NOSSAS REDES

ACRE

Com mais 11 registros, AC chega a 521 mortes por Covid-19 e número de casos está em 19.573

G1AC, via Acre.com.br - Da Amazônia para o Mundo!

PUBLICADO

em

Mortes foram registradas em quatro cidades do estado. Foram 207 novos casos nas últimas 24 horas.

O Acre registrou, no boletim desta quinta-feira (30), mais 11 mortes por Covid-19. Agora já são 521 vítimas fatais da doença em todo o estado. O número de casos também saltou de 19.366 para 19.573, com o aumento de 207 novos casos nas últimas 24 horas.

Das 11 mortes, oito foram em Rio Branco e outras três em Cruzeiro do Sul, Xapuri e Senador Guiomard. Além disso, nove, das 11 vítimas listadas nesta quinta, morreram em junho.

Há ainda 1.254 amostras em análise pelo Laboratório Charles Mérieux e pelo Laboratório Central de Saúde Pública do Acre, o Lacen-AC. O número de pessoas curadas da doença é de 14.012, ou seja 72% do total dos casos.

O estado está em contaminação comunitária desde o dia 9 de abril, com uma taxa de 2.219 casos para cada 100 mil habitantes e letalidade de 2,7%.

A taxa de ocupação nos leitos de UTI específicos para pacientes graves de Covid-19 nesta quinta é de 49%. De acordo com o boletim assistencial, o número de vagas foi ampliado para 88 e 43 estão ocupadas. Do total de leitos, 20 se concentram em Cruzeiro do Sul e 68 em Rio Branco.

Mortes por cidades

Cidades com óbitosÓbitos totaisNovos registros
Acrelândia60
Assis Brasil60
Brasileia110
Bujari50
Capixaba70
Cruzeiro do Sul521
Epitaciolândia90
Feijó90
Jordão10
Mâncio Lima70
Marechal Thaumaturgo10
Plácido de Castro80
Porto Acre120
Porto Walter10
Rio Branco3438
Rodrigues Alves50
Santa Rosa do Purus20
Sena Madureira90
Tarauacá100
Xapuri61
Senador Guiomard91
Manoel Urbano20
Total52111

Mortes

Entre as vítimas estão oito homens e três mulheres, com idades entre 49 e 94 anos.

  • Rio Branco

Um idoso de 94 anos, que estava internado no Hospital do Idoso desde o dia 20 de julho e morreu oito dias depois, 28 de julho.

Uma mulher de 78 anos que morreu na UPA do Segundo Distrito no dia 12 de junho, mesmo dia em que deu entrada na unidade.

Um homem de 70 anos. Ele morreu no dia Instituto de Traumatologia e Ortopedia do Acre (Into-AC) no dia 16 de junho. Ele deu entrada na unidade no dia 12 daquele mês.

Outro homem de 51 anos. Internado no Hospital de Urgência e Emergência de Rio Branco (Huerb) desde o dia 14 de junho, ele morreu no dia 17 do mesmo mês.

Um homem de 49 anos. Ele morreu no dia 18 de junho no Huerb, mesmo dia em que foi internado na unidade.

Um idoso de 80 anos. Ele morreu no Hospital Santa Juliana no dia 21 de junho. Estava internado internado desde o 12 daquele mês.

Um homem de 56 anos, que morreu no Into no dia 20 de junho. Ele deu entrada na unidade no dia 16 daquele mês.

Uma idosa de 63 anos, que morreu no dia 27 de junho no Into. Ela deu entrada da unidade no dia 23 daquele mês.

  • Cruzeiro do Sul

Um homem de 66 anos que morreu em casa em Cruzeiro do Sul. A data da morte foi 15 de julho, mas só foi registrada no boletim desta quinta.

  • Senador Guiomard

Uma mulher de 75 anos. Ela deu entrada no Into no dia 14 de junho e morreu no dia 26 do mesmo mês.

  • Xapuri

Um idoso de 83 anos. Ele deu entrada no Into em 13 de junho e morreu dez dias depois, 23 de junho.

Números

Das 521 mortes, 353 apresentavam algum tipo de comorbidade, segundo a Saúde. Já 168 deles não tinham outras doenças. Do total de mortos, 310 eram homens e 211 mulheres. Do total de vítimas, 359 tinham acima de 60 anos.

Até esta quinta, o Acre já fez 43.333 exames, dos quais 19.573 foram confirmados e mais 14.012 seguem em análise. Outros 26.506 foram descartados.

