NOSSAS REDES

COTIDIANO

ALERTA: Mortes por coronavírus superam 10.000 em todo o mundo

Editorial do Acre.com.br - Da Amazônia para o Mundo!

PUBLICADO

em

A Califórnia ordena o maior bloqueio nos EUA, enquanto o número de mortos aumenta acentuadamente no Irã e na Itália. 

Foto de capa: O ginásio do Hospital Ponte San Pietro, em Bergamo, Itália, foi transformado em necrotério. FOTO: COZZOLI / FOTOGRAMMA / ROPI / ZUMA PRESS. 

Atualização sobre o coronavírus: bloqueio na Califórnia, cheques de US $ 1.200, contratações do Walmart
Atualização sobre o coronavírus: bloqueio na Califórnia, cheques de US $ 1.200, contratações do Walmart. 
A Califórnia pede o maior bloqueio nos EUA, um pacote de estímulo exige que os contribuintes recebam até US $ 1.200, e o Walmart contratará 150.000 funcionários temporários em resposta a um aumento na demanda por mantimentos. Shelby Holliday, do WSJ, tem as últimas notícias sobre a pandemia. Foto: Patrick T. Fallon / Bloomberg Notícias.

O número de mortes pelo novo coronavírus dobrou em uma semana para mais de 10.000 na sexta-feira, liderado por grandes saltos na Itália, Irã e Espanha, e aumentando a urgência de governos de todo o mundo conterem a pandemia .

As mortes por patógenos causadores de pneumonia mais que quadruplicaram nos EUA na semana passada, para 205, enquanto as infecções confirmadas no país aumentaram para 14.250, de cerca de 1.700 em 13 de março.

Na quinta-feira à noite, o estado da Califórnia ordenou que seus 40 milhões de habitantes ficassem em casa e saíssem apenas para atividades essenciais, o maior bloqueio desse tipo nos EUA. O Departamento de Estado aconselhou os cidadãos dos EUA a não viajarem internacionalmente e instou os estrangeiros a voltar para casa imediatamente ou permanecer no exterior indefinidamente.

Globalmente, houve mais de 245.000 casos confirmados da doença conhecida como Covid-19, de acordo com dados compilados pela Universidade Johns Hopkins, com dois terços dos casos fora da China continental, onde o novo vírus respiratório foi identificado pela primeira vez no final de 2019 .

ÚLTIMAS SOBRE O CORONAVIRUS

  • Mais de 10.000 mortes e mais de 245.000 casos confirmados em todo o mundo
  • As mortes nos EUA mais que quadruplicaram na semana para 205
  • 14.250 casos confirmados nos EUA
  • Califórnia ordena que seus 40 milhões de habitantes fiquem em casa

Cientistas e governos alertaram que as taxas de infecção continuariam a subir rapidamente, a menos que medidas drásticas fossem tomadas para impedir as pessoas de viajar e se reunir. O desafio que as autoridades de saúde enfrentam é que as pessoas infectadas podem passar dias sem mostrar sintomas e transmitir o vírus a outras pessoas antes de adoecer. Em países maiores, algumas pessoas não podem fazer o teste para o coronavírus, portanto, o número real de casos pode ser muito maior do que o total relatado.

O Irã registrou 149 novas mortes, elevando o total para 1.433, enquanto o número de casos diagnosticados saltou de 1.237 para 19.644, segundo o Ministério da Saúde. O judiciário iraniano disse que prisioneiros com sentenças relacionadas à segurança de menos de cinco anos estariam sujeitos à libertação para impedir que o vírus se espalhe nas prisões. O anúncio veio depois que pelo menos 85.000 prisioneiros foram libertados antes do Ano Novo Persa.

No Iraque, milhares de peregrinos xiitas desafiaram o toque de recolher e correram para o santuário de Kadhimiya em Bagdá para comemorar o aniversário da morte de um imã enterrado lá. As autoridades do santuário pediram aos peregrinos que se afastassem e pediram às forças de segurança que aplicassem o toque de recolher imposto à capital iraquiana. O Ministério da Saúde do Iraque disse que muitas lojas estavam ignorando as instruções para fechar.

Filas longas enquanto países europeus fecham fronteiras em meio ao coronavírusFilas longas enquanto países europeus fecham fronteiras em meio ao coronavírus.

Filas longas enquanto países europeus fecham fronteiras em meio ao coronavírus

Filas longas enquanto países europeus fecham fronteiras em meio ao coronavírusFilas longas enquanto países europeus fecham fronteiras em meio ao coronavírus.
.
Alguns países europeus restabeleceram as fronteiras nacionais em uma tentativa de conter a disseminação do coronavírus na região. Atualmente, bens e suprimentos médicos são permitidos, mas as verificações levaram a filas extremamente longas se formando ao longo das fronteiras. Foto: Odd Andersen / Getty Images.
.

