NOSSAS REDES

CRISE

EXCLUSIVO: 11 Suplentes de vereadores de Tarauacá poderão assumir vereança; veja

Editorial do Acre.com.br - Da Amazônia para o Mundo!

PUBLICADO

em

Veja a lista dos Suplentes de vereadores de Tarauacá, que poderão assumir a vereança se os atuais parlamentares  forem afastados ou cassados pela Justiça.

Pesa na Justiça, contra os atuais parlamentares, uma ação popular questionando a chamada ´cota-combustível´.

Em Tarauacá atualmente não se fala em outro assunto. A polêmica sobre a ´cota-combustível´ utilizada pelos vereadores,  além da possibilidade de afastamento e cassação, e os possíveis suplentes de vereadores que poderão assumir a vereança.

O povo, no alvoroço da polêmica, dar ´pitacos´ sobre o assunto, do vendedor de picolé ao pastor da cidade.

O que chama mais atenção, todavia, são os rumores que os suplentes já teriam até adquirido terno e paletó, para a solenidade de posse.

ENTENDA O PROCESSO

A Ação Popular foi ajuizada pelo radialista José de Souza Gomes denunciando um suposto esquema de distribuição e consumo de combustível pelos vereadores de Tarauacá.

O radialista pede a condenação dos vereadores à pena de cassação do mandato parlamentar e suspensão dos direitos políticos, dentre outros pedidos, por uso irregular e com desvio de finalidade, de 200 litros de combustível mensal. Segundo o radialista, os parlamentares utilizavam, há anos, a ´cota de combustível´ mesmo durante o recesso parlamentar, de forma desregrada, sem fiscalização e sem prestação de contas.

Nesta quinta-feira, 04/04/2019, o Desembargador JÚNIOR ALBERTO RIBEIRO, Corregedor Geral do Tribunal de Justiça do Estado do Acre – TJAC, determinou a notificação da Vara Cível da Comarca de Tarauacá, dando o prazo de 10 dias para o magistrado dar prosseguimento ao processo que estava parado desde o dia 08.11.2018.

Na decisão, o Excelentíssimo Desembargador diz que ´notifique-se ao Juízo Requerido para que adote as medidas necessárias ao impulsionamento do feito, no prazo de 10 (dez) dias´. Veja a decisão:

https://i0.wp.com/www.acre.com.br/wp-content/uploads/2019/04/Despacho-Desembargador-2.png?resize=740%2C345&ssl=1

Com a nova decisão do Desembargador, o processo terá seguimento contra os vereadores de Tarauacá, Carlos Tadeu Lopes da Silva, José Radamés Leite Silva, José Ezi do Nascimento Aragão, José Gomes de Sousa, Lauro Benigno de Souza, Nerimar Cornélia de Jesus Lima, Francisco da Silva Manoel, Valdozinho Vieira do Ó, Antônio José da Silva Araújo, Francisco Diogenes Leão Fernandes e Janaina Furtado Accioly.

Consta ainda na decisão do Corregedor, a confirmação da demora na tramitação dos autos nº 0701090-29.2018.8.01.0014, referente à Ação Popular que tramita naquele município contra os parlamentares locais.

O Corregedor de Justiça disse ainda que ´Pois bem. Em consulta ao Sistema de Automação da Justiça (SAJ), verifica-se a existência de verossimilhança nas alegações do Reclamante, vez que o processo supramencionado se encontra ‘concluso para decisão’ desde a data de 08.11.2018, conforme se vê do Extrato Processual em anexo (ID nº 0563047)´.

A partir desta segunda-feira, dia 08, o Juiz da Comarca de Tarauacá deverá impulsionar o processo e ordenar a citação dos vereadores, no prazo máximo de 10 dias.

A semana promete ser intensa de articulações, nos bastidores e nos corredores da Câmara Municipal.

POSSIBILIDADES DE AFASTAMENTO E CASSAÇÃO

No processo, o radialista José de Souza Gomes pede a suspensão da Resolução nº. 02, de 22/08/2018 (cota de combustível) para proibir qualquer gasto, uso, consumo ou pagamento referente à referida ‘cota de combustível’; o afastamento sem ônus, dos membros da Mesa Diretora da Câmara Municipal; seja declarada a inconstitucionalidade e seja decretada a anulação da Resolução nº. 02, de 22/08/2018.

O radialista pede ainda a condenação dos réus à restituição dos valores irregularmente utilizados dos cofres públicos, no valor do dano apurado, aproximadamente R$ 218.400,00 (duzentos e dezoito mil e quatrocentos reais).

Por fim, a Justiça poderá determinar a condenação dos réus à perda da função publicou do mandato eletivo, além da aplicação de sanção pecuniária, a título de dano moral coletivo, a ser paga solidariamente por todos os réus, no valor de R$ 218.400,00 (duzentos e dezoito mil e quatrocentos reais).

Com a possibilidade de afastamento ou cassação, os suplentes poderão assumir o cargo temporaria ou definitivamente, conforme a decisão do Juiz.