Maiores taxas de contaminação a cada 10 mil habitantes:

  • Assis Brasil – 426
  • Bujari – 314
  • Cruzeiro do Sul- 308
  • Brasileia – 301
  • Santa Rosa- 280
  • Tarauacá- 276
  • Casos de Covid-19 por cidades

    CidadesTotalCasos novos
    Acrelândia2777
    Assis Brasil3165
    Brasileia79128
    Bujari3224
    Capixaba2050
    Cruzeiro do Sul2.72011
    Epitaciolândia35417
    Feijó6297
    Jordão720
    Mâncio Lima37120
    Manoel Urbano1486
    Marechal Thaumaturgo2582
    Plácido de Castro3550
    Porto Acre4150
    Porto Walter21617
    Rio Branco8.86836
    Rodrigues Alves1261
    Santa Rosa do Purus1831
    Sena Madureira1.01016
    Senador Guiomard3474
    Tarauacá1.17315
    Xapuri41710
    Total19.573207

Advertisement
Comentários

Comente aqui

ACRE

Balneários de Brasiléia são fechados por falta de segurança

Ac24horas, via Acre.com.br - Da Amazônia para o Mundo!

PUBLICADO

em

Os balneários Kumarurana e Jarinal, localizados na zona rural do município de Brasiléia, foram fechados no último fim de semana, pelo 5º Batalhão do Corpo de Bombeiros, sediado naquele município, por não estarem cumprindo as normas de segurança.

Bastante frequentados pela população da região da fronteira e de outros municípios do estado, os espaços de lazer foram notificados a reabrir somente depois que se adequarem às exigências legais, principalmente contratando o serviço de salva-vidas.

“O local oferece esses banhos e cobram entrada das pessoas. Os municípios de Brasiléia e Epitaciolândia tem esses profissionais devidamente treinados e qualificados que deveriam estar oferecendo segurança aos banhistas”, explicou o sargento Vivian.

A ida do Corpo de Bombeiros aos balneários, com o apoio da Polícia Militar, se deu após denúncia de irregularidades. Nos locais, foi confirmada a falta do Atestado de Funcionamento e os banhistas tiveram que deixar a água por medida de segurança.

Em um dos casos, os militares foram desacatados por um frequentador em visível estado de embriaguez. O homem recebeu voz de prisão foi detido por desacato, sendo levado à delegacia onde foi ouvido e liberado.

Os estabelecimentos poderão responder jurídica e administrativamente caso reabram sem tomar as medidas de segurança exigidas para o seu funcionamento. Entre as possíveis sanções estão multa e perda do alvará de funcionamento.

Com colaboração e fotos do jornalista Alexandre Lima.

Continue lendo

ACRE

Taxa de ocupação em leitos de UTI para a Covid-19 é de 30% no Acre

Ac24horas, via Acre.com.br - Da Amazônia para o Mundo!

PUBLICADO

em

A taxa geral de ocupação de leitos de Unidade Tratamento Intensivo (UTI) exclusivos para pacientes com a Covid-19 no Acre está em torno de 30% nesta segunda-feira (14).

Os dados são do Boletim de Assistência ao Enfrentamento da Covid-19, emitido pela Secretaria de Estado de Saúde (Sesacre). O boletim mostra a ocupação de leitos do Sistema Único de Saúde (SUS), por especialidade do leito e por regional.

Segundo dados oficiais, das 126 internações em leitos do SUS, 80 testaram positivo para Covid-19, ou seja, a maioria das pessoas que buscam atendimento médico foram infectadas pelo vírus.

Na região do Baixo Acre, que engloba as cidades de Rio Branco, Sena Madureira, Plácido de Castro e Acrelândia, das 70 Unidades de Tratamento Intensivo (UTI), 27 estão ocupadas registrando uma taxa de ocupação de 38,6%.

A menor taxa de ocupação está na região do Juruá, que engloba Cruzeiro do Sul, Tarauacá e Marechal Thaumaturgo, dos 20 leitos de UTI existentes, nenhum está ocupado, registrando 0% de ocupação. Os leitos clínicos somam 95 e 23 estão ocupados, registrando 24,2% de ocupação.

Já regional do Alto Acre, que engloba as cidades de Brasileia e Epitaciolândia, não há registro de uma ocupação de leitos de enfermaria num total de 19 leitos disponíveis. A regional do Alto Acre é a única que não tem leitos de UTI para a Covid-19.

Continue lendo

TOP MAIS LIDAS

    Feedback
    WhatsApp Fale conosco