NOSSAS REDES

BRASIL

Gasolina: Operação Estanque da PRF e MP desarticula quadrilha que adulterava combustíveis

Editorial do Acre.com.br - Da Amazônia para o Mundo!

PUBLICADO

em

Esquema criminoso funcionava nos estados do Piauí e Maranhão

A Polícia Rodoviária Federal (PRF), em ação conjunta com o Ministério Público do Estado do Piauí (MP/PI), Ministério Público do Trabalho (MPT) e Agência Nacional do Petróleo (ANP), desencadearam a Operação Estanque, para desarticular uma quadrilha que adulterava combustíveis, realizada na manhã desta quarta-feira (23), em municípios do Piauí e do Maranhão.

Ao todo, foram cumpridos 16 mandados de prisão e 24 de busca e apreensão. Ainda foram apreendidos cerca de 38 mil litros de combustíveis, R$ 17.550 e duas armas de fogo. As buscas acontecerem em Peritoró/MA, Capitão de Campos/PI e Teresina/PI, município este que concentrava a maioria dos alvos e onde se desenvolveu o esquema criminoso. Entre os presos e conduzidos estão empresários, motoristas e comerciantes.

Como funcionava o esquema criminoso – Durante a investigação, que teve início há oito meses a partir de uma denúncia anônima, os agentes públicos flagraram a quadrilha fazendo a mistura de combustível com água, que depois era distribuído para postos de abastecimento. O objetivo era aumentar o lucro com a venda.

O cliente que comprava estes combustíveis “batizados” era lesado duas vezes – ela pagava por um combustível de baixa qualidade, pois continha água e, ainda tomava um prejuízo por conta do baixo rendimento do motor; sem esquecer nos danos que o combustível de baixa qualidade provoca nos veículos. Algumas operações de adulteração eram realizadas ao lado de uma escola municipal. Por serem clandestinas, havia alto risco de explosões, fato que colocava a vida dos alunos, professores e funcionários em grande perigo.

Durante o cumprimento dos mandados de prisão, busca e apreensão, os 113 policiais rodoviários federais ainda apreenderam duas espingardas, 25 munições, 39 aparelhos celulares, quatro caminhões-tanque, um caminhão bitrem, além de computadores, HDs, pen-drives, agendas e documentos. Por Agência PRF.

Advertisement
Comentários

Comente aqui

ACRE

Brasileiros querem volta das aulas apenas após vacina da Covid-19

Ac24horas, via Acre.com.br - Da Amazônia para o Mundo!

PUBLICADO

em

Para 72% dos brasileiros das classes A, B e C, os estudantes só devem voltar a ter aulas presenciais depois que uma vacina para o novo coronavírus estiver disponível, segundo pesquisa Ibope divulgada pelo jornal “O Globo” nesta segunda-feira (7).

O levantamento foi feito entre os dias 21 e 31 de agosto, pela internet, com 2.626 pessoas com mais de 18 anos e das classes A, B e C. O nível de confiança é de 95% dentro da margem de erro de 2 pontos percentuais para mais ou para menos.

Continue lendo

BRASIL

Aborto Realizado: Médicos interrompem gravidez da menina de 10 anos que foi abusada pelo próprio tio

Assessoria, via Acre.com.br - Da Amazônia para o Mundo!

PUBLICADO

em

De acordo com o portal A Gazeta, a equipe médica do Centro Integrado de Saúde Amaury de Medeiros, para onde foi levada a menina de 10 anos que ficou grávida após ser abusada pelo tio, já terminou a primeira etapa do aborto.

O médico Olimpio Barbosa de Morais Filho foi o responsável pelo procedimento e segundo ele, a menina poderá voltar para o Espírito Santo nesta quarta-feira (19), mas ainda não foi confirmado oficialmente quando ela receberá alta hospitalar.

O aborto foi autorizado pela Justiça do Espírito Santo, com um procedimento onde é ministrada uma injeção com medicamentos que resulta no óbito do feto e isto já foi feito.

Na madrugada de hoje começou a segunda etapa do procedimento, que é retirar o feto já sem vida e isto será realizado através de medicamentos.

O processo é concluído quando for realizada a limpeza total do útero da menina, que primeiramente foi internada no Hospital das Clínicas, em Vitória, só que a equipe médica de lá não quis fazer o aborto, alegando que a legislação vigente não poderia ser aplicada neste caso devido a idade gestacional.

A princípio foi dito que a menina estava no terceiro mês de gestação, mas exames posteriores revelaram que era o quinto mês. A criança foi levada para um hospital em Recife, onde o aborto então foi realizado e está sendo concluído hoje.

Ainda de acordo com o portal A Gazeta, familiares se mostraram favoráveis à interrupção da gravidez da menina. Um grupo de religiosos chegou a ir até a entrada do hospital protestar contra o aborto na noite de ontem.

VIA: PortalR7notícias

Continue lendo

TOP MAIS LIDAS

    Feedback
    WhatsApp Fale conosco