NOSSAS REDES

ESPECIAL

Brasil vence Sérvia e enfrenta freguês México nas oitavas da Copa

Editorial do Acre.com.br - Da Amazônia para o Mundo!

PUBLICADO

em

Paulinho e Thiago Silva marcaram os gols da vitória brasileira por 2 a 0.

O Brasil confirmou sua vaga nas oitavas de final da Copa do Mundo com a vitória por 2 a 0 sobre a Sérvia, nesta quarta-feira (27), em Moscou. Os gols brasileiros foram marcados por Paulinho e Thiago Silva.
.

A equipe de Neymar se classificou na primeira colocação do Grupo E, com 7 pontos, e encara na próxima fase o México, segundo colocado do Grupo F.

Paulinho abriu o placar na vitória da seleção brasileira sobre a Sérvia
Paulinho abriu o placar na vitória da seleção brasileira sobre a Sérvia – Victor R. Caivano/Associated Press.
.

No outro jogo da chave brasileira, Suíça e Costa Rica empataram em 2 a 2 e os suíços, com 5 pontos, vão para as oitavas enfrentar a Suécia.​

Adversário do Brasil nas oitavas, o México nunca venceu o Brasil em Copas do Mundo. Foram quatro confrontos até hoje, com três vitórias brasileiras e um empate. O confronto entre os dois acontece na próxima segunda-feira (2), em Samara.

O lateral Marcelo, que saiu com dores na coluna no início da partida, é dúvida para a primeira partida do mata-mata.

O primeiro gol da seleção foi criado pelo meia, que fez um belo lançamento para Paulinho. Além do passe, ele criou várias oportunidades e roubou bolas para ajudar os defensores.

Após o lançamento de Coutinho, o ex-corintiano foi rápido e encobriu o goleiro Stojkovic. Foi o oitavo gol do volante na era Tite.

A vitória foi também a afirmação do quarteto ofensivo, que já começava a ser questionado pelo treinador. Até agora, o time fazia uma campanha regular com um empate contra a Suíça, por 1 a 1, na estreia, e uma vitória, nos acréscimos, diante da Costa Rica, por 2 a 0.

O Brasil também se livrou de enfrentar a Alemanha no mata-mata. Mais cedo, os alemães foram eliminados ao serem derrotados pela Coreia do Sul, por 2 a 0.

Sendo assim, o Brasil segue isolado como o maior vencedor da história das Copas, ainda que não leve a taça na Rússia.

Os alemães eram os únicos que podiam ser pentacampeões neste Mundial. A outra tetracampeã é a Itália, que não se classificou para o torneio.

A vitória em Moscou foi a 19ª da era Tite. Sob o comando do treinador, o time tem também quatro empates e apenas uma derrota.

O Brasil começou melhor. O time partiu para o ataque, com jogadas velozes de Neymar, Coutinho e Gabriel Jesus.

Em menos de 5 minutos, o time criou duas oportunidades. Em seguida, o time brasileiro levou o primeiro susto.

O lateral Marcelo reclamou de dores na coluna numa tentativa de arrancada e teve que ser substituído por Filipe Luís, que disputou a sua primeira partida em Copas. Ele ficou fora do torneio em 2014.

A saída do lateral do Real Madrid surpreendeu e desorganizou o time. A partir daí, a Sérvia começou a acuar o Brasil.

Com o tempo, a equipe de Tite equilibrou o jogo. Aos 28 min, Gabriel Jesus desperdiçou outra chance após passe de Neymar.

O gol não demoraria a sair. Aos 35 min, Paulinho —eleito o melhor em campo— abriu o placar. Ele aproveitou o belo lançamento de Coutinho, que recuou até o campo de defesa para receber, e encobriu o goleiro adversário. O Brasil ainda desperdiçou duas oportunidades antes do juiz apitar o intervalo.

No segundo tempo, a Sérvia se lançou ao ataque. Eles também precisavam da vitória para permanecer na Copa, o que acabou não acontecendo.

Empolgados pelos seus torcedores, ele pressionaram e quase empataram. Aos 15 min, Thiago Silva teve que tirar uma cabeçada de Mitrovic.

Quando a pressão da Sérvia ficava cada vez maior, o Brasil fez o segundo aproveitando uma jogada de escanteio.

