NOSSAS REDES

ACRE

7ª edição do Copão Comunitário se inicia neste domingo, em Rio Branco

Contilnet, via Acre.com.br - Da Amazônia para o Mundo!

PUBLICADO

em

Com 138 equipes, o 7º Campeonato Municipal de Futebol, conhecido popularmente como Copão Comunitário, se inicia neste domingo, 25, às 8h, no estádio Arena da Floresta, com a concentração das equipes a partir das 7h. A atividade é uma iniciativa da Prefeitura de Rio Branco, por meio da Fundação de Cultura, Esporte e Lazer Garibaldi Brasil (FGB), com apoio do Grupo Star Motors, que sorteará uma moto Honda zero quilômetro para o público presente na grande final.

Ao todo, oito campos da capital recebem os jogos. São eles: Campo do Airton (Rodovia AC-40 – Vila Acre), Campo da Assembleia (Rua Luiz de Oliveira Bulhões, nº 209 – Bairro Floresta), Campo B da Federação (Estrada da Floresta, nº 3.689 – Bairro Floresta), Campo do Bacu (BR- 364 – Santa Cecília), Campo da Embrapa (Rodovia AC-40 – Bairro Vila da Amizade), Estádio José de Melo (Avenida Ceará – Centro), Campo do Vasco da Gama e Campo do São Francisco, além da Estádio Arena da Floresta, para a abertura.

O Copão 2019 terá categoria única (aberto), no naipe masculino. Os participantes deverão ter entre 16 e 35 anos. Pessoas com idade superior deverão apresentar atestado médico emitido no período da competição, ou assinar um termo de responsabilidade. Já os menores de 18, deverão apresentar uma autorização assinada pelos pais ou responsáveis.

O sistema de disputa será divido da seguinte forma: a 1ª fase terá a participação das 138 equipes divididas em 33 chaves, sendo classificados os primeiros e segundos lugares de cada chave, somatizando 70 equipes. Já na 2ª fase, apenas as 35 vencedoras e mais uma equipe considerada melhor perdedora pelo índice técnico seguem no campeonato.

A 3ª fase será no sistema “mata”, em que apenas 18 equipes continuam no Copão. Na 4ª, as dezoito se confrontarão e classificam-se nove vencedoras e mais uma equipe melhor perdedora. Na 5ª fase, cinco equipes vencedoras e três melhores perdedoras continuam competindo.

Na 6ª etapa, chamada de quartas de finais, oito equipes se confrontam através do sistema de “mata”, conforme sorteio. A 7ª fase é a semifinal, onde quatro times jogam entre si, também no sistema “mata”. A 8ª e última fase é a grande final, com a disputa entre as duas perdedoras da fase anterior, que estabelecerá o terceiro lugar, e as vencedoras da semifinal, onde será a decisão da grande campeã e vice-campeã do Copão Comunitário 2019.

A gestão municipal premiará com troféu e medalhas os três primeiros colocados, além de R$ 10 mil para a campeã, R$ 5 mil para a segunda colocada, e R$ 3 mil para a terceira. Também premiará com R$ 1 mil e troféu para o melhor artilheiro e melhor goleiro (escolhido pela coordenação da competição).

Já a motocicleta oferecida pelo Grupo Star Motors será sorteada na grande final para os torcedores. A cada jogo, o público receberá um cupom. O prêmio será entregue apenas se o sorteado estiver presente no dia da final.

“Essa é a maior competição de futebol realizada em Rio Branco. Os atletas passam meses se programando para o Copão, e todo ano atingimos um expressivo número de inscritos. A prefeita Socorro Neri entende a importância desse campeonato para nossa cidade, por isso, não mediu esforços para que não só o Copão, mas todo o Calendário Esportivo fosse realizado neste ano, mesmo em meio à crise econômica. Destaco também nosso grande parceiro de todo ano, que é o Grupo Star Motors, que oferece esse prêmio ao público presente”, relata o diretor de Esporte da FGB, Afrânio Moura, que também agradece ao Vereador Emerson Jarude pelo apoio ao Calendário Esportivo 2019.

Advertisement
Comentários

Comente aqui

ACRE

Balneários de Brasiléia são fechados por falta de segurança

Ac24horas, via Acre.com.br - Da Amazônia para o Mundo!

PUBLICADO

em

Os balneários Kumarurana e Jarinal, localizados na zona rural do município de Brasiléia, foram fechados no último fim de semana, pelo 5º Batalhão do Corpo de Bombeiros, sediado naquele município, por não estarem cumprindo as normas de segurança.

Bastante frequentados pela população da região da fronteira e de outros municípios do estado, os espaços de lazer foram notificados a reabrir somente depois que se adequarem às exigências legais, principalmente contratando o serviço de salva-vidas.

“O local oferece esses banhos e cobram entrada das pessoas. Os municípios de Brasiléia e Epitaciolândia tem esses profissionais devidamente treinados e qualificados que deveriam estar oferecendo segurança aos banhistas”, explicou o sargento Vivian.

A ida do Corpo de Bombeiros aos balneários, com o apoio da Polícia Militar, se deu após denúncia de irregularidades. Nos locais, foi confirmada a falta do Atestado de Funcionamento e os banhistas tiveram que deixar a água por medida de segurança.

Em um dos casos, os militares foram desacatados por um frequentador em visível estado de embriaguez. O homem recebeu voz de prisão foi detido por desacato, sendo levado à delegacia onde foi ouvido e liberado.

Os estabelecimentos poderão responder jurídica e administrativamente caso reabram sem tomar as medidas de segurança exigidas para o seu funcionamento. Entre as possíveis sanções estão multa e perda do alvará de funcionamento.

Com colaboração e fotos do jornalista Alexandre Lima.

Continue lendo

ACRE

Taxa de ocupação em leitos de UTI para a Covid-19 é de 30% no Acre

Ac24horas, via Acre.com.br - Da Amazônia para o Mundo!

PUBLICADO

em

A taxa geral de ocupação de leitos de Unidade Tratamento Intensivo (UTI) exclusivos para pacientes com a Covid-19 no Acre está em torno de 30% nesta segunda-feira (14).

Os dados são do Boletim de Assistência ao Enfrentamento da Covid-19, emitido pela Secretaria de Estado de Saúde (Sesacre). O boletim mostra a ocupação de leitos do Sistema Único de Saúde (SUS), por especialidade do leito e por regional.

Segundo dados oficiais, das 126 internações em leitos do SUS, 80 testaram positivo para Covid-19, ou seja, a maioria das pessoas que buscam atendimento médico foram infectadas pelo vírus.

Na região do Baixo Acre, que engloba as cidades de Rio Branco, Sena Madureira, Plácido de Castro e Acrelândia, das 70 Unidades de Tratamento Intensivo (UTI), 27 estão ocupadas registrando uma taxa de ocupação de 38,6%.

A menor taxa de ocupação está na região do Juruá, que engloba Cruzeiro do Sul, Tarauacá e Marechal Thaumaturgo, dos 20 leitos de UTI existentes, nenhum está ocupado, registrando 0% de ocupação. Os leitos clínicos somam 95 e 23 estão ocupados, registrando 24,2% de ocupação.

Já regional do Alto Acre, que engloba as cidades de Brasileia e Epitaciolândia, não há registro de uma ocupação de leitos de enfermaria num total de 19 leitos disponíveis. A regional do Alto Acre é a única que não tem leitos de UTI para a Covid-19.

Continue lendo

TOP MAIS LIDAS

    Feedback
    WhatsApp Fale conosco