NOSSAS REDES

ACRE

Gladson Cameli pode pagar carro pela demissão de Ednaldo Gomes

Contilnet, via Acre.com.br - Da Amazônia para o Mundo!

PUBLICADO

em

Uma das grandes injustiças que poderá acontecer, e já está marcada para acontecer, será a destituição do jornalista Ednaldo Gomes do cargo de diretor das rádios AM e FM de Sena Madureira. Gladson vem sendo atormentado dia e noite pelo prefeito Mazinho Serafim para que Ednaldo deixe o cargo. E anotem ai: Gladson pode pagar caro, muito caro ao se comover com os choromingos de Serafim, que já lhe humilhou por várias vezes em público.

Sem amarras

O governador decidiu enviar uma pessoa de Rio Branco para assumir a função. Essa pessoa terá que estar desamarrada de Serafim e de Ghelen Diniz, que nas próximas eleições irão se digladiar na disputa para a Prefeitura de Sena.

Ao Ednaldo

Ao colega Ednaldo Gomes vai aqui o meu abraço solidário. Sei dos problemas de saúde por quais você está passando, e que nem mesmo assim baixou a cabeça. Sei também o quanto você lutou para ser um dos jornalistas mais respeitados e amados do nosso Vale do Iaco, e do Acre. Sei da sua luta para recuperar as duas rádios de Sena, que estavam só a sucata. Tenha certeza, amigo, que essa nuvem negra, carregada e ruim, vai passar. Você é maior do que tudo isso.

Sempre sobra

O problema dessas brigas políticas é que sempre sobra para os órgãos públicos, que muitas vezes são dirigidos por pessoas sem experiência e de caráter duvidoso.

Já deveria saber

Durante meus 54 anos de vida nunca tinha visto a população de Sena Madureira tão apavorada, com tanto medo. Isso é ruim para a democracia e para o próprio governador, que já deveria saber muito bem quem está ao seu lado por ideais e por conveniência.

Se alui, Ghelem!

Tive um tempo curto na vida política. Acredito que a inexperiência e algumas tolices ajudaram a desembarcar dessa canoa tão cheia de traições e falsidade. Mas que também carrega gente honesta e de bom coração. Mas, acreditem, nunca corri de uma boa briga. E se eu estivesse hoje no lugar do deputado Ghelen Diniz (ele indicou Ednaldo para o cargo), estaria em campo de guerra com os perseguidores desse grande homem da imprensa senamadureirense. Hoje é o Ednaldo, amanhã poderá ser qualquer um de vocês, seja quem ocupa cargo público ou um cidadão comum que ousar dizer não.

Olha o punhal

Glasdon, que surfa na onda popular, já é considerado o governador mais amado de todos os tempos. Isso, por mérito dele, que sempre foi uma pessoa alegre, extrovertida e, diga de passagem, humilde e democrático. Não tem necessidade de ficar atendendo a caprichos de quem quer que seja. Cuidado com o punhal, Gladson!

O escorpião e o sapo

Cameli precisa entender que uma vez escorpião, sempre escorpião. Não se muda a natureza das pessoas. E algumas delas, assim como a fábula do escorpião e o sapo, preferem morrer, e levar junto seu adversário, ou amigo.

Propositivo

O deputado Roberto Duarte (MDB) tem feito um mandato propositivo e, diga-se de passagem, participativo. Tem visitado os municípios e entrado dentro das escolas com palestras jurídicas. É atuante e muito autêntico. Na sessão solene de 75 anos de aniversário da Rádio Difusora Acreana, falando em nome do parlamento, fez rasgados elogios ao governador Gladson Cameli.

Em tempo

A coletiva promovida pelo Palácio Rio Branco para apresentar as medidas de combate aos focos ativos de incêndio no Acre foi em tempo. O decreto de emergência destacado leva em consideração, entre outros aspectos, a escassez de chuvas e a umidade relativa do ar, fatos que aumentam os riscos de incêndios florestais e queimadas urbanas, potencializando danos à saúde e ao meio ambiente.