Aos 22 min, Thiago Silva fez de cabeça o segundo gol da seleção após cruzamento de Neymar.

No lance, os sérvios pediram uma falta cometida por Miranda em cima de Mitrovic, mas o juiz não apitou.

Com a vantagem de dois gols do Brasil, a partida ficou aberta, com espaços. Mas o Brasil conseguiu segurar o resultado.

No final, aos 34 min do segundo tempo, Tite se deu o luxo de tirar de campo Coutinho, que estava pendurado, e colocou Renato Augusto.

Antes, Paulinho já havia deixado o campo para a entrada de Fernandinho.

Após a vitória, a delegação embarca para Sochi, onde ficará concentrada até sábado (30). Por Camila Mattoso, Diego Garcia, Sérgio Rangel. Folha SP.

Advertisement
Comentários

Comente aqui

ACRE

PSL processa Jorge Viana e Leonildo Rosas, pedindo R$ 36.575,00 mil de indenização por danos morais

Editorial do Acre.com.br - Da Amazônia para o Mundo!

PUBLICADO

em

Segundo os autos nº. 0603460-28.2020.8.01.0070, o Partido Social Liberal – (Psl) – Regional Acre, processa Jorge Ney Viana Macedo Neves e Leonildo Rosas Rodrigues, por supostos danos morais, e pede indenização de R$ 36.575,00 mil reais. 

Conforme narra a advogada Jamily da Costa Gomes Wenceslau, do autor do processo, “O Sr. JORGE NEY VIANA MACEDO NEVES, ora réu, se pronunciou em uma entrevista no programa “Entre Espinhos e Rosas”, transmitido no canal do Portal do Rosas no YouTube, difamando e injuriando a honra do autor“. 

Segundo a causídica, a notícia circulou “através de jornais de grande circulação do Estado do Acre, sites de notícias e inclusive grupos do WhatsApp“. 

Além disso, o link do vídeo difamatório foi compartilhado em diversos grupos, no qual os participantes podem facilmente acessar o vídeo e encaminhar para outros usuários. O PSL estava sendo indevidamente denegrido pelo primeiro Réu, no canal do Portal do Rosas no YouTube, segundo consta no seguinte endereço: https://youtu.be/lNWKAOmM-98“, disse a advogada.

No vídeo, segundo a advogada, Jorge Viana diz: […]. Surgiu esse partido PSL, tá cheio de bandidos, de pessoas que são corruptas, se disfarçado de honesto, querendo da nação… milicianos[…]”.  

[…]. Aqui no Acre mesmo, se beneficiaram dos nossos governos, ficaram ricos, cresceram, se deram bem, cresceram nas carreiras, aí quando viram a possibilidade de poder, aí se revelaram quem são, uns fascistas, umas pessoas intolerantes, umas pessoas nojentas e corruptas… […]”, supostamente afirmou Jorge Viana. 

[…]. também ficaram aí anos tentando destruir nossa reputação no Acre, e destruíram[…]”, teria dito o ex-governador. 

A ação judicial foi interposta em nome do então  Presidente do PSL/AC, PEDRO VALÉRIO ARAÚJO, que pediu liminar para remover a publicação do sítio eletrônico PORTAL DO ROSAS http://portaldorosas.com.br/ex-ministro-da-justica-e-jorge-viana-sao-os-debatedores-no-entre-espinhos-e-rosas-deste-sabado e do Canal no Youtube Portal do Rosas https://youtu.be/lNWKAOmM-98

Em decisão, o Juiz Giordane de Souza Dourado negou o pedido de liminar do PSL. O Magistrado salientou que “a liberdade de expressão é um direito constitucional, sendo oponível aos que exercem qualquer atividade de interesse da coletividade, independentemente de ostentarem qualquer grau de autoridade“. 

Jorge Viana e Leonildo Rosas ainda não foram citados para apresentar contestação. A reportagem não conseguiu contatá-los. 

Continue lendo

ACRE

Justiça reduz pena dos assassinos do Dr Baba, e Ministério Público não recorre; veja

Editorial do Acre.com.br - Da Amazônia para o Mundo!

PUBLICADO

em

Capa: FELIPE DE OLIVEIRA RODRIGUES foi quem disparou o tiro fatal, e LUCAS SILVA DE OLIVEIRA foi o mentor e responsável pelos atos preparatórios e a fuga no veículo celta preto.  