Conheça os suplentes que poderão assumir

O PCdoB foi chapa pura nas eleições de 2016, tendo os seguintes suplentes:

https://i1.wp.com/cdn.eleicoes2016.com.br/foto/si/de/sidenir-d.jpg?w=740&ssl=1 Sidenir, com 476 votos (possibilidade de assumir a cadeira de Carlos Tadeu Lopes da Silva)

https://i1.wp.com/cdn.eleicoes2016.com.br/foto/ma/no/manoel-monteiro-d.jpg?w=740&ssl=1Manoel Monteiro, com 432 votos (possibilidade de assumir a cadeira de Lauro Benigno de Souza)

Fotografia de Fotografia de Valeria - 65222 - Candidata a VereadoraValéria, com 416 votos (possibilidade de assumir a cadeira de Francisco da Silva Manoel ´Nasso Kaxinawa´)

A Coligação PSOL, PSB e PT, fez os seguintes suplentes:

Fotografia de Fotografia de Maria Jose - 13999 - Candidata a VereadoraMaria José (PT), com 292 votos (possibilidade de assumir a cadeira de José Gomes de Sousa)

Fotografia de Fotografia de Deugilson - 13111 - Candidato a VereadorDeugilson (PT), 238 votos (possibilidade de assumir a cadeira de José Ezi do Nascimento Aragão)

Fotografia de Fotografia de Zé Prego - 50123 - Candidato a VereadorZé Prego (PSOL), com 362 votos  (possibilidade de assumir a cadeira de José Radamés Leite Silva)

Fotografia de Fotografia de Lucia Neri - 40111 - Candidata a VereadoraLúcia Neri (PSB), com 360 votos (possibilidade de assumir a cadeira de Antônio José da Silva Araújo ´Príncipe´)

A Coligação PDT, PSDB e Rede, fez os seguintes suplentes:

Fotografia de Fotografia de Edivilson Cabeleireiro - 12366 - Candidato a VereadorEdivilson Cabeleleiro (PDT), com 248 votos (possibilidade de assumir a cadeira de Janaína Furtado Accioly)

Fotografia de Fotografia de Rosenir Arcenio - 45555 - Candidato a VereadorRosenir Arcênio (PSDB), com 207 votos  (possibilidade de assumir a cadeira de Nerimar Cornélia de Jesus Lima ´Veinha do Valmar´) 

 

A Coligação PSD, PP ,PHS e PPS, fez apenas uma suplente:

Fotografia de Fotografia de Gleciane - 55000 - Candidata a VereadoraGleciane (PSD), com 270 votos  (possibilidade de assumir a cadeira de Francisco Diogenes Leão Fernandes, ´Dólar´)

 

A Coligação PR, MDB, PSDC e PEN, fez apenas um suplente:

Fotografia de Fotografia de Roque Yauanawa - 15444 - Candidato a VereadorRoque Yawanawá (PMDB), com 305 votos (possibilidade de assumir a cadeira de Valdozinho Vieira do Ó)

O OUTRO LADO

Os atuais parlamentares ainda não foram sentenciados nem condenados pela Justiça. O processo estar em fase inicial, e os vereadores poderão exercitar o direito à ampla defesa e contraditório, apresentar testemunhas, provas e documentos.

Redação informa às partes citadas na matéria que, caso queiram se manifestar por escrito, o espaço permanece aberto para divulgar sua versão dos fatos, bastando enviar texto completo para o e-mail acrenoticia.com@gmail.com ou WhatsApp 99988-7585. O qual será publicado integralmente.

Por Acre.com.br

Advertisement
Comentários

Comente aqui

ACRE

Com 3 meses de salários atrasados, motoristas de ônibus fazem protesto e paralisam em Rio Branco

G1AC, via Acre.com.br - Da Amazônia para o Mundo!

PUBLICADO

em

Ato ocorreu na frente do Terminal Urbano nesta terça-feira (19). Profissionais também alegam falta de EPIs.

Com 3 meses de salários atrasados, motoristas de ônibus fazem protesto e paralisam em Rio Branco — Foto: Ônibus não saíram do Terminal Urbano em Rio Branco nesta terça-feira (19).

Motoristas de ônibus resolveram parar as atividades na manhã desta terça-feira (19) protestando contra o atraso de três meses de salário. De acordo com o líder do movimento, Gleyson Fernandes, motorista da Auto Viação Floresta, a situação está insustentável e muitos profissionais estão passando fome.

A categoria cruzou os braços e se concentrou em frente ao Terminal Urbano, depois seguiu para a frente da prefeitura, no Centro de Rio Branco.

“Nosso pagamento está atrasado desde março abril e maio. Sem contar nosso FGTS e INSS. Queria que a prefeita da cidade desse um olhar especial ao transporte coletivo da cidade de Rio Branco, porque está sendo o caos. Os ônibus estão rodando porque ainda tem alguns motoristas que acham que isso aqui vai funcionar e não vai funcionar do jeito que tá. A situação é realmente precária, estamos passando necessidade, passando fome”, alega.