Recursos financeiros

O governo federal depois de aceitar ajuda internacional liberou recursos ao Ministério da Defesa para o combate a incêndios em sete dos nove estados da Amazônia. O Acre foi incluído. O valor havia sido contingenciado do montante voltado para Operações de Garantia da Lei e da Ordem (GLO) que tinham orçamento aprovado de R$ R$ 47,5 milhões. Desse total, cerca de R$ 7,1 milhões já estava sendo utilizado.

Sete pragas

A cada manifestação do presidente Jair Bolsonaro, parece que aproximamos a Amazônia das sete pragas do Egito. A verdade é que existe muita informação e desinformação em torno desse tema. É acertada a decisão do presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM) de montar uma comissão especial para dialogar com o parlamento europeu.

Jorge antenado

O ex-senador Jorge Viana tenta, mesmo fora do mandato, colaborar com o debate sobre desmatamento, gravou vídeo para as redes sociais. De forma técnica ele reconhece que houve aumento no desmatamento e da pacificação entre floresta e produtores. “Os dados mostram aumento de 80% no aumento de desmatamento e essa tendência é perigosa”, diz o trecho do vídeo.

Frase quente!

O advogado, jornalista, bel. em Letras/Espanhol e auditor da Receita do Acre aposentado, Joaquim José Castro, lançou mais fumaça sobre a polêmica nacional que envolve o Estado. “Vivi 38 anos no Acre e sempre houve queimadas, sem necessidade desse pânico e alarde de ecologistas de gabinetes!”, questionou. E disse mais: “Querem sim, é nos manter no atraso e levarem nossas riquezas disfarçadamente”. Tá no blog do Evandro Cordeiro.

Atenta

A deputada Vanda Milani está batendo firme em cima dessa questão das queimadas na Amazônia. Vanda, segue atenta e vem debatendo o tema com muita prudência e responsabilidade.

Gabinete institucional

O governador Gladson Cameli vai repetir a regra da Expoacre em Rio Branco e montar seu gabinete institucional no Juruá. Será na casa do ex-prefeito Vagner Sales. Palestras sobre genética leiteira acontecem durante os quatro dias de feira. A avenida Mâncio Lima está interditada e os trabalhos seguem em ritmo acelerado.

Liberdade e dignidade

Essas foram as duas palavras mais usadas no discurso do governado Gladson Cameli durante a solenidade de 75 anos da Rádio Difusora Acrena na Assembleia Legislativa do Estado do Acre. Cameli foi muito aplaudido, principalmente, quando garantiu aos radialistas Nilda Dantas e Reginaldo Cordeiro, a Ordem da Estrela do Acre pelos relevantes serviços prestados.

Agenda no interior

Cameli estava tão à vontade, que cancelou sua ida à Brasília, determinando o encontro com o presidente Jair Bolsonaro ao vice-governador Major Rocha. Ele hoje cumpre agenda nas cidades de Feijó (Ac) e Tarauacá. Na quinta, ele abre oficialmente a ExpoJuruá.

Mais verbas

O vice-governador Major Rocha garantiu uma emenda de R$ 300 mil para a recuperação do prédio antes utilizado pelo Tribunal de Justiça que abrigará um auditório para a Rádio Difusora Acreana. A emenda será destinada pela irmã, deputada Mara Rocha (PSDB). Com o espaço revitalizado, o diretor Raimundo Fernandes pretende resgatar os programas de auditórios que fizeram sucesso nas décadas de 80 e 90.

Saúde em foco

No mesmo evento solene de radiofusão, o governador do Acre assinou a ordem de serviços para retomada das obras do Instituto de Traumatologia (Into). A garantia é que o prédio seja entregue no final do ano, antes do Natal.

Britânica

Antes de participar do ato de assinatura da ordem de serviço para o Into, a secretária Mônica Feres pagou geral com o cerimonial do Palácio Rio Branco. Ela chegou pontualmente às 9 horas para um coffee break. Depois, participou da solenidade.

