NOSSAS REDES

BRASIL

Conheça Ivan Monteiro, o novo presidente da Petrobras

Editorial do Acre.com.br - Da Amazônia para o Mundo!

PUBLICADO

em

Monteiro conta com a simpatia do mercado, que considera que ele fez um bom trabalho de recuperação financeira da companhia.

Considerado uma espécie de braço direito de Pedro Parente na Petrobras, Ivan Monteiro ocupava o cargo de diretor financeiro. Ele chegou à presidência da petrolífera após Parente pedir demissão do cargo nesta sexta-feira. Seu nome foi aprovado pelo conselho de administração da estatal e referendado pelo presidente Michel Temer.

Monteiro chegou à Petrobras antes de Parente. Ele foi levado para a estatal por Aldemir Bendine, com quem trabalhou no Banco do Brasil. Os dois entraram na Petrobras após a saída de Graça Foster. Ex-presidente da petroleira e do Banco do Brasil, Bendine foi preso em julho de 2017 por suspeita de receber 3 milhões de reais da Odebrecht.

Parente assumiu a presidência da Petrobras e manteve o colega na estatal. Monteiro conta com a simpatia do mercado, que considera que ele fez um bom trabalho de recuperação da companhia. O executivo foi responsável, entre outras coisas, por renegociar as dívidas da companhia.

Para o professor da Fundação Getulio Vargas Roberto Castello Branco, Monteiro é um bom nome para ocupar o cargo. “Ele é um profissional dedicado. Muito melhor ele do que um afilhado político.”

José Maria Rangel, coordenador da Federação Única dos Petroleiros (FUP), avalia que a escolha de Monteiro significa ‘mais do mesmo’. “Se ele continuar a política do Pedro Parente, será mais do mesmo. E isso não resolve.”

Para Rafael Prado, diretor da Federação Nacional Petroleiros (FNP), também critica a continuidade da política de preços de Parente. “A sociedade já deixou claro que não aceita mais isso e a crise vai continuar caso o governo insista em manter essa política de preços.” Por Redação Veja

ACRE

Brasileiros querem volta das aulas apenas após vacina da Covid-19

Ac24horas, via Acre.com.br - Da Amazônia para o Mundo!

PUBLICADO

em

Para 72% dos brasileiros das classes A, B e C, os estudantes só devem voltar a ter aulas presenciais depois que uma vacina para o novo coronavírus estiver disponível, segundo pesquisa Ibope divulgada pelo jornal “O Globo” nesta segunda-feira (7).

O levantamento foi feito entre os dias 21 e 31 de agosto, pela internet, com 2.626 pessoas com mais de 18 anos e das classes A, B e C. O nível de confiança é de 95% dentro da margem de erro de 2 pontos percentuais para mais ou para menos.

Continue lendo

BRASIL

Aborto Realizado: Médicos interrompem gravidez da menina de 10 anos que foi abusada pelo próprio tio

Assessoria, via Acre.com.br - Da Amazônia para o Mundo!

PUBLICADO

em

De acordo com o portal A Gazeta, a equipe médica do Centro Integrado de Saúde Amaury de Medeiros, para onde foi levada a menina de 10 anos que ficou grávida após ser abusada pelo tio, já terminou a primeira etapa do aborto.

O médico Olimpio Barbosa de Morais Filho foi o responsável pelo procedimento e segundo ele, a menina poderá voltar para o Espírito Santo nesta quarta-feira (19), mas ainda não foi confirmado oficialmente quando ela receberá alta hospitalar.

O aborto foi autorizado pela Justiça do Espírito Santo, com um procedimento onde é ministrada uma injeção com medicamentos que resulta no óbito do feto e isto já foi feito.

Na madrugada de hoje começou a segunda etapa do procedimento, que é retirar o feto já sem vida e isto será realizado através de medicamentos.

O processo é concluído quando for realizada a limpeza total do útero da menina, que primeiramente foi internada no Hospital das Clínicas, em Vitória, só que a equipe médica de lá não quis fazer o aborto, alegando que a legislação vigente não poderia ser aplicada neste caso devido a idade gestacional.

A princípio foi dito que a menina estava no terceiro mês de gestação, mas exames posteriores revelaram que era o quinto mês. A criança foi levada para um hospital em Recife, onde o aborto então foi realizado e está sendo concluído hoje.

Ainda de acordo com o portal A Gazeta, familiares se mostraram favoráveis à interrupção da gravidez da menina. Um grupo de religiosos chegou a ir até a entrada do hospital protestar contra o aborto na noite de ontem.

VIA: PortalR7notícias

Continue lendo

TOP MAIS LIDAS

    Feedback
    WhatsApp Fale conosco