NOSSAS REDES

Brasília

Imagem de Bolsonaro ensinando menina a imitar arma é criticada por presidenciáveis

Editorial do Acre.com.br - Da Amazônia para o Mundo!

PUBLICADO

em

Durante evento em Goiânia na quinta (19), o presidenciável segurou no colo uma menina, aparentando de 3 a 4 anos.

Foto: O pré-candidato Jair Bolsonaro (PSL-RJ) ensina criança a fazer o gesto de uma arma – Mais Goiás

Uma imagem em que o pré-candidato à Presidência Jair Bolsonaro (PSL) ensina uma criança a fazer com a mão o gesto de uma arma empunhada gerou polêmica nas redes sociais, inclusive entre presidenciáveis.

Durante evento em Goiânia na quinta-feira (19), o presidenciável segurou no colo uma menina, aparentando de 3 a 4 anos, e a ensinou a simular uma arma com as mãos. Ele colocou o polegar dela em riste e esticou o indicador para a frente, fazendo um “L” entre os dois dedos.

“O inominável fez, na mão de um ser ainda tão indefeso, o gesto de uma arma. O BR q eu sonho viver é aquele em q nenhuma criança seja submetida a violências. Em que educação forme brasileirinhos p/ a paz. A imagem é tão violenta q o sorriso do inominável deve ser apenas um deboche”, escreveu Manuela D’Ávila, presidenciável do PC do B.

O ato também foi criticado por Marina Silva (Rede) e Guilherme Boulos (PSOL).

“Como mãe e professora, fiquei estarrecida ao ver um candidato ensinar uma criança a fazer gesto de revólver com as mãos. As mãos de uma criança devem ser treinadas para pegar em lápis e caderno, e jamais em armas”, publicou a ex-senadora.

Já Boulos, afirmou que a foto provocou nojo. “Eu como pai sinto nojo e lamento uma pessoa dessa estar solta por aí destilando ódio. Bolsonaro não é um adversário eleitoral, é adversário do Brasil.”

A Folha tentou contato com a assessoria de Bolsonaro e com o próprio parlamentar, mas não obteve resposta.

Aliado do presidenciável e um dos parlamentares que o acompanhava na agenda em Goiânia, o delegado Waldir (PSL-GO) disse que a cena “não tem nada de mais”.

“O Bolsonaro não estava ensinando nenhuma ideologia de gênero não”, disse, justificando que o gesto foi feito, segundo ele, a pedido dos próprios pais da menina.

O deputado disse que trata-se de um símbolo que é marca sua e de seus eleitores e afirma que ele fez ato semelhante ao votar contra a ex-presidente Dilma Rousseff e contra o presidente Michel Temer.

“Crianças de três, quatro, cinco anos são treinadas nos Estados Unidos [a usar armas]. Isso é uma forma de disciplina naquele país, que é de primeiro mundo”, disse. “É uma marca de coragem, de atitude.” Folha SP.

Advertisement
Comentários

Comente aqui

ACRE

Agências promovem curso sobre eleições na pandemia e doam recursos para entidades filantrópicas

Assessoria, via Acre.com.br - Da Amazônia para o Mundo!

PUBLICADO

em

As agências Arawá e Comuni+Ação promovem nos dias 12, 13 e 14 de agosto o curso “Comunicação para a Eleição 2020”. Voltada para auxiliar os pré-candidatos a elaborar estratégias de vários aspectos da área com foco no processo eleitoral durante a pandemia do novo coronavírus, a atividade será realizada de forma virtual pela plataforma Zoom das 19h às 21h e destinará 30% do valor total arrecadado para uma entidade filantrópica com atuação em Rio Branco.

As inscrições devem ser feitas por meio do endereço eletrônico https://www.eleicao20.com/ e custam R$ 100. O pagamento pode ser feito por meio de boleto bancário, cartão de crédito ou débito e transferência, os dados bancários para a última opção estão disponíveis no site do evento. Os interessados também podem entrar em contato pelo número 68 99913-6763. Temas como dinâmica da mídia, cuidado com a imagem do candidato, gestão de crise de imagem, administração das redes sociais, forma correta de produção de vídeos e artes serão discutidos.

De acordo com Paulo Santiago, jornalista das duas empresas, o conteúdo elaborado foi pensado a partir das limitações que a campanha eleitoral terá de forma presencial devido às medidas de distanciamento social. Ele afirma que as redes sociais terão um papel ainda maior no pleito deste ano, superando o pleito eleitoral de 2018, e que serão um dos principais meios de contato direto com as pessoas. Aspectos técnicos como Calendário Eleitoral também serão tratados.

“Temos uma inesperada pandemia que impôs uma realidade jamais pensada por qualquer pessoa. Com a mudança de data da pré-campanha, campanha e o dia de votação os pré-candidatos precisam se reorganizar, e muitos ainda não trabalham a comunicação com o público-alvo. Durante três dias vamos ensinar os participantes a atuar com as ferramentas disponíveis e fazer uma boa relação com as pessoas que eles pretendem alcançar neste período”, explica o jornalista.

Com mais de 20 anos de atuação no mercado, o também jornalista Freud Antunes, sócio da Comunic+Ação, destaca que uma comunicação eficiente é essencial para que os pretensos candidatos alcancem sucesso. “Comunicar da forma correta é imprescindível para que as ideias que você tem sejam incorporadas por outras pessoas. Nossa proposta é dar o caminho para que as pessoas sejam entendidas de forma clara e objetiva nos grupos que pretendem chegar”.

Continue lendo

ACRE

Especialistas realizam curso Comunicação para a Eleição 2020

Assessoria, via Acre.com.br - Da Amazônia para o Mundo!

PUBLICADO

em

Táticas de comunicação voltadas para pré-candidatos e assessores durante a pandemia

O evento de três dias apresentará técnicas e ferramentas para as eleições 2020.

Será oferecido certificado aos participantes por 6 horas de curso.

Para maiores informações, o interessado pode falar diretamente com os palestrantes ou realizar o cadastro de pré-inscrição aqui.

Clique aqui para comprar.

Conheça os especialistas responsáveis pelas aulas:

Continue lendo

TOP MAIS LIDAS

    Feedback
    WhatsApp Fale conosco