NOSSAS REDES

GOVERNO GLADSON CAMELI

Após 10 anos, “novo” prédio do Pronto Socorro de Rio Branco é inaugurado

Notícias da Hora, via Acre.com.br - Da Amazônia para o Mundo!

PUBLICADO

em

Depois de 10 anos o novo prédio do Pronto Socorro de Rio Branco, na avenida Getúlio Vargas, foi inaugurado. As obras de verticalização, que foram iniciadas em 2009 no governo Binho, o penúltimo da era PT, eram consideradas um verdadeiro elefante branco.

Com seis pavimentos, o novo Pronto Socorro possui 115 leitos e um heliponto. O orçamento inicial era de R$ 20,1 milhões. Porém as obras foram suspensas por diversas vezes por causa de instalações inadequadas e falta de acessibilidade para pacientes, o que vem sendo corrigido nos últimos sete meses.

A festa de inauguração contou com a presença do governador Gladson Cameli e do vice Major Rocha, de secretários de Estado, políticos e servidores da unidade.

Entusiasmado pela inauguração da unidade, o governador Gladson Cameli, que tem afirmado ter encontrado na Saúde os maiores gargalos da gestão estadual, acredita que o Pronto Socorro ampliado é um enorme reforço para o atendimento de alta complexidade no Estado. O governador reforçou ainda que a unidade, mais do que nunca, precisará do empenho de seus servidores.

“É uma obra de extrema importância para o Estado que passou dez anos para ser concluída e nós com muito sacrifício e com todas as dificuldades que pegamos o Estado, dificuldades financeiras em prestação de contas, complicações da obra, nós conseguimos concluir ela em oito meses. O difícil não é iniciar a obra, o difícil entregar ela funcionando e mantê-la. Como nós estamos fazendo. A Saúde precisa do envolvimento de todos. O Pronto Socorro, que é uma unidade que atende a todos e tem uma grande demanda, precisa desse empenho, do empenho do médico, do enfermeiro, de quem atende na recepção, dos auxiliares, do pessoal que ajuda com a limpeza. Todos são importantes.”

Antes da inauguração da unidade, Cameli reservou parte de seu tempo para acompanhar de perto os últimos ajustes nas obras. Também reuniu os servidores do Pronto Socorro para propor um pacto pela melhoria no atendimento no local.

À secretária de Saúde, Mônica Kanaan, Cameli pediu uma atenção quase que integral aos serviços da unidade. “Eu determinei à secretária de Saúde que mude com toda sua equipe para acompanhar de perto todo o fluxo de pessoal, para acompanhar as necessidades do hospital para evitar qualquer tipo de estresse na falta de profissionais em todas as áreas.”

Advertisement
Comentários

Comente aqui

ACRE

Conselheira de 65 anos não deve assumir vaga de colega que morreu de Covid-19 no AC, recomenda MP

G1AC, via Acre.com.br - Da Amazônia para o Mundo!

PUBLICADO

em

Documento destaca que Maria de Jesus já atingiu idade máxima exigida para assumir cargo.

CAPA: TCE-AC encaminhou apenas um nome para indicação do governador — Foto: Reprodução/Google Street View.

O Ministério Público do Acre (MP-AC) encaminhou duas recomendações para a Assembleia Legislativa do Acre (Aleac) e para o Tribunal de Contas Estadual (TCE-AC) para que seja rejeitada a nomeação da conselheira Maria de Jesus Carvalho de Souza.

Segundo o MP-AC, a conselheira não pode assumir a vaga do colega José Augusto Araújo de Faria, de 71 anos, que morreu de Covid-19 no dia 12 de julho, por já ter atingido a idade máxima exigida para assumir o cargo, que é 65 anos.

A Constituição do Estado do Acre prevê que o conselheiro precisa tem mais de 35 anos e menos de 65 para assumir o cargo. Com 65 anos completos, segundo o MP-AC, Maria de Jesus não pode ocupar a vaga.

O órgão estadual deu prazo de dez dias para que a Aleac e o Governo do Acre se posicionem sobre a situação. Em caso de descumprimento, o MP-AC garante que vai tomar medidas judiciais para apurar a responsabilidade tanto nas esferas cível, administrativa e penal.

Ao G1, a assessoria de comunicação da Aleac informou que ainda não tem comissão formada para analisar. A discussão e formação da comissão deve ser feita na terça-feira (11).

Continue lendo

CORONAVÍRUS

Estado e Prefeitura de Tarauacá assinam termo de cooperação para enfrentamento da Covid-19

Agência de Notícias GOV/AC, via Acre.com.br - Da Amazônia para o Mundo!

PUBLICADO

em

O termo de cooperação assinado pelo Governo do Estado, por meio Secretaria de Estado de Saúde do Acre (Sesacre) e pela Prefeitura de Tarauacá, na manhã desta segunda-feira, 13, tem como propósito a colaboração do município, no sentido de fornecer materiais, equipamentos e profissionais para o Hospital Dr. Sansão Gomes no enfrentamento à pandemia do novo coronavírus.

Termo de cooperação oficializa parceria entre prefeitura e Saúde do Estado para enfrentamento da pandemia do novo coronavírus. Foto: Junior Aguiar.

“Agradeço à prefeita Marilete Vitorino pela preocupação em somar esforços no combate à pandemia. Sem dúvida o momento é de união entre todos para que a população acreana seja bem atendida”, destacou o secretário de Estado de Saúde, Alysson Bestene.

No mesmo encontro, foi discutido sobre os novos testes rápidos que serão disponibilizados pelo Estado aos municípios. Marilete Vitorino também reforçou a importância das parcerias: “A gente sempre entendeu que Estado e Município tinham que estar juntos. Então, dentro das nossas possibilidades, cedemos ao hospital materiais que possam ajudar o trabalho dos profissionais de saúde”.

Continue lendo

TOP MAIS LIDAS

    Feedback
    WhatsApp Fale conosco