NOSSAS REDES

BRASIL

Ginasta Natália Gaudio conquista o bronze no Pan-Americano

Agência Brasil, via Acre.com.br - Da Amazônia para o Mundo!

PUBLICADO

em

Natália Gaudio levou a ginástica rítmica brasileira de volta ao pódio dos Jogos Pan-Americanos ao conquistar hoje (3) a medalha de bronze no individual geral, superando por 0,05 ponto a também brasileira Bárbara Domingos.

As norte-americanas Evita Griskenas (75,825 pontos) e Camila Feeley (70,725 pontos) ficaram com o ouro e a prata, respectivamente.

As ginastas brasileiras empataram com 67,150 na pontuação geral, que soma os resultados em quatro aparelhos, mas Natália acabou levando a melhor no critério de desempate, que soma os pontos do critério execução, no qual obteve 28,35, ante 28,30 de Bárbara.

“A disputa foi muito boa, bem acirrada. Mas a gente mostrou que o nosso trabalho tá melhorando, o Brasil tá subindo porque conquistamos terceiro e quarto”, disse Natália após a final em entrevista publicada pelo Comitê Olímpico Brasileiro (COB).

O desempenho no arco foi crucial para que Natália chegasse à medalha. Ela obteve 18,300 pontos no aparelho, a segunda maior nota, o que compensou o erro que cometeu em seguida, ao deixar cair a bola, aparelho no qual obteve apenas 14,500. Neste sábado, ela marcou 17,800 nas maças e 16,550 na fita.

Ambas as ginastas brasileiras ainda vão disputar medalhas nas finais por aparelhos, que serão disputadas neste domingo (4) e na segunda-feira (5): Natália no arco, nas maças e na fita e Bárbara em todos os aparelhos, incluindo a bola.

A única outra medalha brasileira no individual geral da ginástica rítmica em Jogos Pan-Americanos havia sido conquistada em 2011, em Guadalajara, por Angélica Kvieczynski.

Tênis
Na semifinal do tênis, o mineiro João Menezes, 22 anos, conseguiu virar o placar neste sábado e derrotar o argentino Facundo Bagnis, ouro no Pan de Toronto em 2015, por 2 sets a 1, com parciais de 4/6, 6/2 e 6/4. A partida durou duas horas.

Na final, Menezes enfrentará o vencedor da partida entre o argentino Guido Andreozzi e o chileno Tomás Barrios.

Ao avançar em Lima, Menezes praticamente garantiu uma vaga nos Jogos Olímpicos de Tóquio, em 2020, necessitando para isso somente manter-se entre os 300 primeiros do ranking mundial até junho do ano que vem.

O último ouro do Brasil no tênis simples em Jogos Pan-Americanos foi conquistado em 2007, no Rio de Janeiro, por Flávio Saretta.

Nas duplas, as tenistas Luisa Stefani e Carol Meligeni conquistaram o bronze numa partida acirrada contra as chilenas Daniela Seguel e Alexa Guarachi. Após perderem o primeiro set, as brasileiras conseguiram empatar e depois salvar um match point das adversárias no tie-break, antes de selar a vitória. O placar foi 2 a 1, com parciais de 2/6, 7/5 e 11-9.

Mais cedo neste sábado, Carol Meligeni foi derrotada na semifinal simples e, com isso, encerrou o sonho de repetir o ouro do tio Fernando Meligeni no Pan, conquistado em 2003. Carol perdeu por 2 sets a 0 (7/6 e 6/2) para a norte-americana Caroline Dolehide e segue para a disputa do bronze no simples.

Advertisement
Comentários

Comente aqui

ACRE

Brasileiros querem volta das aulas apenas após vacina da Covid-19

Ac24horas, via Acre.com.br - Da Amazônia para o Mundo!

PUBLICADO

em

Para 72% dos brasileiros das classes A, B e C, os estudantes só devem voltar a ter aulas presenciais depois que uma vacina para o novo coronavírus estiver disponível, segundo pesquisa Ibope divulgada pelo jornal “O Globo” nesta segunda-feira (7).

O levantamento foi feito entre os dias 21 e 31 de agosto, pela internet, com 2.626 pessoas com mais de 18 anos e das classes A, B e C. O nível de confiança é de 95% dentro da margem de erro de 2 pontos percentuais para mais ou para menos.

Continue lendo

BRASIL

Aborto Realizado: Médicos interrompem gravidez da menina de 10 anos que foi abusada pelo próprio tio

Assessoria, via Acre.com.br - Da Amazônia para o Mundo!

PUBLICADO

em

De acordo com o portal A Gazeta, a equipe médica do Centro Integrado de Saúde Amaury de Medeiros, para onde foi levada a menina de 10 anos que ficou grávida após ser abusada pelo tio, já terminou a primeira etapa do aborto.

O médico Olimpio Barbosa de Morais Filho foi o responsável pelo procedimento e segundo ele, a menina poderá voltar para o Espírito Santo nesta quarta-feira (19), mas ainda não foi confirmado oficialmente quando ela receberá alta hospitalar.

O aborto foi autorizado pela Justiça do Espírito Santo, com um procedimento onde é ministrada uma injeção com medicamentos que resulta no óbito do feto e isto já foi feito.

Na madrugada de hoje começou a segunda etapa do procedimento, que é retirar o feto já sem vida e isto será realizado através de medicamentos.

O processo é concluído quando for realizada a limpeza total do útero da menina, que primeiramente foi internada no Hospital das Clínicas, em Vitória, só que a equipe médica de lá não quis fazer o aborto, alegando que a legislação vigente não poderia ser aplicada neste caso devido a idade gestacional.

A princípio foi dito que a menina estava no terceiro mês de gestação, mas exames posteriores revelaram que era o quinto mês. A criança foi levada para um hospital em Recife, onde o aborto então foi realizado e está sendo concluído hoje.

Ainda de acordo com o portal A Gazeta, familiares se mostraram favoráveis à interrupção da gravidez da menina. Um grupo de religiosos chegou a ir até a entrada do hospital protestar contra o aborto na noite de ontem.

VIA: PortalR7notícias

Continue lendo

TOP MAIS LIDAS

    Feedback
    WhatsApp Fale conosco