo Laboratório Charles Mérieux e pelo Laboratório Central de Saúde Pública do Acre, o Lacen-AC. O número de pessoas que tiveram alta da doença é de 20.011.

O estado está em contaminação comunitária desde o dia 9 de abril, com uma taxa de incidência é de 2.887,6 casos para cada 100 mil habitantes e a de mortalidade é de 71,2 para o mesmo grupo.

Nesta sexta, a taxa de ocupação é de 44,4%, uma vez que dos 90 leitos de UTI específicos para casos graves de pacientes com Covid-19, 40 estão ocupados. Os leitos de UTI estão concentrados em Rio Branco, com 70 vagas, e Cruzeiro do Sul, com 20.

Mortes por cidades

Cidades com óbitosÓbitos totaisNovos registros
Acrelândia90
Assis Brasil90
Brasileia190
Bujari60
Capixaba70
Cruzeiro do Sul570
Epitaciolândia130
Feijó180
Jordão10
Mâncio Lima90
Marechal Thaumaturgo10
Plácido de Castro80
Porto Acre150
Porto Walter20
Rio Branco3881
Rodrigues Alves70
Santa Rosa do Purus20
Sena Madureira110
Tarauacá140
Xapuri130
Senador Guiomard120
Manoel Urbano20
Total6231

Continue lendo

TOP MAIS LIDAS

    Feedback
    WhatsApp Fale conosco