NOSSAS REDES

POLÍTICA

Amiga de Lula, e Pré-candidata do PCdoB à Presidência da República, é a favor da descriminalização do aborto

Avatar

PUBLICADO

em

Manuela comemorou aprovação da descriminalização do aborto na Argentina.

Desde da tarde desta quarta-feira (13), quando se deu início na Câmara dos Deputados da Argentina a votação sobre a descriminalização do aborto, a pré-candidata do PCdoB à Presidência da República, Manuela d’Ávila abordou o tema em suas redes sociais, ressaltando que aborto é uma questão de saúde pública. Após a aprovação na manhã desta quinta-feira (14), Manuela comemorou a conquista e disse que o tema deve ser tratado com urgência no Brasil, para evitar a morte de centenas de mulheres, em sua maioria pobre e negra, em decorrência de práticas clandestinas.

A votação na Câmara dos Deputados da Argentina foi apertadíssima, e por 129 a favor e 125 contra, foi aprovado a descriminalização do aborto até a 14ª semana de gestação e estendeu o prazo em casos de risco de vida para a mãe, estupro e malformação fetal. Agora o projeto de lei segue para o Senado.

Do lado de fora do Congresso, milhares de manifestantes se reuniram na praça. De um lado, os que se opõem ao aborto. No outro lado, quem defende que essa prática deixe de ser feita na clandestinidade e seja realizada de maneira legal, segura e gratuita. Por PCdoB.

“As ruas da Argentina deram um recado numa gigantesca mobilização das mulheres. Elas decidiram falar a verdade: não é sobre abortar é sobre deixar que as mulheres pobres morram na clandestinidade e as ricas vivam”, declarou Manuela em suas redes sociais.

A pré-candidata do PCdoB citou dados do Ministério da Saúde, que mostra que entre 2006 e 2016, a Argentina registrou 3.314 mortes maternas, destas, 681 mulheres morreram em decorrência de abortos – uma em cada quatro tinha entre 25 e 29 anos.

Advertisement
Comentários

Comente aqui

ACRE

Acre chega a 25.408 pessoas infectadas pelo novo coronavírus e tem 624 mortes confirmadas

Editorial do Acre.com.br - Da Amazônia para o Mundo!

PUBLICADO

em

Mais uma morte foi divulgada no boletim deste sábado (5) sendo a vítima do sexo masculino.

O Acre tem 159 novos casos de Covid-19, de acordo com o boletim da Secretaria Estadual de Saúde (Sesacre) deste sábado (5). No total, são 25.408 infectados pela doença. O último boletim contabilizava 25.249. Mais uma pessoa foi a óbito fazendo o número de mortes subir de 623 para 624 vítimas.

Há ainda 44 amostras em análise pelo Laboratório Charles Mérieux e pelo Laboratório Central de Saúde Pública do Acre, o Lacen-AC. O número de pessoas que tiveram alta da doença é de 20.105.

O estado está em contaminação comunitária desde o dia 9 de abril, com uma taxa de incidência é de 2.905,8 casos para cada 100 mil habitantes e a de mortalidade é de 71,4 para o mesmo grupo.

Neste sábado, a taxa de ocupação é de 45,5%, uma vez que dos 90 leitos de UTI específicos para casos graves de pacientes com Covid-19, 41 estão ocupados. Os leitos de UTI estão concentrados em Rio Branco, com 70 vagas, e Cruzeiro do Sul, com 20.

Mortes por cidades

Cidades com óbitosÓbitos totaisNovos registros
Acrelândia90
Assis Brasil90
Brasileia190
Bujari60
Capixaba70
Cruzeiro do Sul570
Epitaciolândia130
Feijó180
Jordão10
Mâncio Lima101
Marechal Thaumaturgo10
Plácido de Castro80
Porto Acre150
Porto Walter20
Rio Branco3880
Rodrigues Alves70
Santa Rosa do Purus20
Sena Madureira110
Tarauacá140
Xapuri130
Senador Guiomard120
Manoel Urbano20
Total6241

Continue lendo

CORONAVÍRUS

Acre tem 25.249 pessoas infectadas pelo novo coronavírus e 623 mortes confirmadas, diz Sesacre

Editorial do Acre.com.br - Da Amazônia para o Mundo!

PUBLICADO

em

Mais uma morte foi divulgada no boletim desta sexta-feira (4) sendo a vítima do sexo feminino.

O Acre tem 114 novos casos de Covid-19, de acordo com o boletim da Secretaria Estadual de Saúde (Sesacre) desta sexta-feira (4). No total, são 25.249 infectados pela doença. O último boletim contabilizava 25.135. Mais uma pessoa foi a óbito fazendo o número de mortes subir de 622 para 623 vítimas.

Há ainda 52 amostras em análise pelo Laboratório Charles Mérieux e pelo Laboratório Central de Saúde Pública do Acre, o Lacen-AC. O número de pessoas que tiveram alta da doença é de 20.011.

O estado está em contaminação comunitária desde o dia 9 de abril, com uma taxa de incidência é de 2.887,6 casos para cada 100 mil habitantes e a de mortalidade é de 71,2 para o mesmo grupo.

Nesta sexta, a taxa de ocupação é de 44,4%, uma vez que dos 90 leitos de UTI específicos para casos graves de pacientes com Covid-19, 40 estão ocupados. Os leitos de UTI estão concentrados em Rio Branco, com 70 vagas, e Cruzeiro do Sul, com 20.

Mortes por cidades

Cidades com óbitosÓbitos totaisNovos registros
Acrelândia90
Assis Brasil90
Brasileia190
Bujari60
Capixaba70
Cruzeiro do Sul570
Epitaciolândia130
Feijó180
Jordão10
Mâncio Lima90
Marechal Thaumaturgo10
Plácido de Castro80
Porto Acre150
Porto Walter20
Rio Branco3881
Rodrigues Alves70
Santa Rosa do Purus20
Sena Madureira110
Tarauacá140
Xapuri130
Senador Guiomard120
Manoel Urbano20
Total6231

Continue lendo

TOP MAIS LIDAS

    Feedback
    WhatsApp Fale conosco