NOSSAS REDES

ACRE

Acreanos podem sofrer novo aumento na conta de energia por determinação da Aneel

Ac24horas, via Acre.com.br - Da Amazônia para o Mundo!

PUBLICADO

em

Um membro do Conselho de Consumidores do Grupo Energisa no Acre participou de uma reunião interna com esquipes da Distribuidora local esta semana e contou ao ac24horas nessa terça-feira, 24, que a população pode ser surpreendida com um novo e significativo aumento, que pode incidir na tarifa de energia elétrica nos próximos meses. Segundo ele, que não quis ser identificado, a grande fomentadora de reajustes na conta de energia é a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), autarquia que produz, transmite e comercializa eletricidade no país, portanto, única que deve ser alvo de questionamentos e convocações por parte das autoridades locais.

“Vi as notícias que saíram com relação ao aumento empregado pela Energisa, mas têm que verem isso com a Aneel, que é órgão que capacita e faz tudo. Tudo que a Energisa faz ou está na Lei ou está no contrato de concessão da Distribuidora, que é determinado pela Aneel”, disse o membro que integra o time de conselheiros há algum tempo. De acordo com ele, uma reunião que durou aproximadamente quatro horas com técnicos da Energisa ascendeu a possibilidade de um novo e futuro reajuste. “Vai ter um novo aumento da Energisa. Algo que pode gerar um aumento muito maior do que este que ocorreu”, falou com relação à bandeira vermelha, que entrou em vigência recentemente.

A Distribuidora de energia elétrica passa por uma fiscalização regida pela Aneel em que é fiscalizado o investimento feito em determinado local. No caso do Acre, informa o conselheiro, o levantamento dos custos de investimento feito pela Energisa é realizado por 23 pessoas e vai somar o que foi aplicado em sete anos, já que a última fiscalização dessa natureza ocorreu em 2013. Segundo o conselheiro, é com base nesse investimento que é reajustado a tarifa de energia. “Será feito em breve um levantamento de tudo que foi investido pela Energisa no Acre. Desde a troca de transformador a compra de equipamentos, tudo é colocado. Agora, a uma equipe da Aneel irá fiscalizar e dizer quanto foi gasto, para então inserir numa fórmula que pode gerar o aumento ao consumidor”, explica.

De acordo com informação recebia, a responsabilidade do aumento, se for efetivado, será da Aneel. “Virá um representante da Aneel ao Acre este ano ainda para discutir este aumento. Pode ter aumento, como pode não ter. As reclamações tem de ser direcionadas a um órgão regulador, como a Aneel”, esclarece um dos conselheiros.

“Durante a reunião, não foi informado pela Aneel previsões de percentuais, nem números sobre o levantamento que será finalizado no Acre”, disse o membro do conselho.

O que diz a Energisa – Momento precoce para atestar aumento

Procurada para falar sobre o assunto, o Grupo Energisa no Acre disse que a fiscalização pela qual a Distribuidora irá passar é um processo normal e que ocorre em todas as concessionárias de energia elétrica do país. No Acre, a fiscalização será em dezembro. Entretanto, sobre o possível aumento na tarifa alertado pelo conselheiro, a empresa diz que é muito precoce dizer se haverá ou não aumento e não dá para saber se realmente haverá reajuste, já que não se fala em números ou percentuais, além de que a determinação de reajuste é feito pelo governo federal por meio da Aneel em momento posterior, isso se houver necessidade de aumento.

CPI da Energisa

O deputado estadual Daniel Zen (PT) é presidente da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Energisa na Assembleia Legislativa do Acre. A Aleac aprovou três requerimentos em caráter de urgência mediante o aumento considerável das contas de energia neste mês de setembro. Um representante da empresa concessionária foi convocado para esclarecer o motivo de no último mês as contas dos consumidores mais que dobraram na maioria dos casos.

