NOSSAS REDES

CRIME

Mulher que perdeu bebê após ser agredida por amante diz sofrer ameaças no interior do Acre

G1AC, via Acre.com.br - Da Amazônia para o Mundo!

PUBLICADO

em

Após quase dois meses internada no hospital no Hospital de Urgência e Emergência de Rio Branco (Huerb), a jovem Mônica Conceição, 21 anos, foi liberada pela equipe médica na semana passada. Ela voltou para Cruzeiro do Sul, interior do estado, onde mora com a família e foi vítima de uma tentativa de feminicídio no dia 30 de março.

Mônica teve que passar por cinco cirurgias, duas na cabeça, que foi atingida com dois golpes profundos de faca que afetaram a massa encefálica, uma no braço que fraturou com um golpe e outra na perna direta, que também teve fratura com cortes de facão. A mulher ainda teve dois dedos da mão decepados.

A jovem ficou vários dias na UTI e ainda teve infecção generalizada. Por conta das lesões, ela perdeu o filho que esperava há 4 meses. No dia 30 de abril, Mônica saiu da UTI e passou por mais um procedimento cirúrgico na perna.

Na última semana, ela foi liberada pelos médicos e retornou para a comunidade do Badejo do Meio, onde mora em Cruzeiro do Sul.

“Estou melhor, mas ainda estou preocupada porque sofremos ameaça toda hora. Ninguém dorme nem que preste. Mas, mesmo assim, estou mais tranquila porque fiquei com medo de não ver meus filhos de novo e agora já estou perto deles”, contou Mônica ao G1.

A vítima é casada com Anazildo da Silva, de 34 anos, mas foi vítima de um homem com o qual teria se relacionado durante um período de quatro meses, quando ficou grávida. O marido decidiu perdoar a mulher reatar o relacionamento.

Por não aceitar o fim do caso com a mulher, o amante decidiu tentar matá-la enquanto ela tomava banho. Um filho de Mônica, de 3 anos, e a mãe dela que tentou defendê-la, também foram feridos com golpes de facão.

“Fui ferida em três cantos e o menino também levou um golpe no pé, mas já está cicatrizado. Agora ainda estamos muito abalados. Todos da família estamos traumatizados, com medo das ameaças que estamos sofrendo”, conta Maria Sandra da Conceição, mãe da vítima.

O suspeito João Gomes da Silva, de 33 anos, foi preso quatro dias após o crime, no momento que tentava embarcar em um ônibus para Rio Branco. Ele assumiu que era pai da criança que estava para nascer, mas negou ter cometido as agressões contra a mulher, a mãe dela e a criança. Silva foi encaminhado para a penitenciária, onde continua aguardando uma decisão da justiça

Advertisement
Comentários

Comente aqui

ACRE

Morador de rua é morto a golpes de tijolo na cabeça no dia do seu aniversário em Rio Branco

Ac24horas, via Acre.com.br - Da Amazônia para o Mundo!

PUBLICADO

em

Um morador de rua identificado como Darcy da Costa Coelho, de 61 anos, mais conhecido por populares como ‘Didi’, foi agredido até a morte a golpes de tijolo no dia do seu aniversário, neste sábado, 12. O crime aconteceu por volta das 5h da manhã em uma pizzaria abandonada localizada na travessa Martiniano Prado, nas proximidades do Canal da Maternidade, no bairro Capoeira, em Rio Branco.

De acordo com informações da polícia, Darcy atualmente morava em um quarto cedido pelo proprietário da pizzaria abandonada, mas ao chegar no local para dormir encontrou um outro morador de rua identificado como Gago. A vítima e o agressor entraram em discussão e o criminoso em posse de um tijolo desferiu vários golpes que atingiu a cabeça de Darcy. Mesmo ferido, o homem ainda andou pouco metros e caiu ao lado do muro da pizzaria. Após a ação, o autor do crime fugiu do local.

Pela manhã populares que passavam pelo local encontraram ‘Didi’ caído e quando se aproximaram o encontraram morto.

A Polícia Militar foi acionada até ao local e isolou a área para os trabalhos do Perito em criminalística, que constatou que Darcy estava com um afundamento no crânio sofrido pela agressão.

A polícia colheu o nome e as características do agressor e durante patrulhamento na região não conseguiu prendê-lo.

O corpo de Darcy foi removido e encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML) para os exames cadavérico.

O caso segue sob investigação dos Agentes de Polícia Civil da Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP).

Continue lendo

ACRE

Criminoso troca tiros com a PM e morre no Pronto-Socorro

Ac24horas, via Acre.com.br - Da Amazônia para o Mundo!

PUBLICADO

em

Uma troca de tiros entre a polícia e bandidos resultou em um criminoso identificado como Rubens Mateus Barbosa Furtado, vulgo ‘Pena’, ferido com um tiro na cabeça na tarde deste sábado, 12, no residencial Calafate I, localizado na rua José Domingos, no bairro Calafate, em Rio Branco, e em sua morte ao dar entrada no Pronto-Socorro.

De acordo com informações da Polícia, ao fazer um patrulhamento de rotina na região, o criminoso ‘Pena’ e um comparsa foram avistados em uma motocicleta modelo Honda XRE. A dupla, ao perceber a aproximação da guarnição policial, efetuou vários tiros vindo a acertar a viatura. Houve uma perseguição e troca de tiros e ‘Pena’ e seu comparsa conseguiram fugir na motocicleta.

Várias viaturas da Polícia Militar foram acionadas e durante patrulhamento na região receberam informações que o bandido ‘Pena’ estava no residencial Calafate I. Foi feito um cerco policial no residencial e quando os policiais adentraram até ao apartamento de Rubens, o criminoso reagiu apontando uma arma para guarnição e foi ferido com um tiro na cabeça.

A ambulância do suporte avançado do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) foi acionada, os paramédicos prestaram os primeiros atendimentos e conduziram o ferido ao Pronto Socorro de Rio Branco. Segundo o Médico do SAMU, o paciente perdeu muita massa encefálica.

A área foi isolada pela Polícia Militar para os trabalhos do Perito em criminalística. O caso segue sob investigação dos Agentes de Polícia Civil da Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP). Segundo informações da Polícia, Rubens Mateus, após dar entrada no Pronto Socorro foi encaminhado a sala de cirurgia, mas não resistiu aos ferimentos e morreu.

Continue lendo

TOP MAIS LIDAS

    Feedback
    WhatsApp Fale conosco