NOSSAS REDES

CAPA

FÓRUM DE TARAUACÁ: TJAC abre editais para titularização de unidades judiciárias

Editorial do Acre.com.br - Da Amazônia para o Mundo!

PUBLICADO

em

Escolhas são destinadas Vara Criminal da Comarca de Tarauacá e Vara Cível da Comarca de Feijó.

O Tribunal de Justiça do Acre (TJAC) abriu concurso para provimento de titularidade da Vara Criminal da Comarca de Tarauacá e Vara Cível da Comarca de Feijó. Os editais estão publicados na edição Diário da Justiça Eletrônico de n° 6.048 (fls. 124 e 125).

Vara Criminal da Comarca de Tarauacá

Para Vara Criminal da Comarca de Tarauacá, o Edital nº 02/2018 estabelece que o cargo será provido por ato de remoção por merecimento entre juízes de Direito de Entrância Final e, não havendo pretendentes, mediante promoção, pelo mesmo critério, entre os juízes de Entrância Inicial, que satisfaçam os requisitos constitucionais, legais e regimentais.

Os magistrados interessados em concorrer ao certame poderão requerer inscrição dirigida à presidente do TJAC, no prazo comum de dez dias, a contar da a publicação do edital no Diário da Justiça Eletrônico.

O certame será regido pela Resolução n.º 106/2010, do Conselho Nacional de Justiça, Resolução TPADM n. º 193/2015 e pelo Regimento Interno deste Pretório naquilo que não conflitar com os normativos em comento.

Os candidatos ao certame serão intimados de cada ato do processo a partir da publicação dos despachos e decisões no Diário da Justiça Eletrônico, correndo, igualmente, os prazos para a prática de atos também da intimação pelo mesmo modelo.

Vara Cível da Comarca de Feijó

Para a Vara Cível da Comarca de Feijó, o edital nº 03/2017, estabelece que o cargo vago será provido por ato de remoção por antiguidade entre juízes de Direito de Entrância Final e, não havendo pretendentes, mediante promoção, pelo mesmo critério, entre os juízes de Entrância Inicial, que satisfaçam os requisitos constitucionais, legais e regimentais.

O processo de escolha abrange, independentemente de inscrição, todos os magistrados posicionados na carreira, à exceção daqueles que, até o momento da sessão de julgamento, venham manifestar expressamente o propósito de não concorrer ao certame.

Os candidatos serão intimados de cada ato do processo a partir da publicação dos despachos e decisões no Diário da Justiça Eletrônico, correndo, igualmente, os prazos para a prática de atos também da intimação pelo mesmo modelo.

A presidente do Poder Judiciário Acreano, desembargadora Denise Bonfim, leva em consideração para a publicação dos editais, o desligamento voluntário da magistrada Selecina Henrique Locatelli, que titularizava a Vara Criminal da Comarca de Tarauacá/AC e decisão proferida nos autos do Processo Administrativo n.º 0100279-97.2017.8.01.0000, que resultou na promoção, pelo critério de antiguidade, do magistrado Marlon s Machado para a Vara de Proteção à Mulher e de Execuções Penais da Comarca de Cruzeiro do Sul.

Por GECOM/TJAC.

Advertisement
Comentários

Comente aqui

ACRE

Homem é morto com pelo menos dois tiros e encontrado atrás de centro de recuperação em Rio Branco

G1AC, via Acre.com.br - Da Amazônia para o Mundo!

PUBLICADO

em

Antônio Luan Viana de Lima foi morto na noite dessa segunda-feira (7) com pelo menos dois disparos de arma de fogo. O Crime ocorreu na Travessa Sucupira, no bairro Calafate, em Rio Branco.

O Centro Integrado de Operações em Segurança Pública (Ciosp) informou que a ocorrência foi gerada ainda como tentativa de homicídio, mas quando a guarnição chegou ao local, ele já estava morto.

Lima teria saído de uma área de mata e foi encontrado atrás de um centro de recuperação nas proximidades do campo do Vaz ferido e pedindo socorro. O solicitante também informou à polícia que não chegou a ouvir o disparos e não soube repassar mais informações.

A Polícia Militar ao chegar ao local já encontrou a vítima morta, segundo o Ciosp. O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência e Emergência (Samu) também foi acionado, mas apenas constatou o óbito de Lima.

O local foi isolado para os trabalhos da perícia técnica e o corpo do homem foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML) para realizar os exames cadavéricos.

Continue lendo

ACRE

Após 56 dias internada, técnica de enfermagem morre por complicações de Covid-19 em Rio Branco

G1AC, via Acre.com.br - Da Amazônia para o Mundo!

PUBLICADO

em

A gente não tem, nesse momento, mais palavras para expressar a mulher guerreira, batalhadora, que estava ali sempre ajudando muitas pessoas”. É assim que Luzineide da Silva Correia, cunhada da técnica de enfermagem Rosinalda de Macedo Bastos, de 38 anos, expressa a dor da perda dela.

Rosinalda, que era mais conhecida como Rose, morreu nesta segunda-feira (7) após 56 dias internada na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Pronto-Socorro de Rio Branco, vítima de complicações de Covid-19.

“A Rose, para nós, representava uma pessoa guerreira, batalhadora, uma pessoa que sempre lutou para ajudar o próximo, as pessoas que estavam doentes. É uma perda muito grande para a família e para a saúde”, lamentou a cunhada em entrevista à Rede Amazônica Acre, na manhã desta terça (8).

O pronto-socorro da capital acreana foi também o local onde Rose passou parte de sua vida. Ela atuava na linha de frente no hospital, na UTI da ala Covid-19, antes de adoecer. A Secretaria Estadual de Saúde do Acre (Sesacre) informou que a morte da servidora deve constar no boletim desta terça.

“Ela trabalhava na linha de frente no combate à Covid-19, na UTI, então, para gente, é uma dor que não tem palavras para explicar porque mais um na enfermagem que se foi, na saúde”, disse Luzineide.

Dias de luta

A cunhada contou que Rose lutou 56 dias contra a doença, se curou, mas teve outras bactérias e morreu por complicações da doença. A informação também foi confirmada pela direção do PS, que disse que ela teve Covid-19, depois os exames deram negativo, e ela morreu por complicações devido a infecções.

Além disso, Luzineide acrescentou que após os exames darem negativo, Rose voltou ao trabalho e duas semanas depois começou a sentir febre, foi quando ela precisou ser internada.

“Quando a gente soube que tinha renovado, a nossa preocupação aumentou porque ela estava trabalhando dentro da UTI da ala Covid no pronto-socorro”, acrescentou.

Luzineide acrescentou que a cunhada deixa saudades a todos e que a família ainda está muito abalada.

“A família está muito abalada, muitas pessoas vieram prestar homenagem aqui e os amigos que ela deixou uma saudade imensa no nosso coração, a família está sem entender, porque a Rose deixou um legado muito grande, deixou filhos”, concluiu.

Colaborou o repórter Lidson Almeida de Rede Amazônica Acre

Continue lendo

TOP MAIS LIDAS

    Feedback
    WhatsApp Fale conosco