Para Zen, a informação dada por um dos conselheiros da Energisa no Acre de que um novo aumento pode incidir aos consumidores, torna a situação ainda pior. “Vejo como um absurdo. Verdadeiro absurdo para com o consumidor”, disse.

Protesto

Está prevista para a manhã desta quinta-feira, 26, uma manifestação contra o aumento da tarifa de energia elétrica no Acre. O protesto deve ocorrer em frente à Energisa. A mobilização esperar contar com apoio do Sindicato dos Urbanitários do Acre.

Advertisement
Comentários

Comente aqui

ACRE

Balneários de Brasiléia são fechados por falta de segurança

Ac24horas, via Acre.com.br - Da Amazônia para o Mundo!

PUBLICADO

em

Os balneários Kumarurana e Jarinal, localizados na zona rural do município de Brasiléia, foram fechados no último fim de semana, pelo 5º Batalhão do Corpo de Bombeiros, sediado naquele município, por não estarem cumprindo as normas de segurança.

Bastante frequentados pela população da região da fronteira e de outros municípios do estado, os espaços de lazer foram notificados a reabrir somente depois que se adequarem às exigências legais, principalmente contratando o serviço de salva-vidas.

“O local oferece esses banhos e cobram entrada das pessoas. Os municípios de Brasiléia e Epitaciolândia tem esses profissionais devidamente treinados e qualificados que deveriam estar oferecendo segurança aos banhistas”, explicou o sargento Vivian.

A ida do Corpo de Bombeiros aos balneários, com o apoio da Polícia Militar, se deu após denúncia de irregularidades. Nos locais, foi confirmada a falta do Atestado de Funcionamento e os banhistas tiveram que deixar a água por medida de segurança.

Em um dos casos, os militares foram desacatados por um frequentador em visível estado de embriaguez. O homem recebeu voz de prisão foi detido por desacato, sendo levado à delegacia onde foi ouvido e liberado.

Os estabelecimentos poderão responder jurídica e administrativamente caso reabram sem tomar as medidas de segurança exigidas para o seu funcionamento. Entre as possíveis sanções estão multa e perda do alvará de funcionamento.

Com colaboração e fotos do jornalista Alexandre Lima.

Continue lendo

ACRE

Taxa de ocupação em leitos de UTI para a Covid-19 é de 30% no Acre

Ac24horas, via Acre.com.br - Da Amazônia para o Mundo!

PUBLICADO

em

A taxa geral de ocupação de leitos de Unidade Tratamento Intensivo (UTI) exclusivos para pacientes com a Covid-19 no Acre está em torno de 30% nesta segunda-feira (14).

Os dados são do Boletim de Assistência ao Enfrentamento da Covid-19, emitido pela Secretaria de Estado de Saúde (Sesacre). O boletim mostra a ocupação de leitos do Sistema Único de Saúde (SUS), por especialidade do leito e por regional.

Segundo dados oficiais, das 126 internações em leitos do SUS, 80 testaram positivo para Covid-19, ou seja, a maioria das pessoas que buscam atendimento médico foram infectadas pelo vírus.

Na região do Baixo Acre, que engloba as cidades de Rio Branco, Sena Madureira, Plácido de Castro e Acrelândia, das 70 Unidades de Tratamento Intensivo (UTI), 27 estão ocupadas registrando uma taxa de ocupação de 38,6%.

A menor taxa de ocupação está na região do Juruá, que engloba Cruzeiro do Sul, Tarauacá e Marechal Thaumaturgo, dos 20 leitos de UTI existentes, nenhum está ocupado, registrando 0% de ocupação. Os leitos clínicos somam 95 e 23 estão ocupados, registrando 24,2% de ocupação.

Já regional do Alto Acre, que engloba as cidades de Brasileia e Epitaciolândia, não há registro de uma ocupação de leitos de enfermaria num total de 19 leitos disponíveis. A regional do Alto Acre é a única que não tem leitos de UTI para a Covid-19.

Continue lendo

TOP MAIS LIDAS

    Feedback
    WhatsApp Fale conosco