NOSSAS REDES

Cruzeiro do Sul

Há quase dois meses sem pagamento, médicos do Hospital do Juruá podem parar

Avatar

PUBLICADO

em

Há quase dois meses sem pagamento, os médicos do Hospital do Juruá podem paralisar o atendimento a partir do dia 12 caso não haja o depósito das remunerações. A decisão foi tomada na noite de segunda-feira (05) depois de uma última tentativa de negociação.

Segundo do presidente do Sindicato dos Médicos do Acre (Sindmed-AC), Ribamar Costa, se não houver o pagamento, os profissionais deverão manter apenas os serviços de urgência e emergência.

“A decisão foi tomada depois de várias tentativas de se buscar uma resolução para o problema. Todos possuem família e dependem do dinheiro para pagar contas, então a decisão da classe é de parar caso não seja atendida a reivindicação”, explicou o sindicalista.

O Hospital do Juruá é administrado pela Associação Nossa Senhora da Saúde (Ansau), uma ONG que recebe recursos do governo do Estado para manter a instituição de saúde em funcionamento.

Os atrasos nos pagamentos são recorrentes, chegando a prejudicar os trabalhadores desde 2014. Um dos casos mais graves foi registrado em dezembro do ano passado, quando os servidores ficaram sem os recursos de dezembro e janeiro.

“Esse governo sempre se gaba por nunca ter atrasado salários, mas, como é visto, eles cometem sim essa irregularidade, chegando a deixar trabalhadores da saúde sem recursos por meses seguidos, o que é um desrespeito com as famílias e com os trabalhadores que passam finais de semana e feriados de plantão”, protestou o presidente do Sindmed-AC.

Ao todo, 41 médicos podem cruzar os braços caso não haja o pagamento. Assessoria.

Cruzeiro do Sul

Após protestos de motoristas, Procon-AC notifica 20 postos de combustível de Cruzeiro do Sul

G1AC, via Acre.com.br - Da Amazônia para o Mundo!

PUBLICADO

em

Procon-AC notificou 20 postos de combustível após gasolina chegar a R$ 5,70 no município.

CAPA: Litro da gasolina, em Cruzeiro do Sul, chegou a R$ 5,70 — Foto: Gledson Albano/Rede Amazônica Acre. 

Vinte postos de combustível do município de Cruzeiro do Sul, no interior do Acre, foram notificados pelo Instituto de Proteção e Defesa do Consumidor (Procon-AC) após protestos contra o aumento no preço da gasolina.

Uma onda de protestos tomou a cidade acreana na última semana após o litro da gasolina subir para R$ 5,70. Um grupo de mototaxistas e motoristas de aplicativos se reuniu em frente ao Ministério Público Estadual (MP-AC), na segunda (24), e depois os participantes saíram em carreata e fizeram um buzinaço.

Os manifestantes também foram até alguns postos e abasteceram com R$ 2 como forma de protesto.

Três dias depois, os manifestantes fecharam a ponte que fica sobre o Rio Juruá. O protesto foi pacífico, mas a Polícia Militar acompanhou a manifestação.

Após as manifestações, equipes do Procon foram até os postos de combustível verificar a situação. Ao G1, o diretor-presidente do Procon-AC, Diego Rodrigues, explicou que todos os proprietários de postos que existem na cidade foram notificados.

“Foram notificados para comprovar o preço praticado. Precisam apresentar a nota fiscal de compra e venda do combustível dos últimos três meses e queremos saber se o aumento dado é somente repassado pela Petrobras ou está havendo excesso na margem de lucro desse postos de combustível”, destacou.

Continue lendo

Cruzeiro do Sul

Caminhão de lixo pega fogo no Centro de Cruzeiro do Sul e bombeiros são acionados para conter chamas

G1AC, via Acre.com.br - Da Amazônia para o Mundo!

PUBLICADO

em

Incêndio ocorreu na noite dessa quarta-feira (26). Duas guarnições do Corpo de Bombeiros foram acionadas para atender a ocorrência.

capa: Caminhão de lixo pega fogo no centro de Cruzeiro do Sul — Foto: Gledson Albano/Rede Amazônica Acre. 

Duas guarnições do Corpo de Bombeiros foram acionadas na noite dessa quarta-feira (26) para conter as chamas de um caminhão de lixo que incendiou, no Centro de Cruzeiro do Sul, interior do Acre, enquanto servidores faziam coleta.

“De repente, o motorista não sabe o que aconteceu, mas o lixo que estava no baú do carro começou a pegar fogo”, contou o comandante dos Bombeiros na cidade, capitão José Oliveira.

Os bombeiros que foram acionados tiveram dificuldades porque a tampa do baú que comprime o lixo, teve as mangueiras hidráulicas estouradas devido à temperatura e foi preciso utilizar uma pá mecânica para poder levantar a tampa, retirar o lixo, para poder apagar o fogo.

“Foi removido o lixo e combatido o incêndio e, graças a Deus, a viatura foi salva, só com algumas avarias na questão hidráulica na tampa que comprime o entulho, mas já vai voltar a funcionar”, acrescentou comandante.

O comandante disse que a causa do incêndio ainda deve ser apurada para que possa ter uma resposta do que aconteceu. Ninguém se feriu.

Continue lendo

TOP MAIS LIDAS

    Feedback
    WhatsApp Fale conosco