NOSSAS REDES

ACRE

Deputada Mara Rocha divulga nota de repúdio a favor do vice-governador, seu irmão

Redação do Acre.com.br - Da Amazônia para o Mundo!

PUBLICADO

em

A Deputada Federal Mara Rocha, publicou uma nota de repúdio em sua página na rede social do Facebook em favor do vice – governador Major Rochaveja.

 

NOTA DE REPÚDIO PSDB-AC

Em resposta à matéria veiculada nos principais sites do estado nesta última quinta-feira, 02, o Diretório Regional do PSDB-AC vem à público repudiar os ataques proferidos pelo Vice-Prefeito de Tarauacá, Chico Batista, contra a pessoa do Presidente de Honra do PSDB e Vice-Governador do Estado do Acre, Major Rocha.

Rocha é um expoente do Partido da Social Democracia Brasileira e merece respeito ímpar por sua trajetória enquanto liderança política e personalidade pública, não fazendo jus a nenhum dos adjetivos rasteiros e de baixíssimo nível, utilizados como ataque por quem poderia, pelo contrário, vestir-se deles.

Nota-se, surpreendentemente, que as ofensas do Sr. Chico Batista se devem às negativas do partido em considerar uma aliança para a qual ele deseja levá-lo, mas que por nós não virá a ser avaliada, visto que o PSDB entende do momento e do modo como devem ser tomadas as decisões, respeitando sempre as normas partidárias, que são do conhecimento de todos os nossos líderes e correligionários.

Lamentamos que o senhor Chico Batista, tendo optado por uma atitude mesquinha e desrespeitosa contra uma autoridade pública, sinta-se ainda em condição de nos exigir o respeito com que ele exatamente nos falta.

O PSDB reafirma que todos os caminhos que entendermos como os melhores a se trilhar ainda deverão ser construídos com muita cautela, com o necessário respeito e sem quaisquer precipitações, sempre ouvindo igualmente a todos e em diálogo ativo com os demais partidos.

Entenda o caso 

Tudo começou quando o vice – prefeito Chico Batista escreveu um carta desabafando do modo como foi tratado pelo Major Rocha, relatando que o mesmo não cumpriu com os acordos firmados na eleição de 2018.

A carta do Vice – Prefeito

Amigos e amigas, observando os últimos acontecimentos políticos em Tarauacá e em especial as ações do “dono” do PSDB no Acre, Major Rocha, venho através desta, mostrar a minha indignação quanto à forma da condução desrespeitosa com que trata os aliados, aqueles que contribuíram para que o atual governo chegasse ao poder.

Vale destacar que antes da eleição o homem dizia que os aliados seriam tratados com respeito e que o diálogo sempre prevaleceria. No entanto, passado o período eleitoral e com a vitória conquistada, inclusive com o meu nome a disposição como candidato a deputado estadual, com o intuito de somar. O vice-governador se distanciou e o pior, não procurou as lideranças do partido local para tratar e cumprir acordos firmados.

Além do desrespeito, Major Rocha, resolveu se reunir com os petistas, os mesmos opositores das últimas eleições, para garantir abrigo no PSDB. Nada contra os novos filiados, a questão é que em momento algum fomos chamados para uma conversa e discutir as novas adesões.

Quando foi para irmos para o PSDB, houve uma conversa, que no primeiro momento pensava que seria séria, contudo, os acordos não foram cumpridos e ainda, ficamos abandonados, mesmo assim aguardamos contato, o que não houve. Pessoas que agem dessa forma não podem classifica-las de outra maneira a não ser como covardes, trapaceiros e sem escrúpulos.

Ações assim, realmente causam nojo, como o próprio citou em uma matéria, e é exatamente o que ele fez e continuará a fazer, não duvidem.

Como vice-prefeito de Tarauacá e ex-vereador por cinco mandatos, merecia ao menos uma ligação do cidadão em questão.

Assim sendo, não posso mais continuar como membro de um grupo em que seus líderes, a nível estadual, não respeitam os filiados.

Diante dos fatos, resolvemos deixar o grupo político do vice-governador Major Rocha e seguir o nosso caminho. Para os que ficam, que Deus os abençoe.

Francisco Feitosa Batista
Vice Prefeito.