As negociações entre o Reino Unido e a União Européia sobre seu relacionamento pós-Brexit estavam em pausa depois que os principais negociadores de ambos os lados se colocaram em auto-isolamento. O governo britânico disse que seu principal negociador, David Frost, estava em casa depois de mostrar sintomas leves do coronavírus. O principal negociador da UE, Michel Barnier, disse na quinta-feira que havia apanhado a doença.

A rodada de negociações desta semana já havia sido cancelada, enquanto o Reino Unido e a UE tentavam encontrar uma maneira de manter as complexas negociações comerciais por videoconferência. A interrupção está levantando especulações entre analistas de que as negociações comerciais entre os dois lados terão que ser estendidas até o final do ano.

Um dia antes, a Itália superou a China como o país com o maior número de mortos, com 3.405 mortes por coronavírus, mesmo tendo cerca de metade do número de casos confirmados. O país mediterrâneo tem a segunda população mais antiga do mundo e os idosos são mais vulneráveis ​​ao vírus.

A comissão de saúde da China informou na sexta-feira um segundo dia sem infecções por coronavírus transmitidas localmente, embora o país tenha dito que houve 39 novos casos entre pessoas que estavam recentemente no exterior, elevando o total de casos para 80.967. As mortes por Covid-19 na China aumentaram ligeiramente para 3.248. A Associação Chinesa de Esgrima disse que três de seus atletas deram positivo para o vírus ao chegar a Pequim no início desta semana, após uma viagem à Hungria.

O país mudou seu foco nos últimos dias para impedir que viajantes infectados causem uma segunda onda de infecções. A companhia aérea estatal Air China Ltd. começará a desviar vôos com destino a Pequim de Moscou, Paris, Tóquio e Toronto para aeroportos em cidades próximas, como Tianjin, Hohhot e Taiyuan, para que possam ser rastreados quanto a sintomas por lá.

Reboques para abrigar temporariamente pessoas ordenadas a se isolar em Los Angeles. FOTO: ETIENNE LAURENT / SHUTTERSTOCK.

.

Na Austrália, autoridades do estado de Nova Gales do Sul tentavam entrar em contato com cerca de 2.700 passageiros que haviam desembarcado do navio Ruby Princess em Sydney na quinta-feira, depois que quatro pessoas que estavam no navio deram positivo para o coronavírus.

Uma pessoa infectada é um membro da tripulação que está entre mais de 1.000 tripulantes ainda no navio, que viajou entre Sydney e Nova Zelândia. O ministro da Saúde de Nova Gales do Sul, Brad Hazzard, disse que os passageiros forneceram detalhes de contato às autoridades quando desembarcaram, mas que alguns ainda não responderam aos esforços para contatá-los. As autoridades querem garantir que todos os passageiros estejam em quarentena, conforme exigido na Austrália.

“A grande preocupação é que essas pessoas tenham saído do cruzeiro sem o conhecimento da Covid de fato estar no navio”, disse Hazzard.

Em Hong Kong, o número de casos confirmados quase dobrou na semana passada para 256, apesar do fechamento de escolas e de outras paralisações na cidade que estão na sétima semana. A maioria dos novos casos ocorreu entre pessoas que recentemente viajaram para a Europa, EUA e outros lugares. Um dia antes, Hong Kong começou a exigir que todas as pessoas chegassem à auto-quarentena por duas semanas.

O salto nos casos importados pode levar o vírus a se espalhar localmente em Hong Kong, disse Ben Cowling, chefe da divisão de epidemiologia e bioestatística da Escola de Saúde Pública da Universidade de Hong Kong.

A principal companhia aérea da cidade, a Cathay Pacific , e sua subsidiária, Cathay Dragon, disseram na sexta-feira que reduziriam a capacidade de passageiros em 96% em abril e maio, citando uma queda acentuada na demanda e restrições de viagens em todo o mundo.

Em outros lugares da Ásia, a disseminação do Covid-19 parece estar diminuindo. O Japão adicionou 36 casos, elevando o número total para 950, enquanto na Coréia do Sul as infecções confirmadas aumentaram 87 para 8.652. O número de mortos nos dois países permanece abaixo de 100. Por WSJ. 

ACRE

Agências promovem curso sobre eleições na pandemia e doam recursos para entidades filantrópicas

Assessoria, via Acre.com.br - Da Amazônia para o Mundo!

PUBLICADO

em

As agências Arawá e Comuni+Ação promovem nos dias 12, 13 e 14 de agosto o curso “Comunicação para a Eleição 2020”. Voltada para auxiliar os pré-candidatos a elaborar estratégias de vários aspectos da área com foco no processo eleitoral durante a pandemia do novo coronavírus, a atividade será realizada de forma virtual pela plataforma Zoom das 19h às 21h e destinará 30% do valor total arrecadado para uma entidade filantrópica com atuação em Rio Branco.