Além de salários atrasados, os motoristas também tiveram auxílio cortados e convênios suspensos. “Cortaram nossas horas extras por conta do coronavírus. Agora, o salário é só o base da carteira e nem assim ela consegue nos pagar. Então, a empresa está nos mostrando realmente que ela não tem compromisso com os trabalhadores e sociedade de Rio Branco”, se revolta.

O Sindicato dos Transportes do Acre (Sinttpac) confirmou o atraso nos salários e disse que vem tentando negociar com a empresa há meses, mas que recebe a informação que a empresa está sem condições de pagar. Francisco Marinho, presidente do sindicato, diz que alertou a categoria pelo fato de parar 100%, mas não teve sucesso.

“Acontece que eles estão passando por necessidade e querem receber. Não tem mais como controlar”, diz.

Motoristas alegam que não recebem apoio da empresa e nem EPIs — Foto: Lidson Almeida/Rede Amazônica Acre.

Sem EPIs

A categoria alega ainda que está trabalhando sem os equipamentos de proteção, inclusive, uma das exigências da prefeita Socorro Neri ao reduzir a frota de ônibus por conta da pandemia.

As empresas deveriam fazer a higienização dos carros e disponibilizar os EPIs aos colaboradores.

“Até o momento não prestaram nenhum tipo de assistência em questão do coronavírus atualmente, não prestaram nenhum tipo de auxílio. Eles não fornecem pra gente máscara, nem álcool e não fizeram nenhum tipo de alteração no coletivo para que a gente pudesse se sentir protegido”, reclama o líder do movimento.

O G1 entrou em contato com a prefeitura e a empresa Floresta, mas não obteve retorno até esta publicação. As empresas de transporte coletivo sofrem impactos econômicos desde a chegada dos aplicativos de mobilidade em Rio Branco em 2017.

Motoristas decidiram cruzar os braços para reivindicar pagamento de salários atrasados — Foto: Lidson Almeida/Rede Amazônica Acre.

Colaborou Lidson Almeida, da Rede Amazônica Acre.

Continue lendo

ACRE

No Acre, casos de Covid-19 chegam em 1.335 e estado já registra 40 mortes pela doença

Editorial do Acre.com.br - Da Amazônia para o Mundo!

PUBLICADO

em

Mais duas mortes foram confirmadas pela Saúde. Dos pacientes, 366 são considerados curados.

Foto: No Acre, casos de Covid-19 chegam em 1.335 e estado já registra 40 mortes pela doença — Foto: Marcos Vicentti.

O Acre registrou 158 novos contaminados pelo coronavírus neste sábado (9), fazendo o número total de casos sair de 1.177 para 1.335. O boletim da Secretaria Estadual de Saúde (Sesacre) confirmou ainda mais duas mortes por conta da doença, assim os óbitos saíram de 38 para 40.

As vítimas são um paciente um homem de 72 anos, que estava entre os transferidos do Pronto-Socorro de Rio Branco para a UTI do Instituto de Traumatologia e Ortopedia no Acre (Into-AC) na quinta-feira (7). Ele havia dado entrada no Pronto-Socorro de Rio Branco no dia 2 deste mês e morreu por volta das 10h10 desta sexta-feira (8) no Into. Segundo a Saúde, ele tinha diabetes, o que agrava o quadro de Covid-19.

A outra morte foi de um senhor de 83 anos que morreu na UPA do Segundo Distrito na quinta-feira (7). A Saúde confirmou que ele tinha outras comorbidades, mas não especificou quais.

Das 40 mortes registradas em todo o estado, 35 foram em Rio Branco; três em Plácido de Castro; uma em Acrelândia e uma em Tarauacá.

A Saúde também já contabiliza 366 altas. Dos pacientes que seguem em tratamento, 882 estão em isolamento domiciliar e 47 internados, sendo que onze seguem na UTI e 36 em enfermarias. Há ainda 373 exames na fila de espera.

Nesta sexta (8), Capixaba e Santa Rosa do Purus confirmaram os primeiros casos. Neste sábado (9), Brasileia também registrou o primeiro caso. Agora, das 22 cidades do estado, 17 têm confirmação da doença.

Até este sábado, o Acre já fez 4.768 exames, que 3.060 foram descartados, 1.335 confirmados e mais 373 seguem em análise. As cidades mais afetadas são Plácido de Castro, Rio Branco e Acrelândia. A taxa de contaminação no estado é de 151,4 casos a cada 100 mil habitantes.  Por G1AC. 

Casos de Covid-19 por cidades no Acre: 

CidadeCasos confirmados
Acrelândia28 (11 casos a mais)
Assis Brasil1
Bujari4
Cruzeiro do Sul46 (foi diminuído um caso)
Feijó1
Mâncio Lima3
Plácido de Castro68 (6 casos a mais)
Porto Acre8
Rio Branco1.124 (130 casos a mais)
Sena Madureira5 (3 casos novos)
Senador Guiomard15
Tarauacá16 (7 casos a mais)
Xapuri11 (um caso novo)
Epitaciolândia2
Santa Rosa do Purus1
Capixaba1
Brasileia1 (primeiro caso)

Continue lendo

TOP MAIS LIDAS

    Feedback
    WhatsApp Fale conosco