NOSSAS REDES

BRASIL

KIDY DESEMBARCA NO MERCADO CHINÊS Tecnologia e conforto da marca brasileira chegam ao país através de joint venture com a empresa Hiersun

Assessoria, via Acre.com.br - Da Amazônia para o Mundo!

PUBLICADO

em

Reconhecida no Brasil e no exterior pela excelência de suas criações, a Kidy Calçados se diferencia no mercado com suas peças que aliam o que há de melhor em termos de tecnologia e inovação para proporcionar saúde e conforto para os pés dos pequenos aventureiros. A marca, que já está presente em mais de 42 países, desembarca também na China, através de uma parceria firmada com o Grupo Hiersun.

Estudando e trabalhando há mais de 20 anos com o mercado chinês, Ricardo Gracia, sócio e Diretor de Desenvolvimento e Inovação da Kidy, buscou adentrar com a marca no local para atender a uma demanda de um público com alto poder aquisitivo que procura por produtos importados, em especial calçados com excelente qualidade.

A partir daí, a Kidy teve suas estruturas visitadas por investidores e uniu forças com a Hiersun, empresa que possui mais de 750 pontos de vendas no segmento de joias, para uma parceria movida pela excelência em qualidade, tecnologia e conforto característicos da marca. De categoria premium, os produtos para o mercado chinês possuem design de personalidade, confeccionados em couro e pedrarias e aliados a alta tecnologia, característica que faz parte do DNA Kidy, para atender a parcela do público que busca por luxo made in Brazil. “Dar este passo é importante não só para a Kidy, mas também para o calçado brasileiro, visto que estamos levando a o nosso padrão de excelência e qualidade no jeito de produzir calçados para todo o mundo. Além disso, nossa demanda produtiva vai aumentar consideravelmente, gerando mais empregos e oportunidades no Brasil”.  declara Ricardo.

Com aproximadamente 18 milhões de crianças chinesas nascendo por ano, o país representa um mercado promissor para a Kidy, que desembarca com 20 mil pares por mês produzidos nas sedes de Birigui e Três Lagoas no primeiro ano, ampliando para 40 mil pares ao mês no segundo ano e para 60 mil pares ao mês no terceiro. A parceria entre as empresas foi intermediada pela INVEST SP, que inaugurou um escritório em Shangai, pela comitiva do Governador João Doria. A parceria entre a Kidy e a Hiersun é o primeiro negócio deste acordo com a China.

Saúde e conforto com certificação do IBTeC

Para a Kidy, calçados não são apenas calçados, ainda mais na infância, que requer cuidados extras para com o desenvolvimento das crianças. A empresa investe alto em tecnologia e inovação para criar calçado que proporcionem saúde, conforto e respeitam cada fase do desenvolvimento infantil, trazendo tecnologias exclusivas, que são testadas e certificadas pelo IBTeC (Instituto Brasileiro de Tecnologia de Couro, Calçados e Artefatos). Saiba mais em www.kidy.com.br/tecnologias.

EMPRESA – Inaugurada em 1990, a marca infantil de calçados Kidy tem planta industrial em Birigui/SP e filial no Mato Grosso do Sul. Agregando alta tecnologia às melhores matérias-primas existentes no setor, a Kidy é referência na produção de calçados inovadores e confortáveis para crianças e adolescentes. Presente em mais de 42 países, a fabricante emprega cerca de dois mil funcionários. Veja mais em www.kidy.com.br. A Kidy  foi eleita pelos lojistas brasileiros como a melhor indústria calçadista infantil do Brasil, recebendo o Prêmio Destaque & Garra de Ouro em 2019.

Mais informações:

Mídia Help Assessoria de Imprensa – 51.3065-1210 ou 51.30651204

Gisele Forte – gisele@midiahelp.com.br – 51.998896710

Rosa Lemes – rosa@midiahelp.com.br – 51.995188700

Advertisement
Comentários

Comente aqui

ACRE

Brasileiros querem volta das aulas apenas após vacina da Covid-19

Ac24horas, via Acre.com.br - Da Amazônia para o Mundo!

PUBLICADO

em

Para 72% dos brasileiros das classes A, B e C, os estudantes só devem voltar a ter aulas presenciais depois que uma vacina para o novo coronavírus estiver disponível, segundo pesquisa Ibope divulgada pelo jornal “O Globo” nesta segunda-feira (7).

O levantamento foi feito entre os dias 21 e 31 de agosto, pela internet, com 2.626 pessoas com mais de 18 anos e das classes A, B e C. O nível de confiança é de 95% dentro da margem de erro de 2 pontos percentuais para mais ou para menos.

Continue lendo

BRASIL

Aborto Realizado: Médicos interrompem gravidez da menina de 10 anos que foi abusada pelo próprio tio

Assessoria, via Acre.com.br - Da Amazônia para o Mundo!

PUBLICADO

em

De acordo com o portal A Gazeta, a equipe médica do Centro Integrado de Saúde Amaury de Medeiros, para onde foi levada a menina de 10 anos que ficou grávida após ser abusada pelo tio, já terminou a primeira etapa do aborto.

O médico Olimpio Barbosa de Morais Filho foi o responsável pelo procedimento e segundo ele, a menina poderá voltar para o Espírito Santo nesta quarta-feira (19), mas ainda não foi confirmado oficialmente quando ela receberá alta hospitalar.

O aborto foi autorizado pela Justiça do Espírito Santo, com um procedimento onde é ministrada uma injeção com medicamentos que resulta no óbito do feto e isto já foi feito.

Na madrugada de hoje começou a segunda etapa do procedimento, que é retirar o feto já sem vida e isto será realizado através de medicamentos.

O processo é concluído quando for realizada a limpeza total do útero da menina, que primeiramente foi internada no Hospital das Clínicas, em Vitória, só que a equipe médica de lá não quis fazer o aborto, alegando que a legislação vigente não poderia ser aplicada neste caso devido a idade gestacional.

A princípio foi dito que a menina estava no terceiro mês de gestação, mas exames posteriores revelaram que era o quinto mês. A criança foi levada para um hospital em Recife, onde o aborto então foi realizado e está sendo concluído hoje.

Ainda de acordo com o portal A Gazeta, familiares se mostraram favoráveis à interrupção da gravidez da menina. Um grupo de religiosos chegou a ir até a entrada do hospital protestar contra o aborto na noite de ontem.

VIA: PortalR7notícias

Continue lendo

TOP MAIS LIDAS

    Feedback
    WhatsApp Fale conosco