As inscrições devem ser feitas por meio do endereço eletrônico https://www.eleicao20.com/ e custam R$ 100. O pagamento pode ser feito por meio de boleto bancário, cartão de crédito ou débito e transferência, os dados bancários para a última opção estão disponíveis no site do evento. Os interessados também podem entrar em contato pelo número 68 99913-6763. Temas como dinâmica da mídia, cuidado com a imagem do candidato, gestão de crise de imagem, administração das redes sociais, forma correta de produção de vídeos e artes serão discutidos.

De acordo com Paulo Santiago, jornalista das duas empresas, o conteúdo elaborado foi pensado a partir das limitações que a campanha eleitoral terá de forma presencial devido às medidas de distanciamento social. Ele afirma que as redes sociais terão um papel ainda maior no pleito deste ano, superando o pleito eleitoral de 2018, e que serão um dos principais meios de contato direto com as pessoas. Aspectos técnicos como Calendário Eleitoral também serão tratados.

“Temos uma inesperada pandemia que impôs uma realidade jamais pensada por qualquer pessoa. Com a mudança de data da pré-campanha, campanha e o dia de votação os pré-candidatos precisam se reorganizar, e muitos ainda não trabalham a comunicação com o público-alvo. Durante três dias vamos ensinar os participantes a atuar com as ferramentas disponíveis e fazer uma boa relação com as pessoas que eles pretendem alcançar neste período”, explica o jornalista.

Com mais de 20 anos de atuação no mercado, o também jornalista Freud Antunes, sócio da Comunic+Ação, destaca que uma comunicação eficiente é essencial para que os pretensos candidatos alcancem sucesso. “Comunicar da forma correta é imprescindível para que as ideias que você tem sejam incorporadas por outras pessoas. Nossa proposta é dar o caminho para que as pessoas sejam entendidas de forma clara e objetiva nos grupos que pretendem chegar”.

Continue lendo

ACRE

Sicoob Acre realiza desinfecção do ponto de atendimento em Acrelândia

Assessoria, via Acre.com.br - Da Amazônia para o Mundo!

PUBLICADO

em

Como parte das diversas ações integrantes do plano elaborado no combate ao novo coronavírus (Covid-19), a Cooperativa de Créditos e Investimentos do Acre (Sicoob Acre) realizou no fim da última semana a desinfecção do ponto de atendimento em Acrelândia. Mesmo com o sistema de rodízio e a redução dos serviços, o espaço localizado no Centro do município do interior recebe cooperados ligados à instituição e realiza atendimentos seguindo as normas de segurança atuais.
Apesar da adoção de todas as medidas de segurança recomendadas pelas autoridades de saúde, como entrada de somente um cliente por vez e fornecimento de álcool/máscaras para todos, a limpeza do espaço é feita semanalmente para evitar uma possível presença e consequente circulação do vírus no local. Presidente do Sicoob Acre, José Generoso destaca que esta é uma forma de aumentar a segurança contra a doença e proteger a saúde tanto dos funcionários como dos clientes.
“Desde o início da pandemia tomamos várias medidas de contenção para proteger os nossos colaboradores, cooperados e a comunidade em geral que frequenta nossa cooperativa. Dentre as medidas adotadas estão: duas limpezas semanais de desinfeção, home office, redução de carga horária, rodízio de colaborador, férias antecipadas, obrigação do uso de máscaras para todos no interior da cooperativa, álcool gel para todos na entrada da cooperativa e outras”, diz Generoso.
Gerente do ponto de atendimento em Acrelândia, ou P.A 04, Vaneide da Silveira ressalta que a prevenção e o cuidado são fatores primordiais para conter o avanço do coronavírus. “Trabalhamos com um número menor de associados dentro da agência, mas mesmo assim há riscos. Realizamos a sanitização para garantir a saúde de todos. Essas e outras medidas estão sendo tomadas regularmente para que possamos vencer juntos esta pandemia e superarmos esse momento”, fala.
De acordo com o presidente da Cooperativa de Créditos e Investimentos do Acre, todos os demais pontos de atendimento da instituição em Brasileia e Cruzeiro do Sul também passarão por duas desinfecções semanais. Rio Branco foi a primeira cidade a receber o trabalho. As demais medidas citadas por ele já estão em vigor no interior do estado. A empresa contrata para executar o serviço é especializada em assepsia de ambientes com grande circulação de pessoas e também residências.

Continue lendo

TOP MAIS LIDAS

    Feedback
    WhatsApp Fale conosco