Segundo os autos 0500071-72.2018.8.01.0013, o MPAC ajuizou ação contra Felipe de Oliveira Rodrigues, José Renê do Nascimento Avelino, Lucas Silva de Oliveira e Antônio Elineldo Vieira da Lima, como incursos nas penas do art. 157, §3º. II, do Código Penal, com as disposições da Lei n. 8.072/90; Antônio Elineldo Vieira da Silva restou incurso, ainda, nas penas do art. 2º, §2º, da Lei n. 12.850/13, todos acusados pela morte do médico Rosaldo Firmo de Aguiar França (Dr. Baba). 

Após longa instrução processual, os acusados JOSÉ RENÊ DO NASCIMENTO AVELINO, LUCAS SILVA DE OLIVEIRA e FELIPE DE OLIVEIRA RODRIGUES, foram condenados nas penas do 157, §3°, II, c/c art. 29, do Código Penal. O acusado Antônio Elineldo Vieira da Silva continua foragido da justiça. 

Elineldo Vieira da Silva, é procurado pela justiça.

PENAS APLICADAS PELA JUSTIÇA DE FEIJÓ

Inicialmente, a juíza da Comarca de Feijó, Dra Ana Paula Saboya Lima aplicou penas entre 26 e 29 anos de prisão em regime fechado.

JOSÉ RENÊ DO NASCIMENTO AVELINO foi condenado à pena definitiva em 27 (vinte e sete) anos e 6 (seis) meses de reclusão. LUCAS SILVA DE OLIVEIRA foi condenado à pena definitiva em 26 (vinte e seis) anos e 6 (seis) meses de reclusão. FELIPE DE OLIVEIRA RODRIGUES foi sentenciado à pena definitiva em 29 (vinte e nove) anos de reclusão. 

FELIPE DE OLIVEIRA RODRIGUES e JOSÉ RENÊ DO NASCIMENTO AVELINO, foram presos em flagrante, e atualmente estão presos no presídio Moacir Prado, no município de Tarauacá/AC.

Os três condenados recorreram da sentença proferida pela juíza da Comarca de Feijó, Dra Ana Paula Saboya Lima. 

Defendidos por advogados particulares, e pela Defensoria Pública Estadual, os réus apresentaram recurso de apelação que foi julgado na Câmara Criminal do TJAC. O desembargador relator Elcio Mendes concluiu que (…) de fato, os autores do delito agiram com animus furandi e não com animus necandi, eis que ao cometerem o delito seus objetivos era a  subtração de um revólver que a vítima guardava dentro de sua residência – tanto é assim que vítima foi alvejada para que os réus conseguissem subtrair a referida arma, como confirmado pelo réu José Renê do Nascimento Avelino -, tendo sido a morte da vítima, portanto, apenas resultado da violência empregada pelos autores, o que caracteriza o crime de latrocínio e não de homicídio“.

Em vista dessa e outras conclusões dos desembargadores, como o reconhecimento da atenuante da confissão espontânea dos réus, a Câmara Criminal do TJAC decidiu reduzir a pena dos condenados. 

PENAS REDUZIDAS

Assim, a pena do réu Felipe de Oliveira Rodrigues foi reduzida para uma pena concreta e definitiva em 23 (vinte e três) anos, 7 (sete) meses e 10 (dez) dias de reclusão. A pena do réu José Renê do Nascimento Avelino foi reduzida para 23 (vinte e três) anos e 4 (quatro) meses de reclusão. Por fim, a pena do réu Lucas Silva de Oliveira foi mitigada para 22 (vinte e dois) anos, 2 (dois) meses e 20 (vinte) dias de reclusão.

Segundo informou um agente penitenciário do presídio Moacir Prado, em Tarauacá, após saberem que a  Apelação Criminal foi parcialmente provida, os criminosos comemoram o resultado. 

O Ministério Público do Acre não recorreu da nova decisão (acórdão) que reduziu as penas dos sentenciados. A reportagem não contatou os familiares, para ouvir quanto à redução da pena dos réus. 

Por https://acrenoticia.com/

Continue lendo

TOP MAIS LIDAS

    Feedback
    WhatsApp Fale conosco