NOSSAS REDES

CORONAVÍRUS

Dispositivo brasileiro inovador reduz as dores causadas pela fibromialgia em 60%

Editorial do Acre.com.br - Da Amazônia para o Mundo!

PUBLICADO

em

Pesquisadores brasileiros desenvolveram um novo equipamento que reduz consideravelmente a dor de pacientes com fibromialgia – uma síndrome que provoca dores fortes por todo o corpo durante longos períodos e que até hoje não tem tratamento definitivo.

Foto: Equipamento desenvolvido no Brasil faz aplicações simultâneas de laser e ultrassom nas mãos, com ação analgésica e anti-inflamatória.

A novidade do aparelho criado na Universidade de São Paulo (USP) em São Carlos, no interior paulista, está na conjugação do laser com o ultrassom, compondo o que os pesquisadores chamam de “ultralaser”. Em testes feitos com humanos, ele conseguiu reduzir as dores em mais de 60%.

As aplicações duram apenas três minutos e são feitas duas vezes por semana em 10 sessões no total.

“São duas inovações no mesmo estudo: o equipamento e o protocolo de tratamento. Ao fazer a emissão conjugada de ultrassom e laser conseguimos normalizar o limiar de dor do paciente. Já o tratamento na palma das mãos contrapõe o tipo de atendimento feito hoje, muito focado nos pontos de dor,” disse Antônio de Aquino Júnior, pesquisador da USP em São Carlos.

A outra novidade que o pesquisador citou é a aplicação do tratamento nas palmas das mãos. A técnica mostrou uma ação analgésica e anti-inflamatória melhor do que o tratamento feito nos locais das dores espalhados pelo corpo.

Como consequência da redução da dor, os pacientes tiveram melhora no sono, na capacidade de executar tarefas cotidianas e na qualidade de vida.

Testes

Os primeiros testes do aparelho foram feitos com 48 mulheres, de 40 a 65 anos, diagnosticadas com fibromialgia na Santa Casa de Misericórdia de São Carlos.

Três grupos de oito voluntárias receberam emissões de laser, ultrassom ou a conjugação de ultrassom e laser na região do músculo trapézio. Os outros três grupos, com mesmo número de pacientes, tiveram como foco do tratamento as palmas das mãos.

Os resultados mostraram que o tratamento realizado nas mãos foi mais eficiente para os três tipos de técnicas, sendo que o tratamento com a combinação de laser e ultrassom ofereceu melhoras significativas aos pacientes.

Redução da dor

Na comparação entre ultrassom, laser e ultralaser aplicados no músculo trapézio, houve um percentual de diferença de 57% na melhora de funcionalidade e 63% na redução de dor para o grupo de ultralaser.

Já na comparação entre o tratamento no músculo trapézio e na palma das mãos com ultralaser, houve um percentual de diferença de 75% na redução de dor para o tratamento focado nas palmas das mãos.

“Estudos anteriores indicaram que pacientes com fibromialgia apresentam quantidade maior de neuroreceptores próximos aos vasos sanguíneos das mãos. Alguns pacientes chegam a ter até pontos vermelhos nessa região. Por isso, mudamos o foco e testamos a atuação direta nessas células sensoriais das mãos e não só nos chamados pontos de gatilho de dor, como o músculo trapézio, região normalmente de muita dor para pacientes fibromiálgicos”, disse Juliana da Silva Bruno, responsável pelos testes.

O novo equipamento deverá chegar ao mercado no início de 2019, e já está sendo testado para outras patologias. Ciberia // Só Notícia Boa

Advertisement
Comentários

Comente aqui

ACRE

Acre chega a 25.408 pessoas infectadas pelo novo coronavírus e tem 624 mortes confirmadas

Editorial do Acre.com.br - Da Amazônia para o Mundo!

PUBLICADO

em

Mais uma morte foi divulgada no boletim deste sábado (5) sendo a vítima do sexo masculino.

O Acre tem 159 novos casos de Covid-19, de acordo com o boletim da Secretaria Estadual de Saúde (Sesacre) deste sábado (5). No total, são 25.408 infectados pela doença. O último boletim contabilizava 25.249. Mais uma pessoa foi a óbito fazendo o número de mortes subir de 623 para 624 vítimas.

Há ainda 44 amostras em análise pelo Laboratório Charles Mérieux e pelo Laboratório Central de Saúde Pública do Acre, o Lacen-AC. O número de pessoas que tiveram alta da doença é de 20.105.

O estado está em contaminação comunitária desde o dia 9 de abril, com uma taxa de incidência é de 2.905,8 casos para cada 100 mil habitantes e a de mortalidade é de 71,4 para o mesmo grupo.

Neste sábado, a taxa de ocupação é de 45,5%, uma vez que dos 90 leitos de UTI específicos para casos graves de pacientes com Covid-19, 41 estão ocupados. Os leitos de UTI estão concentrados em Rio Branco, com 70 vagas, e Cruzeiro do Sul, com 20.

Mortes por cidades

Cidades com óbitosÓbitos totaisNovos registros
Acrelândia90
Assis Brasil90
Brasileia190
Bujari60
Capixaba70
Cruzeiro do Sul570
Epitaciolândia130
Feijó180
Jordão10
Mâncio Lima101
Marechal Thaumaturgo10
Plácido de Castro80
Porto Acre150
Porto Walter20
Rio Branco3880
Rodrigues Alves70
Santa Rosa do Purus20
Sena Madureira110
Tarauacá140
Xapuri130
Senador Guiomard120
Manoel Urbano20
Total6241

Continue lendo

CORONAVÍRUS

Acre tem 25.249 pessoas infectadas pelo novo coronavírus e 623 mortes confirmadas, diz Sesacre

Editorial do Acre.com.br - Da Amazônia para o Mundo!

PUBLICADO

em

Mais uma morte foi divulgada no boletim desta sexta-feira (4) sendo a vítima do sexo feminino.

O Acre tem 114 novos casos de Covid-19, de acordo com o boletim da Secretaria Estadual de Saúde (Sesacre) desta sexta-feira (4). No total, são 25.249 infectados pela doença. O último boletim contabilizava 25.135. Mais uma pessoa foi a óbito fazendo o número de mortes subir de 622 para 623 vítimas.

Há ainda 52 amostras em análise pelo Laboratório Charles Mérieux e pelo Laboratório Central de Saúde Pública do Acre, o Lacen-AC. O número de pessoas que tiveram alta da doença é de 20.011.

O estado está em contaminação comunitária desde o dia 9 de abril, com uma taxa de incidência é de 2.887,6 casos para cada 100 mil habitantes e a de mortalidade é de 71,2 para o mesmo grupo.

Nesta sexta, a taxa de ocupação é de 44,4%, uma vez que dos 90 leitos de UTI específicos para casos graves de pacientes com Covid-19, 40 estão ocupados. Os leitos de UTI estão concentrados em Rio Branco, com 70 vagas, e Cruzeiro do Sul, com 20.

Mortes por cidades

Cidades com óbitosÓbitos totaisNovos registros
Acrelândia90
Assis Brasil90
Brasileia190
Bujari60
Capixaba70
Cruzeiro do Sul570
Epitaciolândia130
Feijó180
Jordão10
Mâncio Lima90
Marechal Thaumaturgo10
Plácido de Castro80
Porto Acre150
Porto Walter20
Rio Branco3881
Rodrigues Alves70
Santa Rosa do Purus20
Sena Madureira110
Tarauacá140
Xapuri130
Senador Guiomard120
Manoel Urbano20
Total6231

Continue lendo

TOP MAIS LIDAS

    Feedback
    WhatsApp Fale conosco