Passa bem

A assessoria do presidente da Assembleia Legislativa do Acre não informou, mas o deputado estadual Nicolau Júnior (Progressistas) teve complicações com sua saúde na viagem que fez à São Paulo. O progressista estava acompanhado da irmã, a primeira dama do estado, Ana Paula Cameli. Ele passa bem e presidiu a sessão do parlamento nesta terça-feira.

Advertisement
Comentários

Comente aqui

ACRE

Balneários de Brasiléia são fechados por falta de segurança

Ac24horas, via Acre.com.br - Da Amazônia para o Mundo!

PUBLICADO

em

Os balneários Kumarurana e Jarinal, localizados na zona rural do município de Brasiléia, foram fechados no último fim de semana, pelo 5º Batalhão do Corpo de Bombeiros, sediado naquele município, por não estarem cumprindo as normas de segurança.

Bastante frequentados pela população da região da fronteira e de outros municípios do estado, os espaços de lazer foram notificados a reabrir somente depois que se adequarem às exigências legais, principalmente contratando o serviço de salva-vidas.

“O local oferece esses banhos e cobram entrada das pessoas. Os municípios de Brasiléia e Epitaciolândia tem esses profissionais devidamente treinados e qualificados que deveriam estar oferecendo segurança aos banhistas”, explicou o sargento Vivian.

A ida do Corpo de Bombeiros aos balneários, com o apoio da Polícia Militar, se deu após denúncia de irregularidades. Nos locais, foi confirmada a falta do Atestado de Funcionamento e os banhistas tiveram que deixar a água por medida de segurança.

Em um dos casos, os militares foram desacatados por um frequentador em visível estado de embriaguez. O homem recebeu voz de prisão foi detido por desacato, sendo levado à delegacia onde foi ouvido e liberado.

Os estabelecimentos poderão responder jurídica e administrativamente caso reabram sem tomar as medidas de segurança exigidas para o seu funcionamento. Entre as possíveis sanções estão multa e perda do alvará de funcionamento.

Com colaboração e fotos do jornalista Alexandre Lima.

Continue lendo

ACRE

Taxa de ocupação em leitos de UTI para a Covid-19 é de 30% no Acre

Ac24horas, via Acre.com.br - Da Amazônia para o Mundo!

PUBLICADO

em

A taxa geral de ocupação de leitos de Unidade Tratamento Intensivo (UTI) exclusivos para pacientes com a Covid-19 no Acre está em torno de 30% nesta segunda-feira (14).

Os dados são do Boletim de Assistência ao Enfrentamento da Covid-19, emitido pela Secretaria de Estado de Saúde (Sesacre). O boletim mostra a ocupação de leitos do Sistema Único de Saúde (SUS), por especialidade do leito e por regional.

Segundo dados oficiais, das 126 internações em leitos do SUS, 80 testaram positivo para Covid-19, ou seja, a maioria das pessoas que buscam atendimento médico foram infectadas pelo vírus.

Na região do Baixo Acre, que engloba as cidades de Rio Branco, Sena Madureira, Plácido de Castro e Acrelândia, das 70 Unidades de Tratamento Intensivo (UTI), 27 estão ocupadas registrando uma taxa de ocupação de 38,6%.

A menor taxa de ocupação está na região do Juruá, que engloba Cruzeiro do Sul, Tarauacá e Marechal Thaumaturgo, dos 20 leitos de UTI existentes, nenhum está ocupado, registrando 0% de ocupação. Os leitos clínicos somam 95 e 23 estão ocupados, registrando 24,2% de ocupação.

Já regional do Alto Acre, que engloba as cidades de Brasileia e Epitaciolândia, não há registro de uma ocupação de leitos de enfermaria num total de 19 leitos disponíveis. A regional do Alto Acre é a única que não tem leitos de UTI para a Covid-19.

Continue lendo

TOP MAIS LIDAS

    Feedback
    WhatsApp Fale conosco