Política em Tarauacá

Eleições se aproximam e os parlamentares aproveitam as janelas partidária para trocar de partido, e assim concorrer as eleições, reeleição e fazer novas alianças políticas.

Como está acontecendo em Tarauacá e em outros munícipes. Porém a discórdia começa cedo de quem tá dentro e com os quem vêem se aproximando, daí surgem os desentendimentos, ciúmes, e polêmicas. Vale ressaltar que a maioria dos refugiados é de partidos desgastados nacionalmente como PT, PCdoB… Com várias séries de escândalos e corrupção em todo o país. E por esses motivos muitos estão se desligando para concorrer as eleições em outros partidos.

Advertisement
Comentários

Comente aqui

ACRE

Balneários de Brasiléia são fechados por falta de segurança

Ac24horas, via Acre.com.br - Da Amazônia para o Mundo!

PUBLICADO

em

Os balneários Kumarurana e Jarinal, localizados na zona rural do município de Brasiléia, foram fechados no último fim de semana, pelo 5º Batalhão do Corpo de Bombeiros, sediado naquele município, por não estarem cumprindo as normas de segurança.

Bastante frequentados pela população da região da fronteira e de outros municípios do estado, os espaços de lazer foram notificados a reabrir somente depois que se adequarem às exigências legais, principalmente contratando o serviço de salva-vidas.

“O local oferece esses banhos e cobram entrada das pessoas. Os municípios de Brasiléia e Epitaciolândia tem esses profissionais devidamente treinados e qualificados que deveriam estar oferecendo segurança aos banhistas”, explicou o sargento Vivian.

A ida do Corpo de Bombeiros aos balneários, com o apoio da Polícia Militar, se deu após denúncia de irregularidades. Nos locais, foi confirmada a falta do Atestado de Funcionamento e os banhistas tiveram que deixar a água por medida de segurança.

Em um dos casos, os militares foram desacatados por um frequentador em visível estado de embriaguez. O homem recebeu voz de prisão foi detido por desacato, sendo levado à delegacia onde foi ouvido e liberado.

Os estabelecimentos poderão responder jurídica e administrativamente caso reabram sem tomar as medidas de segurança exigidas para o seu funcionamento. Entre as possíveis sanções estão multa e perda do alvará de funcionamento.

Com colaboração e fotos do jornalista Alexandre Lima.

Continue lendo

ACRE

Taxa de ocupação em leitos de UTI para a Covid-19 é de 30% no Acre

Ac24horas, via Acre.com.br - Da Amazônia para o Mundo!

PUBLICADO

em

A taxa geral de ocupação de leitos de Unidade Tratamento Intensivo (UTI) exclusivos para pacientes com a Covid-19 no Acre está em torno de 30% nesta segunda-feira (14).

Os dados são do Boletim de Assistência ao Enfrentamento da Covid-19, emitido pela Secretaria de Estado de Saúde (Sesacre). O boletim mostra a ocupação de leitos do Sistema Único de Saúde (SUS), por especialidade do leito e por regional.

Segundo dados oficiais, das 126 internações em leitos do SUS, 80 testaram positivo para Covid-19, ou seja, a maioria das pessoas que buscam atendimento médico foram infectadas pelo vírus.

Na região do Baixo Acre, que engloba as cidades de Rio Branco, Sena Madureira, Plácido de Castro e Acrelândia, das 70 Unidades de Tratamento Intensivo (UTI), 27 estão ocupadas registrando uma taxa de ocupação de 38,6%.

A menor taxa de ocupação está na região do Juruá, que engloba Cruzeiro do Sul, Tarauacá e Marechal Thaumaturgo, dos 20 leitos de UTI existentes, nenhum está ocupado, registrando 0% de ocupação. Os leitos clínicos somam 95 e 23 estão ocupados, registrando 24,2% de ocupação.

Já regional do Alto Acre, que engloba as cidades de Brasileia e Epitaciolândia, não há registro de uma ocupação de leitos de enfermaria num total de 19 leitos disponíveis. A regional do Alto Acre é a única que não tem leitos de UTI para a Covid-19.

Continue lendo

TOP MAIS LIDAS

    Feedback
    WhatsApp Fale conosco