NOSSAS REDES

BRASIL

Lula, Temer e Moro são os maiores alvos de notícias falsas

Editor do Acre.com.br - Da Amazônia para o Mundo!

PUBLICADO

em

Levantamento inédito mostra quais nomes aparecem com maior frequência nos posts com “fake news” sobre política brasileira publicados no Facebook
O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), o presidente Michel Temer (PMDB) e o juiz federal Sergio Moro (Adriano Machado/Reuters/Sergio Dutti/VEJA).
O ex-presidente Lula é o nome mais citado em notícias falsas sobre política publicadas por páginas do Facebook no Brasil.
É o que mostra um levantamento inédito de VEJA, publicado na edição desta semana da revista, que contabilizou os alvos mais frequentes de fake news, que são o tema da capa da revista desta semana (leia aqui).
O presidente Michel Temer e o juiz Sergio Moro ocupam a segunda e a terceira posição no ranking, seguidos pelo ministro do STF Gilmar Mendes, pelo senador Aécio Neves, pela ex-presidente Dilma Rousseff, pelo deputado Jair Bolsonaro, pela ministra do STF Cármen Lúcia, pelo ex-governador do Rio Sérgio Cabral e pelo deputado federal Jean Wyllys.
A pesquisa examinou cerca de 12 000 postagens de doze páginas do Facebook conhecidas por divulgar mentiras falsas. Isolou 4591 campeãs de compartilhamento e identificou, entre elas, 534 postagens com notícias inverídicas sobre política – misturadas a mentiras de outros temas, como saúde e economia, e a textos verdadeiros.
Outra classificação inédita do levantamento, como mostra o quadro, é o viés das notícias -positivo, negativo ou neutro. Para essa análise, foram levadas em conta as reações do público ao post (corações ou ícones de raiva, por exemplo).
Nesse aspecto, o deputado federal Jair Bolsonaro (sétimo entre os mais citados) é um caso único de maioria de fake news de viés positivo, caso de 67% das postagens. O parlamentar Jean Wyllys, na lista dos dez mais, é o único envolvido sempre em manchetes negativas.
*Foram consideradas as 4591 postagens campeãs de compartilhamento entre cerca de 12 000 publicações das páginas “Apoiamos a Operação Lava Jato – Juiz Sergio Moro”, “Bruno Gagliasso Amor e Fé”, “Click Política”, “Diário do Brasil”, “Operação Militar”, “Pensa Brasil”, “Pensa Brasil 2”, “Platão Brasil”, “Por um Brasil Melhor”, “Mexeu com o General Mourão, Mexeu com Toda Nação”, “Notícias Brasil On-line”, “Você Precisa Saber” (Arte/VEJA)
Outros nomes
Completam a classificação dos 30 alvos mais frequentes de notícias falsas da política brasileira o deputado federal Tiririca (10 notícias falsas); o procurador Deltan Dallagnol (9 notícias falsas); o apresentador Luciano Huck (8 notícias falsas); o presidente da Câmara, Rodrigo Maia, e o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso (7 notícias falsas cada); a senadora Gleisi Hoffmann (6 notícias falsas); a deputada federal Maria do Rosário (5 notícias falsas); a procuradora-geral da República, Raquel Dodge, o general Edson Leal Pujol, a ex-primeira-dama Marisa Letícia Lula da Silva e Fábio Luís Lula da Silva, o Lulinha (4 notícias falsas cada); o general Antonio Hamilton Mourão, a advogada Janaína Paschoal e o senador Renan Calheiros (3 notícias falsas cada); o ministro do STF Alexandre de Moraes, o ex-ministro Antonio Palocci, o senador Edison Lobão, o ex-governador Eduardo Campos, o ex-deputado federal Eduardo Cunha, a deputada federal Érika Kokay, o ex-ministro Geddel Vieira Lima, o ex-presidente José Sarney, o ministro do STF Marco Aurélio Mello, o desembargador João Pedro Gebran Neto, a primeira-dama, Marcela Temer, o ex-procurador-geral da República Rodrigo Janot e o deputado federal Paulo Maluf (2 notícias falsas cada).
Desde janeiro de 2017, VEJA conta com o blog Me Engana que Eu Posto, especializado em desmentir notícias falsas. O leitor pode colaborar no combate às manchetes mentirosas enviando sugestões via WhatsApp ao número (11) 9 9967-9374.
Com reportagem de Guilherme Venaglia, Marina Rappa e Ricardo Helcias.
14/01/2018, às 15:30 hs.
Da Amazônia para o Mundo! 

ACRE

Brasileiros querem volta das aulas apenas após vacina da Covid-19

Ac24horas, via Acre.com.br - Da Amazônia para o Mundo!

PUBLICADO

em

Para 72% dos brasileiros das classes A, B e C, os estudantes só devem voltar a ter aulas presenciais depois que uma vacina para o novo coronavírus estiver disponível, segundo pesquisa Ibope divulgada pelo jornal “O Globo” nesta segunda-feira (7).

O levantamento foi feito entre os dias 21 e 31 de agosto, pela internet, com 2.626 pessoas com mais de 18 anos e das classes A, B e C. O nível de confiança é de 95% dentro da margem de erro de 2 pontos percentuais para mais ou para menos.

Continue lendo

BRASIL

Aborto Realizado: Médicos interrompem gravidez da menina de 10 anos que foi abusada pelo próprio tio

Assessoria, via Acre.com.br - Da Amazônia para o Mundo!

PUBLICADO

em

De acordo com o portal A Gazeta, a equipe médica do Centro Integrado de Saúde Amaury de Medeiros, para onde foi levada a menina de 10 anos que ficou grávida após ser abusada pelo tio, já terminou a primeira etapa do aborto.

O médico Olimpio Barbosa de Morais Filho foi o responsável pelo procedimento e segundo ele, a menina poderá voltar para o Espírito Santo nesta quarta-feira (19), mas ainda não foi confirmado oficialmente quando ela receberá alta hospitalar.

O aborto foi autorizado pela Justiça do Espírito Santo, com um procedimento onde é ministrada uma injeção com medicamentos que resulta no óbito do feto e isto já foi feito.

Na madrugada de hoje começou a segunda etapa do procedimento, que é retirar o feto já sem vida e isto será realizado através de medicamentos.

O processo é concluído quando for realizada a limpeza total do útero da menina, que primeiramente foi internada no Hospital das Clínicas, em Vitória, só que a equipe médica de lá não quis fazer o aborto, alegando que a legislação vigente não poderia ser aplicada neste caso devido a idade gestacional.

A princípio foi dito que a menina estava no terceiro mês de gestação, mas exames posteriores revelaram que era o quinto mês. A criança foi levada para um hospital em Recife, onde o aborto então foi realizado e está sendo concluído hoje.

Ainda de acordo com o portal A Gazeta, familiares se mostraram favoráveis à interrupção da gravidez da menina. Um grupo de religiosos chegou a ir até a entrada do hospital protestar contra o aborto na noite de ontem.

VIA: PortalR7notícias

Continue lendo

TOP MAIS LIDAS

    Feedback
    WhatsApp Fale conosco